conjunção

Origem: Wikcionário, o dicionário livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wikipédia
A Wikipédia possui o
artigo conjunção

Composição de bandeiras de países e regiões que falam português Português[editar]

Substantivo[editar]

  Singular Plural
Feminino conjunção conjunções

con.jun.ção, feminino ( Datação: século XV; )

  1. (Gramática) palavra invariável que liga duas orações (proposições), ou termos semelhantes da mesma oração (conjunção coordenativa, que também se diz apenas coordenativa), ou liga uma oração principal a uma oração subordinativa/oração subordinada (conjunção subordinativa, que também se diz apenas subordinativa)
  2. partícula que liga uma oração a outra, ou liga termos da mesma oração
  3. (Astronomia) encontro aparente de dois ou mais astros no mesmo ponto zodiacal
  4. união, conjuntura, oportunidade
    • Os frutos dessa conjunção cultural e intelectual certamente proporcionarão avanços e resultados significativos, marcando com muita vivacidade um exemplo de democracia participativa. (notícia do jornal O Estado de São Paulo de 13 de dezembro de 2013)

Coordenativas[editar]

Conjunção aditiva / aproximativa / copulativa: Conjunção coordenativa que encerra ideia de adição: e, nem, não só... mas também, mas ainda, como também, ademais, outrossim, etc. Também se diz apenas aditiva.

Conjunção adversativa: Conjunção coordenativa que encerra ideia de oposição, contraste: mas, porém, contudo, todavia, entretanto, no entanto, senão (= mas sim) etc. Também se diz apenas adversativa.

Conjunção alternativa / disjuntiva: Conjunção coordenativa que encerra ideia de alternância ou escolha: ou... ou, ora... ora, já... já, seja... seja, quer... quer, talvez... talvez etc. Também se diz apenas alternativa.

Conjunção conclusiva / ilativa: Conjunção coordenativa que encerra ideia de conclusão, fechamento, finalização: logo, portanto, então, por isso, por conseguinte, pois (antes do verbo), enfim, assim, destarte, dessarte etc. Também se diz apenas conclusiva.

Conjunção explicativa: Conjunção coordenativa que encerra ideia de explicação, justificativa: porque, porquanto, pois, que (depois do verbo). Também se diz apenas explicativa.

Subordinativas[editar]

Conjunção causal: Conjunção subordinativa que encerra ideia de causa (ou causalidade), motivo, razão: porque, já que, visto que, uma vez que, como, porquanto, na medida em que etc. Também se diz apenas causal.

Conjunção consecutiva / correlativa: Conjunção subordinativa que encerra ideia de consequência, resultado, produto: que (precedido de tal, tão, tanto, tamanho), de forma que, de modo que, de jeito que, de sorte que, de maneira que etc. Também se diz apenas consecutiva.

Conjunção comparativa: Conjunção subordinativa que encerra ideia de comparação, analogia, paralelo: como, assim como, mais que, menos que, tão como, tanto quanto, tal qual etc. Também se diz apenas comparativa.

Conjunção concessiva: Conjunção subordinativa que encerra ideia de concessão, consentimento, licença, quebra de expectativa, permissão: embora, conquanto, ainda que, mesmo que, mesmo quando, apesar de que, se bem que, nem que, por mais que, por menos que, malgrado, não obstante, inobstante, em que pese, ainda quando etc. Também se diz apenas concessiva.

Conjunção condicional: Conjunção subordinativa que encerra ideia de condição (condicionalidade), pré-requisito, hipótese, algo supostamente esperado: se, caso, desde que, contanto que, a menos que, a não ser que, exceto se, salvo se, sem que, uma vez que etc. Também se diz apenas condicional.

Conjunção conformativa / modal: Conjunção subordinativa que encerra ideia de conformidade, consonância, igualdade / semelhança, concordância: conforme, segundo, como, consoante, de acordo com (todas com o mesmo valor de conforme). Também se diz apenas conformativa.

Conjunção final: Conjunção subordinativa que encerra ideia de finalidade, intenção, objetivo, intuito: a fim de que, para que, que e porque (= para que). Também se diz apenas final.

Conjunção proporcional: Conjunção subordinativa que encerra ideia de proporção, simultaneidade, concomitância: à medida que, à proporção que, ao passo que, quanto mais, quanto menos etc. Também se diz apenas proporcional.

Conjunção temporal / periódica: Conjunção subordinativa que encerra ideia de tempo (temporalidade), relação cronológica: quando, enquanto, logo que, assim que, sempre que, antes que, depois que, até que e mal (= assim que). Também se diz apenas temporal.

Conjunção integrante: Conjunção subordinativa que inicia oração subordinada substantiva: que, se, quando, quanto (e flexões), onde, qual, como e por que

Sinônimos[editar]

Tradução[editar]

Etimologia[editar]

Do latim conjunctio, onis (união, ligação)

Ver também[editar]

No Wikcionário[editar]