Wikcionário:Esplanada/Arquivo/2009/Agosto

Origem: Wikcionário, o dicionário livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agora que acabou mais um capítulo do dramalhão mexicano...

Olá a todos!

Agora que acabou mais um capítulo do dramalhão mexicano no qual se converteu o nosso projeto, gostaria que retomássemos as questões importantes que foram levantadas neste último mês mas que foram deixadas em suspenso por causa da confusão toda pela qual passamos. São estes os pontos aos quais me refiro:

  1. Antropônimos: pretendo começar a traduzir a página do wikcionário inglês no começo de agosto; quando estiver pronta, colocarei à disposição da comunidade e a gente parte para votação.
  2. [[:Categoria:Plural (Português)]]: a lebre levantada pelo Jesiel: devemos colocar todos os plurais lá ou só aqueles "especiais"? Precisamos de uma votação para isso? Eu, particularmente, sou agnóstico quanto a essa questão, não sei realmente qual o mais correto. Espero os comentários dos demais colegas.
  3. Deposição de administradores inativos: outra lebre levantada pelo Jesiel: devemos retirar os privilégios dos administradores inativos? Se sim, quanto tempo esperaríamos para tomar essa providência? Seis meses sem aparecer por aqui seriam o suficiente para fazer um administrador perder os seus privilégios? Ou um ano? Ou dois? Precisamos de votação para isso?
  4. Forma Verbal ou Verbo no sub-título dos artigos com palavras que são verbos flexionados: anónimos, Luan e outros defendem e passam tudo para forma verbal quanto encontram pelo caminho. Posted by Diabo e Santo
    1. Há agora quem defenda que «Verbo traduz um infinitivo» logo só os verbos no infinitivo podem ser titulados de Verbo. É uma aberração porque toda a gente sabe, por exemplo, que "haver" pode ser o infinitivo impessoal, a primeira pessoa do singular do infinitivo pessoal ou a terceira pessoa do singular do infinitivo pessoal. Verbo é uma palavra de forma variável, logo qualquer variação terá que ser verbo. Posted by 85.246.137.51
  5. Button bon article.png pode ou não existir em artigos? Jesiel, Cadum e outros acham que não deve existir e apagaram tudo o que encontraram. Posted by Diabo e Santo

Bem, acho que era isso por enquanto. O que dizem?

--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 17h22min de 29 de julho de 2009 (UTC)

A minha opinião:
Antropónimos: sou a favor. Penso sempre que, devido à capacidade de armazenamento virtualmente ilimitada, podemos almejar o objectivo de suprir as necessidade de alguém que, não falando uma palavra de português, consiga ler qualquer obra em português simplesmente consultado verbetes no Wikcionário. Ao encontrar o nome António, essa pessoa deverá conseguir saber que se trata de um antropónimo. O Wikcionário inglês já os começou a adicionar. Penso que, embora com baixa prioridade, devemos incluí-los.
Plurais: estou um pouco como acima mas menos convencido. Há vários plurais que não são óbvios (i.e. aval - avales). Julgo que votaria a favor de potencialmente criar todos os plurais possíveis.
Administradores inativos: completamente a favor. Ainda há pouco me surgiu essa questão. Propunha um tempo de inatividade para despromoção não inferior a 1 ano: todos temos tempos em que não podemos dedicar tempo algum aos Wikis.
Cumprimentos a todos, Malafaya 17h32min de 29 de julho de 2009 (UTC)
(Adição aos comentários do Diabo & Santo)
Forma verbal: tal como o Cadum abaixo diz, Verbo traduz um infinitivo. No caso de outras línguas (i.e. Georgiano), em que uma flexão verbal inclui diversos elementos gramaticais (sujeito, objecto, direcção, modo...), etiquetar de Verbo seria incorrecto.
Revisão após leitura de alguns pontos de vista: efectivamente, parece que estaremos a falar de duas coisas: até não me parece mal que o cabeçalho diga Verbo se pudermos distinguir que se trata de uma conjugação/flexão através de uma categoria, além da definição que deverá indicar qual a flexão usada (pessoa, tempo, etc.). Malafaya 09h58min de 30 de julho de 2009 (UTC)
Button bon article: esta imagem é um standard de facto usado nos wikis da Wikimedia para representar artigos de qualidade. Posso sugerir o uso de outra imagem Yes check.svg? Ou mesmo, no caso de camonismos, uma categoria especial para sinalizar que verbetes estão finalizados ou não (tornam a pesquisa muito mais fácil e é mais "limpinho")?
Malafaya 00h12min de 30 de julho de 2009 (UTC)
Não há qualquer dúvida! O Valdir Jorge anda aunado com o Jesiel. Diabo, o Anti-Kitsch
Isto com música engole-se melhor [[1]] Diabo, o Anti-Kitsch
Pequena explicação sobre a [[:Categoria:Plural (Português)]]: a questão não é se devemos ou não catalogar plurais no wikcionário (essa questão já foi decidida há algum tempo), mas sim se essa categoria deve conter apenas os plurais especiais (posição do D&S) ou todos os plurais da língua (posição do Jesiel).
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 18h22min de 29 de julho de 2009 (UTC)
Tens razão, Valdir. Tinha lido mal. Que tal os dois? Uma categoria que albergue plurais em geral (todos), e outra com os tais plurais especiais? Pelo menos a última (a do D&S), penso que deverá existir. Malafaya 21h38min de 29 de julho de 2009 (UTC)
A minha opinião sobre as cinco questões postas pelo Valdir:
  1. Antropónimos: Como já estava acima, concordo com a política do projecto inglês. Venha a tradução e vote-se!
  2. Categoria:Plural (Português): Acho que esta categoria apenas deve conter os plurais especiais, os que têm sentido autónomo do respectivo singular. Por que razão haveríamos de botar lá todos, se o não fazemos com os femininos?
  3. Deposição de administradores inativos: Acho que ao fim de 6 meses de inatividade deve ser-lhes retirado o estatuto, como acontece noutros projetos. O mesmo deve suceder com os burocratas. O Patrick não contribui desde 2006 e mantém o estatuto! Se qualquer deles regressar, com a sua capacidade de trabalho e com os conhecimentos que mantém, rapidamente poderão de novo atingir o estatuto que lhe for retirado. Serão, aliás, muito bem-vindos!
    • Quanto à votação: aí para cima está um pedido de autorização para acrescentar um parágrafo ao texto de pedidos de administração (renúncia). Acho que devíamos acrescentar mais um parágrafo relativo à perda automática de estatuto e, se ninguém se opuser, pô-lo lá também. Se houver oposição, vote-se.
  4. Forma verbal, como os franceses e os ingleses, que também distinguem de Verbo (o infinitivo).
  5. Button bon article.png só deve ser aposto em artigos que a comunidade (e não um qualquer editor) decida que é um artigo merecedor, como acontece noutros projectos. De outro modo, não tardaremos a ver artigos com meia dúzia destes símbolos, em meia dúzia de situações diferentes (camonismo, etimologia, traduções, etc.), sempre ao sabor e ao saber de quem lá o quiser pôr.
Cadum 23h15min de 29 de julho de 2009 (UTC)
Eis minhas opiniões.
  • Categoria:Plural (Português): Icon yes.png Concordo com o Cadum, mas acho Pluralia Tantum (Português) seria um nome mais adequado. Os femininos e plurais comuns devem ficar em Forma de substantivo (Português).
  • Deposição de administradores inativos: creio que sim, pois parecemos ter muito mais administradores ativos do que de fato temos.
  • Forma Verbal ou Verbo: minha justificativa quanto à manutenção da categoria Formas Verbais está na discussão Flexão logo acima; mas acho que para ambos os casos, creio devermos usar Verbo no subtítulo.
--Lipediga! Paraná 01h51min de 30 de julho de 2009 (UTC)

Concordo que se deva mudar o nome da categoria para caber apenas os "plurais especiais". E, ora, uma vez que os plurais especiais forem pra outra categoria, não poderiamos colocar os plurais comuns nessa que ficou? --Jesiel通信 06h28min de 5 de agosto de 2009 (UTC)

Sobre plural - Waltter

Acho sim que devemos continuar a incluir as formas do plural de vocábulos e de expressões. Bato novamente na tecla de que tudo deve ser informado. Se partirmos do princípio de que o que e óbvio ululante para um falador nato não é preciso informar, no tocante a português e inglês eu não teria quase nada a informar aqui, pelo menos em nível de palavras e expressões mais corriqueiras. Em línguas nas quais minha fluência ainda deixa a desejar, como o espanhol e principalmente o italiano, raramente tenho certeza absoluta quanto a informações como, por exemplo, plural, formas verbais e antropônimos. Acho que devemos ter em mente que o Wikcionário não é para o benefício apenas de falantes da língua portuguesa interessados, entre outras coisas,a aprender uma língua estrangeira. O vice-versa também deve ser levando em consideração. A falta das informações em pauta, em dicionários, é justamente o que faz a gente a demorar muito para tirar dúvidas. Waltter Manoel da Silva 19h42min de 29 de julho de 2009 (UTC)
Icon yes.png Concordo me todos os pontos. Segue uma cópia do argumento em sentido da manutenção das formas flexionadas que usei na discussão "Flexão" logo acima:
Imagine-se um falante nativo de outro idioma, que não o português, mas suponha que tivesse uma familiaridade grande com a língua portuguesa. No momento em que você se deparasse com a palavra "acho", por exemplo, você conseguiria identificar essa palavra como um verbo, e notaria que essa palavra é formada pelo radical ach– e pela desinência –o. Mas seria impossível para você saber se o verbo a procurar é "achar", "acher*" ou "achir*", pois todas as três formas poderiam apresentar uma forma "acho" na primeira pessoa do singular do presente do indicativo! No caso do português temos apenas três formas possíveis, mas noutros idiomas teríamos muito mais.
Em alemão, a palavra "Bäcker" poderia ser identificada como plural de: "Bäck*", "Back*", "Bäcke*", "Backe*", "Backer*" ou mesmo "Bäcker" (a título de exemplo, digo que é o último caso). Isso dependeria do grupo de declinação a que a palavra pertence (em alemão essa palavra não é considerada irregular).
E nos casos em que a flexão/declinação/conjungação é irregular, o arquivamento de formas flexionadas/declinadas/conjugadas faz-se ainda mais necessário. Seria impossível para um falante não nativo de islandês sacar que "átt" é a segunda pessoa do singular do presente do indicativo do verbo "eiga" (a forma parece, à primeira vista, ser algo do tipo át + t ou talvez á + tt).
--Lipediga! Paraná 02h00min de 30 de julho de 2009 (UTC)

A acrescentar na página dos pedidos de administração

Sugiro que se discuta aqui esta proposta de acrescentar na página Pedidos de administração, no local onde a coloquei a azul:

Perda de estatuto por inatividade. Perderá automaticamente o seu estatuto um administrador que esteja mais de seis meses sem participar na construção do Wikcionário, bastando para tal que um burocrata verifique o fato, lhe retire o estatuto e o comunique nesta página à comunidade, por iniciativa própria ou a pedido de um editor com direito a voto.
Para este efeito, aparições esporádicas (menos de 10 edições mensais) não serão consideradas quebra de inatividade.
Pedido de licença. Contudo, qualquer administrador pode interromper por um período de até seis meses a sua actividade no projecto sem perder o seu estatuto, bastando que nesta página dê conhecimento do fato à comunidade. Esse período não contará como inatividade, mas não poderá ser repetido nos 30 dias subsequentes.
Capacidade para eleger e para ser eleito. O requisito mínimo para se envolver em assuntos de administração é estar registado há pelo menos 30 dias e ter mais de 100 edições válidas.
Os utilizadores anónimos não podem ser nomeados, não podem nomear terceiros ou suportar ou opor-se a nomeações.


Importante, nesta proposta, é saber:

  1. se queremos que os administradores percam mesmo o estatuto por inatividade
  2. se queremos que seja ao fim de seis meses, três meses, um ano
  3. se bastará o burocrata constatar o fato e retirar o estatuto, comunicando à comunidade
  4. se, não sendo por iniciativa do burocrata, bastará um único editor chamar a atenção

Se alguém fizer questão de votar esta proposta, proporei a votação. Se não, sou de opinião que devemos seguir em frente.

Em relação à proposta anterior relativa à mesma página (da renúncia), vou considerar que ninguém se opõe, todos concordam e vou retirar o azul, integrando aquele parágrafo na política da comunidade. Se alguém reclamar dentro dos próximos dias, reverto e proponho votação. – Cadum 21h40min de 31 de julho de 2009 (UTC)

Eu Icon yes.png Concordo totalmente! --Jesiel通信 21h45min de 31 de julho de 2009 (UTC)
Também Icon yes.png Concordo plenamente. Se não houver voz contrária, implementamos e eu faço os pedidos no meta em seguida.
Ah, e minha opção é por seis meses, como consta já no texto.
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 11h17min de 1 de agosto de 2009 (UTC)
Icon yes.png Concordo. --Lipediga! Paraná 18h30min de 1 de agosto de 2009 (UTC)
Eu opto pelos seis meses de inatividade para remoção do estatuto. Acredito que o burocrata possa retirar o estatuto por conta, mas que sempre avise a comunidade. --Lipediga! Paraná 16h03min de 2 de agosto de 2009 (UTC)

Acrescentei um parágrafo à proposta

Ao colocar os dados relativos à inatividade de alguns dos administradores, verifiquei a necessidade de esclarecer o que será quebra de inatividade, para evitar mal-entendidos.

Alguém tem algo a opor, acrescentar, sugerir? – Cadum 02h50min de 3 de agosto de 2009 (UTC)

Parece-me bastante boa a inclusão sobre as dez edições mensais. Só penso que deveria ser permitido ao administrador/burocrata pedir "férias", de maneira a não ser afetado pela perda do estatuto. Veja o caso do Eustáquio, por exemplo. Ele está com problemas em sua vida particular e por isso tem aparecido pouco por aqui. Não gostaria que retirássemos seu estatuto assim, só para cumprir a regra. Se ele quiser, penso que deveria poder pedir um descanso e se ausentar mais longamente do projeto.
Quanto aos outros administradores, acho que eles se afastaram mesmo do projeto, não têm mais nenhuma vontade de voltar, podemos aplicar a regra sem dor na consciência.
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 09h51min de 3 de agosto de 2009 (UTC)
Olá pessoal, inicialmente devo pedir desculpas pelo meu "desaparecimento" sem pedir uma licença. É que eu não tinha a intenção de me afastar por tanto tempo. Sempre pensava em poder voltar na próxima semana, mas ia sempre adiando e consequentemente não fiz o que devia e estou em falta com a comunidade. Mas agora estou de volta, não com tanto tempo disponível como tinha antes, mas ainda vou dar uma passada por aqui pelo menos uma ou duas vezes por semana. Se tiver que me afastar por períodos maiores, pedirei liceça ou a retirada do meu estatuto. Abraço a todos. EusBarbosa 14h10min de 23 de agosto de 2009 (UTC)

A pedido, acrescentei mais um parágrafo e decidi reescrever outro

O texto que está a azul, acima, está também no sítio e com a disposição que proponho para o conjunto das normas para esta página: Pedidos de administração.

Claro que passará a preto se não houver oposição e que será votado se alguém entender necessário.

Entretanto, o texto dos votos necessários, que estava a verde, passou a preto, porque não se justifica já o destaque que foi criado na altura da respetiva votação.

O Valdir sugeriu, e muito bem, a possibilidade de qualquer administrador pedir férias. Eu reescrevi o parágrafo das capacidades de eleger e ser eleito, porque dava muito mais destaque aos anónimos e deixava na dúvida sobre quem tem capacidade eletiva.

Uma outra proposta: se ninguém se opuser, este conjunto de normas será transcrito, mutatis mutandis, na página Pedidos de burocracia, estranhamente vazia de normas...

Gostaria de receber sugestões, críticas, acrescentos, cortes... – Cadum 20h07min de 3 de agosto de 2009 (UTC)

Eu acho muito justo o pedido de licença. Porém, acho que deveria ser considerada inatividade de um administrador menos de 50 edições por mês (cerca de 10 semanais). E, os requisitos mínimos para ser eleito deveriam ser maiores, como 90 dias de registro e 500 edições válidas. O que acham? --Jesiel通信 20h20min de 3 de agosto de 2009 (UTC)
Lembro de uma discussão antiga, onde se fixaram as condições de elegibilidade... Não acho necessário aumentar a parada para os administradores, uma vez que eles ficam sujeitos à apreciação da comunidade, que pode rejeitar os que considerar menos dignos.
Quanto às dez edições interromperem a inatividade, apenas me baseei no parâmetro usado aqui.
Um abraço. – Cadum 21h45min de 3 de agosto de 2009 (UTC)
(Estava esperando alguém comentar...) Bem, eu acredito que dez edições mensais seja ainda uma frequência baixa demais para um editor qualquer ser considerado ativo. E, um mês e 100 edições é realmente muito baixo para a elegibilidade. Tentei achar os requisitos no wikt-en mas não encontrei. Se não me engano, na wikipédia são seis meses e 2.000 edições e imagino que nos outros projetos todos o requisito seja também mais alto. Mas, teriamos que abrir uma outra discussão para isso. O melhor mesmo é que se estabeleça essas regras e depois se proponha mudanças. --Jesiel通信 06h24min de 5 de agosto de 2009 (UTC)
Olá Pessoal!
Só queria informá-los que eu já cuidei da situação dos administradores inativos.
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 17h30min de 24 de agosto de 2009 (UTC)

Nomeações para estatuto de administrador

Informo à comunidade que coloquei a minha candidatura ao estatuto de administrador nesta página. --Jesiel通信 21h48min de 31 de julho de 2009 (UTC)

Bela iniciativa! Já cumpri meu dever cívico.
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 11h17min de 1 de agosto de 2009 (UTC)

Também coloquei minha candidatura a administrador. --Lipediga! Paraná 17h19min de 6 de agosto de 2009 (UTC)

Norueguês, Novo Norueguês e Dano-norueguês... como fazer?

O Norueguês é, na verdade, a designação genérica de dois idiomas (ou dialetos) com duas grafias e falas diferentes. O dano-norueguês, de grande influência dinamarquesa, e o novo norueguês, menos influenciado pelo dinamarquês. Os dois idiomas são mutuamente compreensíveis, mas há enormes diferenças. Na Noruega, ambos são línguas oficiais, e cada uma das cidades opta pelo seu idioma oficial.

Um usuário anônimo propôs que fossem postos numa mesma categoria (apenas Norueguês). Na opinião dele, seria bom classificarmos as palavras do novo norueguês na categoria Novo Norueguês e na categoria gramatical apenas do norueguês. Eu oponho-me a essa opinião visto que os idiomas/dialetos não são compatíveis. Se assim for, um usuário estiver procurando palavras do Novo Norueguês não será possível para ele achar as palavras com facilidade. Porém, sou obrigado a concordar com ele quanto à nossa classificação atual considerar o Norueguês como sendo apenas o Dano-norueguês.

Então propus-lhe uma opção com que ele concordou, então estou trazendo a idéia para cá, para ver se a comunidade não se opõe.

  • Todas as palavras do dano-norueguês seriam classificadas na devida categoria gramatical em Norueguêsno e na devida categoria gramatical em Dano-norueguêsnb.
  • Todas as palavras do novo norueguês seriam classificadas na devida categoria gramatical em Norueguêsno e na devida categoria gramatical em Novo Norueguêsnn..
  • Nos títulos dos verbetes, usar apenas Norueguêsno, indicando se é novo norueguês, dano-norueguês ou ambos nas subseções.

Alguém se opõe? --Lipediga! Paraná 18h53min de 1 de agosto de 2009 (UTC)

Icon yes.png Concordo. Não conheço grande coisa da confusão linguística que reina na Noruega, parece que a situação deles é ainda pior do que nós aqui na CPLP... Se vocês dois que são os maiores (e até agora, os únicos) interessados entraram em acordo em relação a isso, que se implemente.
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 21h30min de 1 de agosto de 2009 (UTC)
Icon yes.png Concordo pois me parece a melhor solução. Aproveitando o tema, quero dizer que acontece já algo parecido com a "categoria chinês". Os verbetes de cantonês, mandarin e outros dialetos são todos classificados em "chinês". E também na "categoria kanji", na qual entram "hanzi", "hanja" e outros. A categoria "kanji" eu estou arruamando aos poucos, mas a categoria chinês, ao meu ver, é um problema. Porém, eu não tenho um alto nível de conhecimento de chinês para saber se realmente o é. --Jesiel通信 22h15min de 1 de agosto de 2009 (UTC)

Já aproveito a discussão para propor uma segunda mudança: que tal mudarmos o conteúdo de Predefinição:nb para Dano-norueguês em lugar de Norueguês (Bokmål)? Acho razoável mantermos os nomes de idiomas em português (a título informativo, a Predefinição:nn não contém Norueguês (Nynorsk), mas sim Novo Norueguês). O que acham? --Lipediga! Paraná 16h00min de 2 de agosto de 2009 (UTC)

Icon yes.png Concordo. Parece bastante lógico. Por mim, vá em frente!
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 16h31min de 2 de agosto de 2009 (UTC)

Gostaria de deixar o meu apoio a essa decisão. Para lidar com essa questão aparentemente delicada sobre o idioma norueguês, esta me parece a melhor solução. Aproveitando, venho aqui fazer uma consulta a respeito dela: seria esse o caminho a seguir com relação a outras línguas/dialetos? — 189.10.216.226 07h50min de 4 de agosto de 2009 (UTC)

A solução varia de caso para caso. No caso específico do norueguês, concordamos que a proposta é a melhor solução. No caso do português, a solução achada por aqui é diferente. Exatamente a que línguas/dialetos você está se referindo? --Lipediga! Paraná 16h01min de 4 de agosto de 2009 (UTC)
Alguns casos que me ocorrem no momento:
  • Catalão × valenciano: Fora de Valência, parece haver um consenso de que o valenciano é apenas um dialeto do catalão (nem mesmo o Ethnologue o reconhece como língua). Em Wikcionários de outras línguas, pelo que sei, não há essa categoria. Por outro lado, já existem muitos verbetes categorizados em "Valenciano".
  • Sardo × sardo campidanês: O campidanês é um dos três ou quatro principais dialetos do sardo, mas há quem o trate como uma língua (e o sardo como uma família de línguas). Tem categorias em pelo menos outros cinco Wikcionários.
  • Moldavo × romeno: "Moldavo" é pra ser o nome do idioma romeno na Moldávia, só que o moldavo também pode ser escrito em cirílico. As palavras em romeno a princípio também deveriam ser classificadas como moldavo. O problema seria encontrar referências (já que foi fechada a Wikipédia em moldavo).
  • Bósnio, croata e sérvio × servo-croata: Esse parece ser complicado de mexer, mas as línguas tem um vocabulário semelhante a ponto dessa ser uma boa ideia. Só não tenho certeza se o termo "servo-croata" serviria para os três idiomas (o Wikcionário inglês a princípio o usaria)
187.7.99.122 23h42min de 4 de agosto de 2009 (UTC)
Definir o que é língua e o que é dialeto é um vespeiro dos diabos. A minha definição preferida é a do sociolinguista americano Joshua Fishman: "Uma língua é um dialeto com exército e marinha".
Aqui no wikcionário temos muita coisa considerada como língua que talvez não devesse ser. O problema é que ao comentar sobre exemplos específicos, a gente estaria pisando sobre calos também específicos e os donos dos respectivos calos podem não gostar muito da pisadela.
Para mim o exemplo mais intrigante é o do talian. Talian é um dialeto do vêneto, que por sua vez é um dialeto do italiano! Dialeto de um dialeto! E é considerado como língua, por força e obra do professor Tonial, que colocou uma imensidão de material sobre essa "língua" aqui em nosso projeto... E aí, como faríamos?
Até agora nossa posição como comunidade tem sido de não fazer muita onda, ou seja, se alguém quer cadastrar verbetes do seu dialeto preferido como se fosse uma língua, não temos entravado. Se vamos começar a entravar agora, vamos precisar de regras a serem aplicadas. Eu, particularmente, não me sinto capacitado a propor tais regras...
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 17h41min de 6 de agosto de 2009 (UTC)
Caro Valdir Jorge
A questão aqui não seria começar a eliminar os dialetos. Fazer isso seria começar a jogar preciosas informações fora!! A ideia aqui seria agrupar alguns dialetos sob um mesmo título, como começará a ser feito com o dano-norueguês e o novo norueguês (na minha humilde opinião, elas não seriam dialetos, mas apenas padrões de escrita diferentes para uma mesma língua) sob o título "Norueguês" simplesmente.
As categorizações continuariam; apenas os verbetes que ficariam mais "enxugados". Por que ter, por exemplo, no verbete tennis cinco seções (uma para cada um dos dialetos do romanche), se podemos criar uma quadro e indicar que a forma dessa palavra é a mesma?
Claro, só faríamos isso se for para simplificar. Se o resultado começar a ficar confuso demais, aí teríamos que fazer de outra maneira. E também essa solução só serviria para quando os dialetos de uma língua (ou línguas de um grupo) tiverem um vocabulário muito semelhante (não seria o caso, acredito eu, do sorábio alto × sorábio baixo ou do polonês × silesiano).
189.73.190.214 20h29min de 6 de agosto de 2009 (UTC)

Diabo e Santo continua a mostrar o seu caráter

Quero chamar a atenção da comunidade para o que se passou com o artigo concerteza:

  1. o artigo foi criado a 14 de maio de 2009 por um tal Usuário:Nkongo, que tudo indica ser um dos "heterónimos" do Usuário:Diabo e Santo (quem tiver dúvidas, espreite as contribuições do tal Nkongo, tão parecidinhas com as do mestre...)
  2. hoje, dia 2 de agosto de 2009, o "anónimo" 85.246.156.144 vandalizou o artigo, declarando que a palavra não existe...

De fato, ela não existe, é um erro ortográfico – mas o artigo foi criado, tudo o indica, pelo próprio Diabo e Santo.

Diabólico, não vos parece?

Entretanto, como é erro ortográfico, propus o artigo para ER. – Cadum 20h33min de 2 de agosto de 2009 (UTC)

O Diabo sempre vem à Esplanada usando seus IPs ou milhares de usuários e coloca textos soltos, sem sentido e sem assinar. Não vejo porque devemos manter estes textos que não acrescentam, antes atrapalham e poluem o espaço público aqui do wikcionário. Eu tenho retirado textos dele sem sentido como links de site e textos soltos (usados para agredir indiretamente). Meu objetivo não é impor minha vontade ou fazer guerras, mas sim manter um mínimo de ordem (o que este usuário adora por à toda prova). Se a comunidade achar que devemos manter tais textos eu paro. --Jesiel通信 00h25min de 3 de agosto de 2009 (UTC)
Mas claro que pode continuar a lutar contra os vandalismos dele!
Eu estou em contato com o pessoal da Fundação para ver se tem jeito de bloqueá-lo "na fonte". Mais informações depois.
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 09h51min de 3 de agosto de 2009 (UTC)

Não queria voltar a mexer nisso, mas ontem eu finalmente recebi uma confirmação do pessoal do MetaWiki sobre as diabruras de nosso colega deposto e acho que todos têm o direito de saber o resultado. Mesmo eu que sou um especialista em "assuntos infernais" tive algumas surpresas... Boas leituras!

--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 20h20min de 6 de agosto de 2009 (UTC)

Parâmetros de inclusão

Já temos uma página que define quais páginas são relevantes para esse projeto? Quais siglas iremos catalogar?? Siglas de partidos políticos são aceitas?? E os topônimos, todos serão aceitos? Incluindo nomes de ilhas, comunas, etc.??? E precisamos definir já a questão dos antropônimos pois são muitos os que esperam para serem tirados da lista de páginas sem categoria. --Jesiel通信 03h42min de 3 de agosto de 2009 (UTC)

Eu acho que tenho que deixar de ser preguiçoso e traduzir aquela página do wikcionário inglês... :-)
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 09h51min de 3 de agosto de 2009 (UTC)

Pedido de opinião

Olá! Eu propus a mudança da aparência desta predefinição e gostaria de receber a opinião da comunidade na página de discussão da predefinição. Obrigado. --Jesiel通信 18h43min de 4 de agosto de 2009 (UTC)


Desafio aos especialistas do software wiki
O ideal, o que eu gostava de ver implementado aqui no Wikcionário lusófono, é algo como o que tem o Ciberdúvidas – um "comutador" entre acordos ortográficos. Reparem no canto superior direito de qualquer página – podemos optar por ver a página com a ortografia anterior ao AO ou de acordo com o AO.
Será que isso é possível por aqui?
Seria muito melhor do que qualquer etiqueta, não concordam?
Eu lembro de (o Luan?) programarem duas versões de certas páginas, uma para os editores que se registam como PtPB e outra para os restantes... Ou será que sonhei?
Confio nos especialistas. Boa sorte. – Cadum 20h40min de 4 de agosto de 2009 (UTC)


Acho que isso é um trabalho de gigantes. Não sei nós, como usuários, poderiamos fazer algo assim. Lembro-me que a poucos meses na Wikipédia ressurgiu uma prposta de cisão entre Wikipédia português brasileiro e Wikipédia português europeu, e como essa proposta foi negada sugeriram a criação de um sistema, muito parecido com esse, para alterar entre a versão do artigo em PE e PB... Na hora, pelo que me lembro, ninguém quis comentar, ou seja, não disseram se era possível ou não, mas que seria trabalhoso, seria. Pois todos os artigos teriam que ser redigitados ou digitados duas vezes. Trabalho de gigantes!! Bem, espero comentários de editores mais "experts" que eu. --Jesiel通信 21h13min de 4 de agosto de 2009 (UTC)
Olá Cadum!
Como disse o Jesiel, é um trabalho imenso. E as duas versões teriam que ser mantidas. Num site "fechado" como o Ciberdúvidas é até possível controlar isso, mas aqui não tem muito jeito, não.
Além do mais, aquelas palavras vão logo parar de ser usadas (como pharmácia já parou de ser usado depois de um dos AOs anteriores), não vejo muito porque gastar nossas energias num projeto desses. Prefiro muito mais que gastemos esses recursos para matar os muitos órfãos que temos por aqui, por exemplo...
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 00h33min de 5 de agosto de 2009 (UTC)


Desculpem, expliquei-me mal. O que eu defendo é:

  1. que no conteúdo dos artigos se vá alterando a ortografia (por enquanto apenas a de PtPB...) de modo a ficar conforme o AO. Eu tenho tentado escrever já pós-AO, mãs não tenho corrigido de forma sistemática. (Nos artigos que fossem sendo postos de acordo com o acordo, poderíamos pensar em colocar um "carimbo" de conformidade como a Wikipédia tem.)
  2. a dualidade comutada pelo tal botão Pré-AO/Pós-AO seria apenas em relação ao título do artigo e, eventualmente, à predefinição GrafiaPtpt ou GrafiaPtbr, para que se visse como era antes...

Não vejo vantagem nenhuma, antes pelo contrário, em manter no conteúdo dos artigos a ortografia pré-AO.

Espero ter sabido, desta vez, explicar a minha ideia – que é, parece-me, de baixo índice de consumo de energia. – Cadum 13h06min de 5 de agosto de 2009 (UTC)

Problemas com a predefinição Navbox

Hoje reparei um problema com essa predefinição, o canto superior esquerdo onde deveria aparecer os links v • d • e (ver, discussão e editar, veja exemplo em w:Predefinição:Biografias) sumiram e agora aparece uns códigos, veja em Predefinição:Sistema reprodutor/pt (clique em expandir). Não faço a mínima ideia do que aconteceu, tentei olhar nas predefinições ligadas a esse mas não encontrei nenhum erro. Alguém sabe em que predefinição base se encontra esses links "v • d • e" ou consegue corrigir esse erro?? --Jesiel通信 00h16min de 5 de agosto de 2009 (UTC)

Mea culpa, mea maxima culpa!
Já consertei.
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 00h24min de 5 de agosto de 2009 (UTC)
Oh, ありがとう!!! Mas, só por curiosidade, o que tinha acontecido? --Jesiel通信 00h33min de 5 de agosto de 2009 (UTC)
Uma besteirinha: eu mexi na Predefinição:transclude e coloquei uma categoria fora do <noinclude></noinclude>...
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 00h36min de 5 de agosto de 2009 (UTC)

Moção de páginas da Wikipédia (Continuação)

(para ver antecedentes deste comentário ver arquivo de Julho)

Claro, sem problema. Na verdade, muita coisa está repetida e não se vai aproveitar tanto assim. Da primeira dezena de verberes de lá que revi só consegui o suficiente para criar uma entrada nova aqui: entrave. Julgo que ficou conforme o Livro de Estilo daqui. Cps, EuTugamsg 01h15min de 5 de agosto de 2009 (UTC)

Box de notícia

Olá. Hoje eu criei, a partir da versão da Wikipédia, a box de "notícias da comunidade" (Predefinição:Box). Essa predefinição é muito útil por permitir que usuários que não acessam regularmente, ou que ficaram muito tempo sem acessar, o Wikcionário possam saber das decisões, votações, discussões, consensos, nomeações, desnomeações, etc., ocorridas aqui. Já temos a nossa página de notícias, que está meio abandonada, mas essa box permite uma vizualização mais dinâmica. E, bem, a box foi feita para ser colocada nas páginas de usuário. Eu coloquei algumas poucas notícias lá, quem souber mais decisões, votações, consensos, etc., desse ano coloque lá, por favor. Bem é isso. Algum comentário, crítica, proposta? --Jesiel通信 02h31min de 6 de agosto de 2009 (UTC)

Parabéns pela iniciativa! Quanto à página de notícias estar meio abandonada, bem, é verdade, a comunidade parece não dar muito importância a ela. Vamos ver se com essa predefinição a gente passar a atualizar mais frequentemente...
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 17h29min de 6 de agosto de 2009 (UTC)

re:Removing admin privileges from a user

Hello ValJor, removing the sysop rights can only be done by a steward (except on Meta), You can open a request at srp, if it is urgent (because the user vandalizes for example) You can also ask in {{channel|wikimedia-stewards}} for help. But this case does not look urgent at the moment, he did not edit there since 23rd july, so only a request at srp with a link to the local desysop voting is ok, if You disagree or if he worsens his behaviour You can of course contact us again before the voting has ended. Best regards, --birdy geimfyglið (:> )=| 11:07, 26 July 2009 (UTC) o comentário precedente não foi assinado por Diabo e Santo (discussão • contrib.) 21h29min de 6 de agosto de 2009

Pedido de utilização do semi-bot AutoWikiBrowser

Olá, pessoal. Bem, parece que eu sou o primeiro a fazer esse pedido. Eu desejo usar um programa externo de edição em massa desnvolvido especialmente para os projetos wiki. Esse programa permite edições programadas em massa, e facilita muito o trabalho de recategorização, substituição de palavras (erradas ou com inicial maiúscula), enviar mensagens em massa para os usuários, correções, enfim, tudo o que envolva trabalhos de grandes proporções. Para eu poder usar o programa, o meu nome de usuário deve constar nessa página que só pode ser editada por administradores (logo, os administradores não precisam fazer esse pedido). Como eu sou o primeiro a fazer esse pedido, há coisas que ainda precisam ser decididas. Esse programa pode ser usado tanto para construir, quanto pra vandalizar. Portanto, precisamos decidir os requisitos mínimos. Na wikipédia os requisitos são os seguintes:

* Mais de 500 edições no domínio principal
* A votação dura 1 semana
* Para ser aprovado:
**Mais de 75% dos votos a favor.
**Numero mínimo de votos é 5.

Como o número de usuários ativos aqui no wikicionário é bem reduzido, proponho que o numero mínimo de votos seja reduzido a 2, e que se mantenha o resto. O que acham? Bem, como eu sou o primeiro, se for aprovado, eu posso servir como experiência e depois poderiamos ir mudando as regras.

Se alguém mais se interessar, depois, eu posso ensinar como baixar o programa e utilizar também. Já adianto que eu tive que baixar uns 2GB de arquivos. Faz meses que pretendia usar esse semi-bot, mas só agora consegui baixar o pacote completo.

Bem, se concordarem com as regras de elegibilidade acima, eu abri meu pedido nessa página, e depois que decidirmos as regras, peço que votem. --Jesiel通信 05h06min de 8 de agosto de 2009 (UTC)

Não seria melhor criar outra conta para usar como bot? --Lipediga! Paraná 23h14min de 8 de agosto de 2009 (UTC)
De qualquer jeito tem que pedir permissão. Bem, como esse programa é semiautomático, não há a necessidade se criar uma conta bot, que são destinadas aos programas que funcionam de forma totalmente automática. Pra mim seria desconfortável ter que ficar relogando pra usar o AWB e depois ter que esperar ele terminar de trabalhar para voltar a editar o Wikcionário. E, bem, se o probelma for o número de edições, é só colocar um aviso na págiana de "usuários por edições" que eu faço uso do semi-bot. O usuário Luan, também aqui usava o AWB em sua conta normal, e na pédia não é necessário criar conta bot. --Jesiel通信 23h24min de 8 de agosto de 2009 (UTC)
Não, não por isso. Eu pensava que ele não poderia funcionar parelelamente às edições comuns. --Lipediga! Paraná 04h16min de 9 de agosto de 2009 (UTC)

Bem, como ninguém se interessou em definir as regras para a utilização do AWB, estou colocando na página deste as mesmas regras da wikipédia, com a diferença do número mínimo de votos que eu vou por 2.

* Mais de 500 edições no domínio principal
* A votação dura 1 semana
* Para ser aprovado:
**Mais de 75% dos votos a favor.
**Numero mínimo de votos é 2.

--Jesiel通信 00h44min de 11 de agosto de 2009 (UTC)

As regras parecem adequadas. --Lipediga! Paraná 19h48min de 11 de agosto de 2009 (UTC)
Ah, obrigado por comentar. No futuro, se houver necessidade, podem mudá-las. --Jesiel通信 04h13min de 12 de agosto de 2009 (UTC)
Parece bem. Vai em frente. Malafaya 16h40min de 14 de agosto de 2009 (UTC)

Bem, enfim, decide criar uma conta bot, mesmo, para usar o AWB. Não me sentiria bem em ser o primeiro da lista de edições por usuário apenas utilizando o programa. Vou adicionar minha conta bot à página de usuários com permissão para usar o AWB. --Jesiel通信 23h20min de 14 de agosto de 2009 (UTC)

Critérios para inclusão

Olá Pessoal!

Finalmente terminei a primeira versão da tradução do texto do wikcionário anglófono sobre critérios para inclusão. Dêem uma olhada e façam as melhorias que forem necessárias. Discussões sobre o conteúdo da política devem ir na página de discussão correspondente.

Note que por agora vamos apenas discutir o conteúdo da página. Mais tarde, quando o conteúdo tiver estabilizado, passamos à votação.

--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 18h26min de 10 de agosto de 2009 (UTC)

Olá Pessoal!
Eu escrevi aí acima que passaríamos para a votação após a fase de discussão, mas considerando que não houve grandes diferenças de opinião, penso que podemos implementá-la diretamente sem votação. Se alguém discordar e fizer questão da votação, por favor manifeste-se. Eu pretendo transformar aquela página em política durante o final de semana se não houver vozes contra.
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 17h58min de 21 de agosto de 2009 (UTC)
Por mim, tá tudo ok. Se forem precisos pequenos ajustes, vão-se discutindo posteriormente. Aproveito para mencionar que a Lingua Franca Nova não está abrangida pela política mas há verbetes (alguns inseridos por mim, outros pelo Anónimo Noctívago) aqui no Wikcionário. Esta língua está oficialmente presente pelo menos no en.wikt. Malafaya 18h56min de 21 de agosto de 2009 (UTC)
Também tem Categoria:Verbete com pronúncia (Toki Pona), esta não existe no en.wikt e o código ISO utilizador tok não é oficial. Malafaya 22h01min de 21 de agosto de 2009 (UTC)
O Wikcionário francês também permite a inclusão de palavras em Língua Franca Nova. Malafaya 17h14min de 22 de agosto de 2009 (UTC)

Directrizes para burocrata

Conforme estava aí acima, na discussão das directrizes para administrador, coloquei na página Pedidos de burocracia uma proposta de directrizes – que antes estavam estranhamente ausentes.

Agradeço críticas e sugestões de acrescentos e/ou cortes. – Cadum 19h28min de 14 de agosto de 2009 (UTC)

Icon yes.png Concordo com o texto proposto. Parece-me de bom tamanho. --Jesiel通信 19h51min de 15 de agosto de 2009 (UTC)
Como ninguém se opôs, vou retirar a cor no texto, lá na página, e tornar efetivas as normas. – Cadum 15h46min de 31 de agosto de 2009 (UTC)

Occitano e Provençal

Reparei na existência das categorias Categoria:Occitano e Categoria:Occitano/Provençal bem como as respectivas sub-categorias. Qual a razão da existências destas 2 categorizações? Conseguiria perceber (apesar de não saber se correcta) a distinção entre Occitano e Provençal, mas a categoria Occitano/Provençal gera ambiguidade na categorização de palavras. Alguém sabe? Malafaya 19h40min de 15 de agosto de 2009 (UTC)

Eu não conheço nada dessas línguas, mas, uma vez, quando estava criando um verbete a partir do verbete em inglês que tinha a seção {{oc}}. Aqui no wikcionário essa predefinição gerou "Occitano". Logo, eu classifiquei a palavra na Categoria:Occitano/Provençal. Se decidirem acabar com essa categoria, têm de mudar também essa predefinição. --Jesiel通信 19h49min de 15 de agosto de 2009 (UTC)
A sensação que tenho é que alguém catalogou a língua como sendo Occitano/Provençal enquanto outrém usou apenas Occitano. Daí a duplicação. Nesse caso, deveríamos optar por um e manter-nos com essa opção. Malafaya 22h48min de 15 de agosto de 2009 (UTC)
P.S.: Por falar em Occitano, alguém acabou de escrever na discussão da Página principal que o Wikcionário Occitano superou as 10.000 entradas. Malafaya 22h50min de 15 de agosto de 2009 (UTC)
Já adicionei. :) --Jesiel通信 23h14min de 15 de agosto de 2009 (UTC)
Relançando esta discussão, já que tive de acrescentar mais um verbete a estas categorias: se ninguém atualmente sabe o porquê dessa duplicação de categorias, talvez seja mesmo um erro (da mesma forma que {{pl}} gera Polaco/Polonês mas as categorias têm apenas (Polonês)). Posso propor a fusão das mesmas. Quais as preferências: Occitano ou Occitano/Provençal? Malafaya 15h58min de 17 de agosto de 2009 (UTC)

Eu prefiro que fique Occitano, por causa da predefinição. Facilitaria para os seres que nada conhecem dessa língua. --Jesiel通信 16h01min de 17 de agosto de 2009 (UTC)

Mais informação: as categorias Occitano/Provençal parecem ter sido criadas pelo EusBarbosa em 2005. Já as Occitano, foram criadas em 2009 por um anónimo que por vezes aparece aí criando categorias. Ele não deve ter reparado nas Occitano/Provençal. É, talvez se mantenha mesmo o Occitano/Provençal.
P.S.: vale a pena levar a votação esta questão ou assume-se já que será para mudar? Valdir? Cadum? Outros? Malafaya 16h16min de 17 de agosto de 2009 (UTC)
Ainda poderia ter dúvidas se fosse para apagar uma categoria criada pelo meu amigo EusBarbosa, mas, assim não sendo: força!, avante!, a todo o vapor! – Cadum 17h11min de 17 de agosto de 2009 (UTC)
Não penso que precise levar para votação. Façamos o que for mais fácil, o que neste caso parece ser manter as categorias mais antigas e fundir as mais novas com aquelas.
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 17h15min de 17 de agosto de 2009 (UTC)
OK. Vou avançar com isto então. Malafaya 13h12min de 18 de agosto de 2009 (UTC)
Gente, encravei! Encontrei este verbete annada que me levou à predefinição {{-prv-}}. Isto leva a crer que existem de facto 2 línguas distintas: ou seja, Occitano não é exatamente o mesmo que Provençal, já que há dois códigos ISO 639 distintos. Nesse caso, talvez devamos ficar com as categorias Occitano e eliminar as Occitano/Provençal? Malafaya 13h44min de 18 de agosto de 2009 (UTC)
Volto ao ataque: após um pequena pesquisa, encontrei que o SIL retirou o código do Provençal em 2007. Ao que parece, anteriormente a esta alteração, o Occitano era uma macrolíngua e o Provençal um língua individual. Após 2007, o Occitano passou a ser língua individual e o Provençal fundido naquela. Sendo assim, talvez seja de fundir todos os vócabulos em Provençal com os de Occitano. O que acham? Isto tá complicado! Malafaya 13h52min de 18 de agosto de 2009 (UTC)
Li um pouco mais sobre o assunto: o Occitano é composto por variedades dialetais, uma das quais é o Provençal (outras: Lemosin, Gascão, Auvernhat...). Assim sendo, porque deveremos apor ao nome da língua uma das variedades dialetais? As outras são tão relevantes quanto o Provençal. No entanto, dá a ideia de que damos mais valor ao Provençal dentro da língua. Mais nenhum Wikcionário (dos que vi) menciona Provençal (ou qualquer outro dialeto) na classificação do Occitano. Neste momento, sinto-me mais inclinado para:
  • Usar as categorias Occitano e remover as Occitano/Provençal, já que não faz sentido incluir no nome um dialeto em detrimento doutros.
  • Remover todas as referências ao Provençal como língua (traduções, verbetes). Será usado Occitano. Pode-se incluir uma nota que refere ser usado no dialeto provençal.
  • Eliminar as categorias do Provençal já que não possuímos categorias para dialetos (o próprio código ISO prv deixou de existir).
Que acham? Estou em pulgas para arrumar isso de vez. Malafaya 14h33min de 18 de agosto de 2009 (UTC)
Como você tem mais conhecimento, e está pesquisando bem, o que você decidir eu concordo. Só reofrço que optando-se pela categoria:Occitano deve-se também mudar a predefinição {{oc}}. --Jesiel通信 18h07min de 18 de agosto de 2009 (UTC)
Precisando de uma mãozinha do AWB, é só pedir. --Jesiel通信 18h20min de 18 de agosto de 2009 (UTC)
Certo, a designação Provençal seria totalmente removida de categorias e predefinições, podendo ficar como nota nos verbetes. E se calhar precisarei mesmo do AWB... Malafaya 18h23min de 18 de agosto de 2009 (UTC)
Apenas para não "esconder nada" :), afinal encontrei algo com Provençal apesar de ser um vocábulo igual ao definido como "Occitano convencional" no Wikcionário francês: ver fr:octòbre. Malafaya 09h15min de 19 de agosto de 2009 (UTC)

Consulta informal sobre a secção "camonismo"

Proponho aqui a remoção das secções "camonismo" bem como a exclusão da sua categoria (quando todas as secções forem removidas). Eu mesmo me proponho a fazer esse trabalho e já colocar nos conformes os artigos com essa secção, com a ajuda do AWB. Os motivos básicos para essa proposta são: a falta de utilidade da secção e os problemas que o idealizador causa à comunidade sempre mexendo, mudando, remexendo e remudando essa secção ao seu bel-prazer. Sei que essa decisão já foi tomada tempos atrás, mas podemos agora rever os ânimos quanto a essa questão. Essa é uma consulta informal, ou seja, se houver o consenso a favor, faremos, se for contra, deixamos. Não havendo um consenso claro podemos propor uma votação. --Jesiel通信 12h13min de 16 de agosto de 2009 (UTC)

A favor
  1. Jesiel通信 12h15min de 16 de agosto de 2009 (UTC)
Contra
Abstenções
  1. Malafaya 12h48min de 16 de agosto de 2009 (UTC)
  2. Lipediga! Paraná 15h58min de 19 de agosto de 2009 (UTC)
Comentários

Bem, gostaria de lembrar a todos que essa secção é uma "pedra no sapato" de todos. Sempre que o idealizador dela quer se divertir, ele vem ao Wikcionário e começao por mexer nos artigos que a contém, sempre fazendo algo para incomodar todos. Ele acha que essa secção é praticamente "dele", e que ele pode fazer com ela o que tiver vontade. Além disso, ele já havia começado um trabalho de remover as tais secções tempos atrás. Realmente, não vejo utilidade prática nela para um dicionário além de ser uma citação. Mas citar todas as frases dos Lusíadas em que a palavra aparece é um tanto inútil. Bem, aguardo outros pontos de vista. --Jesiel通信 12h22min de 16 de agosto de 2009 (UTC)

Apesar de não considerar muito útil a descrição exaustiva de todos os versos com palavras usadas por Camões nos Lusíadas, acho interessante no entanto que as mesmas se encontrem marcadas. Na prática, não me oponho à remoção da secção "Camonismo" mas acho que deveremos manter o verbete na categoria adequada. Já agora aproveito para propor que se renomeie "Categoria:Camonismo (Português)" para apenas "Categoria:Camonismo", a não se que se pretenda colocar na categoria palavras de outras obras de Camões, nomeadamente as escritas em castelhano. Malafaya 12h48min de 16 de agosto de 2009 (UTC)

Então se se apagasse as secções e mantesse a categoria aí você concordaria?? Pra mover a categoria teria que mexer em todos os verbetes que a contém, eu poderia ir fazendo isso enquanto fosse removendo os camonismos. --Jesiel通信 16h03min de 17 de agosto de 2009 (UTC)
Sim, mas essa é apenas a minha opinião. Os outros deveriam também pronunciar-se. Malafaya 16h06min de 17 de agosto de 2009 (UTC)
P.S.: Jesielt, se for para executar essa operação, não esquecer que há meia dúzia de verbetes que usam a predef. {{camonismo}}. Nestes casos, será preciso adicionar manualmente a categoria já que esta está na predefinição. Malafaya 16h18min de 17 de agosto de 2009 (UTC)

Bem, não é segredo para ninguém minha posição quanto aos camonismos... Se dependesse de mim essa seção nem teria sido criada. Mas nesse ponto eu vou com o que a maioria decidir. Se a decisão for retirar completamente essas seções, eu até posso ajudar, quando encontrá-las por acaso nas minhas andanças pelo wikcionário. Se for para mantê-las, prefiro não me meter nesse trabalho. Já tenho bastante tranqueiras do D&S para consertar...

--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 17h19min de 17 de agosto de 2009 (UTC)


A minha opinião é a de que não devemos mexer por enquanto nesse assunto. Por várias razões:

  1. Eliminando o camonismo não eliminamos o problema Diabo e Santo – apenas o deslocamos para outra qualquer secção que ele comece a vandalizar.
  2. Temos que enfrentar o desconforto que o D&S vai provocando até que ele se canse e nos largue a porta ou até que sejam tomadas medidas "técnicas" suficientemente eficazes (não sei se é possível...).
  3. Quando tudo estiver mais calmo, mesmo quando as nossas cabeças tiverem esfriado e não houver esta aversão ao camonismo – então, e só então, teremos condições para decidir o que lhe fazer.
  4. Tanto quanto sei (alguém pode esclarecer, já que na altura eu estava de "férias"?), este assunto terá sido aprovado explicitamente por um grande contribuidor deste projecto: o EusBarbosa. Ele deve merecer-nos, pelo menos, uma pausa até que se pronuncie.
  5. Finalmente, não esqueçamos que, apesar de tudo, está ali um montão de trabalho. Com ponderação talvez até achemos a forma ideal de aproveitar tudo aquilo...

Já agora, quero esclarecer que, apesar das várias acusações que o meu diabólico compatriota me fez, nunca antes me havia pronunciado (nem a favor, nem contra) sobre este tema. – Cadum 17h29min de 17 de agosto de 2009 (UTC)

Certo. Posso afirmar também que se as coisas acalmarem com esses Camonismos, se deixarem de ser motivo de guerra de edições, por mim eles também podem ficar. Afinal, o grosso do trabalho está feito. Malafaya 22h34min de 17 de agosto de 2009 (UTC)


A minha opinião é de que a seção camonismo é totalmente inútil. O problema D&S era apenas um motivo. Não tenho "sede de vingança" e não estava fazendo argumentum ad hominem. E não vejo motivos para deixar uma coisa simplesmente porque ela já está feita. Além dessas seções serem inúteis e feias, ainda deixam as páginas mais pesadas. Se não vemos forma ideal de se aproveitar aquilo agora, porque veriamos no futuro? Por mim, deveriamos abrir uma votação logo (e convidar os editores citados a votar). --Jesiel通信 14h48min de 19 de agosto de 2009 (UTC)
A seção de fato não tem justificativa... do contrário não haveríamos nós de manter uma lista de ocorrências e contagem de palavras de todas as obras literárias de grande relevância? Não apenas em português... seria lógico, para manter uma coerência, citarmos ocorrências de palavras no Beowulf para o inglês antigo, no Kalevipoeg para o estoniano, na Kalevala para o finalndês, entre outros. Então nos verbetes, os camonismos realmente não cabem.
Mas talvez valesse mantê-los, na seção de apêndices... pois não é uma informação de todo descartável. --Lipediga! Paraná 15h58min de 19 de agosto de 2009 (UTC)
Não há como fazer um apêndice para colocar essas seções. Seria mais fácil colocar os Lusíadas inteiro e pedir para o usuário dar "ctrl + f" e procurar quantas vezes a palavra citada aparece. No en.wikt há uma aba especial para se colocar "citações", se houvesse algo parecido por aqui... Como não há um consenso claro sobre isso, acho que o melhor é abrir logo uma votação. --Jesiel通信 16h46min de 19 de agosto de 2009 (UTC)
Nós temos um Apêndice:Os Lusíadas com o Canto I. Nele há um link para a obra no wikisource. Não penso que devamos repetir aqui o conteúdo do wikisource.
Quanto à votação, sou da opinião do Cadum: não há pressa em decidir isso. Se decidirmos isso hoje ou daqui dois meses, não perdemos grande coisa. Que tal esperarmos um pouco até o turbilhão principal passar e as coisas se acalmarem?
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 16h53min de 19 de agosto de 2009 (UTC)
A informação que está em alguns verbetes é complementar e pode vir a ajudar alguém que queira saber a quem ou a que local se referia Camões quando usava uma palavra entretanto caída em desuso e cujo conhecimento fará sentido a uma frase.
Provavelmente, antes de se ter inventado a roda ela não existia, não é Jesielt? Aquilo que ainda não sabemos será o que descobriremos amanhã.
Já dei a minha opinião, vou uma semana de férias e nem vou mesmo pensar em camonismo... Um abraço a todos. – Cadum 17h34min de 19 de agosto de 2009 (UTC)

Por mim retirava toda essa parte de camonismo mesmo. Uma boa pedidda seria transformá-la em exemplos das definições. Luận Bandeira da Bahia.svg fala ! 02h52min de 31 de agosto de 2009 (UTC)

Nova votação para o logotipo do Wikcionário

Fiquem atentos a uma nova votação para o logotipo do Wikcionário que começará em breve. Por equanto ainda está havendo algumas discussões sobre como a votação será realizada. Lembrando que é necessário ter uma conta no Meta-Wiki para votar. -Diego UFCG 20h38min de 17 de agosto de 2009 (UTC)

A página de votação. -Diego UFCG 20h39min de 17 de agosto de 2009 (UTC)

Gostei do #1. :) --Jesiel通信 18h29min de 18 de agosto de 2009 (UTC)
Também gostei do 1º. --Lipediga! Paraná 16h18min de 19 de agosto de 2009 (UTC)

Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada

Olá a todos!

Citação: Logo aí acima o Cadum escreveu: «Eliminando o camonismo não eliminamos o problema Diabo e Santo – apenas o deslocamos para outra qualquer secção que ele comece a vandalizar.»

Palavras mais verdadeiras nunca foram ditas. Pois vejam as últimas do D&S:

  1. na semana passada ele acrescentou diversos verbetes de obscenidades em cabo-verdiano; note que esses verbetes continham somente a tradução em português e nada mais, não tinham nenhuma estrutura;
  2. ontem ele criou ou alterou verbetes para indicar que malafaia é o mesmo que malfeitor; isso era obviamente um ataque a nosso colega Malafaya;
  3. hoje ele criou diversos verbetes relativos a "jogar pérolas aos porcos", o que é um ataque sutil à comunidade como um todo;
  4. ainda hoje ele chamou a língua portuguesa do Brasil de "crioulo brasileiro" em um de seus verbetes;

Por essas e por outras, penso que é tempo de banirmos esse indivíduo de nosso convívio. Infelizmente, não há maneira técnica de fazermos isso. Vamos ter que ir bloqueando à medida que seus vandalismos forem acontecendo.

O meu ponto em escrever este texto é simplesmente de avisar à comunidade que vou começar a bloqueá-lo assim que vir a primeira manifestação da participação dele no projeto, mesmo que não seja vandalismo propriamente dito. Penso que já passamos todos os limites de paciência, agora é hora de agir prontamente.

Se houver um "homem bom" que discorde de minha opinião, eu voltarei atrás em minha decisão, mas penso que já deixamos por tempo demais o mal sem punição.

--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 13h36min de 19 de agosto de 2009 (UTC)

Valdir, enfim, não tenho grandes argumentos para discordar da atitude que pretendes tomar: estamos no limite e perdemos atualmente mais tempo a arrumar a bagunça do que a criar material com alguma qualidade.
Deixa-me só defender o D&S neste aspecto: confirmo noutros dicionários que malafaia em gíria de um qualquer lugar (eu, pessoalmente, nunca ouvi) tem o significado de biltre, patife, indivíduo de mau caráter e quaisquer outros atributos "menos bons": não é invenção do D&S. Apesar disso, asseguro que não me senti nem minimamente incomodado com essa "subtileza" do D&S. Até achei humoroso. Ademais, apesar de ele já ser um veterano e saber minimamente como se criam entradas no Wikcionário, e insistir em criar esboços do pior que há, mostrou-se receptivo às "dicas" que eu lhe ia facultando para melhoria e fornecimento de informação (ele próprio demonstrou a validade do verbete fola báka). Malafaya 13h53min de 19 de agosto de 2009 (UTC)
Primeiro "vandalizaram" 5000 artigos do camonismo por uma estupidez congénita de centralismo; segundo não deixam recuperar o que ainda é recuperável e querem manter a todo o custo a m... que fizeram; terceiro olhem para os homens bons que dizem ser e expliquem onde é que a comunidade votou que os camonismos teriam que ser alterados ou, melhor ainda, onde é que a comunidade votou e aprovou que o <br> e Image:Button bon article.png não podem ser utilizados. Enquanto não responderem a isto não há outra saída senão mandá-los ir t... em nome do «Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada» . Não é por os tus dizerem que são bons que passam a ser bons. o comentário precedente não foi assinado por 85.246.140.145 (discussão • contrib.)
O D&S é um "TROLL" (letras garrafais) e não um vândalo vulgar. Ele ataca aos usuários fazendo coisas que, a primeira vista, podem não dar motivos a um bloqueio. Por isso, acho justa a posição do Valdir e apoio. --Jesiel通信 14h54min de 19 de agosto de 2009 (UTC)
P.S.: Não caiam nessa de "vandalizaram os camonismos". Foi ele mesmo que o fez, para criar um motivo de revolta e tentar justificar seus atos. --Jesiel通信 14h56min de 19 de agosto de 2009 (UTC)
Ó caro D&S, ninguém votou que o Image:Button bon article.png e o BR não são para serem usados (são sem dúvida desaconselhados, pelo menos no que trata do BR), mas também ninguém votou o contrário. Se acha que o BR está bem, também há quem ache que a ausência dele está bem. Não se trata de decisões comunitárias (mas que se podem fazer). Dizer mal de quem os tira dá razão a que se diga mal de quem os põe também. Malafaya 14h59min de 19 de agosto de 2009 (UTC)
P.S.: inclusivamente, já me ofereci para o ajudar com assuntos técnicos relativos a esse assunto. Não me respondeu afirmativamente. Penso que não quer ser auxiliado mas quer manter-se nessa posição do "tem que ser assim porque é assim que eu quero". Malafaya 15h05min de 19 de agosto de 2009 (UTC)


Primeiro - Como queres que eu dialogue quando primeiro mandas o puto dos calções com os fundilhos rotos bloquear-me? Só por curiosidade, o puto cumpriu os requisitos estabelecidos quando me bloqueou?

«Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada»
«Dizer mal de quem os tira dá razão a que se diga mal de quem os põe também.»
«inclusivamente, já me ofereci para o ajudar com assuntos técnicos relativos a esse assunto»


Não percebo essa do «ajudar com assuntos técnicos», mas tu sabes que eu sei que tu sabes que, bem ou mal, o camonismo foi iniciado em 04 de Setembro de 2007 muito, mas muito antes mesmo, do "fundilhos rotos" aparecer por aqui apadrinhado pela ValJorge e apoiado pela tua pessoa e pelo Cadum. Tu, o Cadum e o ValJorge tiveram dois anos para emendarem os meus "erros" de edição, mas não o fizeram e depois o troll e o vândalo sou eu... Seus amigos da onça!
Em nome da paz neste projecto sugiro duas soluções (soluções técnicas aceitáveis):

  • i - a solução que exemplifiquei em Ítaco que vocês teimosamente não querem ver;
  • ii - eliminar a totalidade dos camonismos que, como estão, não servem para nada em termos de dicionários.
Um Verão assim não se repete...

--o comentário precedente não foi assinado por Diabo e Santo (discussão • contrib.)

Não sei se a totalidade da mensagem é para mim porque eu não mandei bloquear ninguém, apenar apresentei uma solução técnica para um problema técnico que outro utilizador tinha: o bloqueio de anónimos de IP dinâmico (no entanto, o Jesielt e o ValJor cumpriram os requisitos, dado que se tratava de um "pato", esse já avisado por várias vezes), por isso só vou responder à segunda parte. Se também esta não for para mim, ignore-se.
Eu não sei quando os Camonismos foram iniciados. A minha presença no Wikcionário, pelo menos até há pouco tempo, era esporádica e efémera. Aliás, veja-se a minha participação em discussões anteriores a junho deste ano: praticamente inexistentes (as minhas apenas mil e tal edições desde 2005 também o revelam).
Relativamente às soluções "técnicas", pois aqui vai:
  • i - parece-me interessante, tirando a parte dos comentários que fazem pensar com que intenção o "anónimo" está a fazer a edição. Como já deves ter percebido, a edição dos Camonismos tem ficado de certa forma congelada à espera de uma eventual decisão da comunidade e que o problema da "novela mexicana" se resolva. E a categoria "Camonismo"? Não pensas mantê-la? Talvez ao contrário da maioria, eu acho-a interessante, pois assinala termos d'Os Lusíadas.
  • ii - não me agrada a eliminação do trabalho todo que fizeste. Se, como dizes, o fazes desde 2007, puseste lá alma e suor. Prefiro a solução anterior: adição a fraseologia
Há uma terceira solução, baseada naquilo que tenho visto com aqueles célebres dicionários fraseológicos do Waltter: a criação de um sub-verbete apenas para a secção Camonismo da vocábulo. Seria incluído um link no verbete principal para quem quiser consultar: o verbete principal fica mais "limpo" e a informação do vocábulo n'Os Lusíadas (para quem quiser) está lá toda.
Os camonismos "completos" e "em progresso" podem-se sinalizar com uma categoria extra (i.e. "Camonismo (Incompleto)").
Diabo, respondo e comento com honestidade e sem atropelos as tuas questões. Espero que o faças da mesma forma, sem pérolas nem porcos. Malafaya 17h53min de 19 de agosto de 2009 (UTC)

Ok. Não falo mais em pérolas nem em porcos... Daqui para a frente só falo em "calhaus com olhos"!
Não vale a pena chorar mais sobre o leite derramado — se o fizestes ou não o fizestes é um problema teu, mas lá que o pareces teres feito isso parece; para mim de boas intenções está o inferno cheio
Mesmo que consigas repor os camonismos como estavam antes do Jesielt "marrar" com eles ainda faltará resolver a minha dignidade — já não tenho idade para aturar miúdos como o Jesielt nem pessoas como o ValJorge que não sabem viver e deixarem viver
Marcar as palavras que constam n'Os Lusíadas, indicar o número de ocorrências e as rimas utilizadas por Camões é apenas uma tarefa fastidiosa mas necessária para as tarefas que se iam seguir: adequar a significação da entrada aos significados dados pelo poeta porque como sabes melhor do que eu, Camões, no poema, consegue usar a mesma palavra com dez ou quinze significados diferentes; indicar a divisão silábica dos versos e marcar as sílabas tónicas; categorizar a flora, a fauna, a geografia, a história e as figuras gramaticais, etc., etc..
Paciência. Os calhaus com olhos não querem ver e com cegos por vontade própria não há nada a fazer. Como um dos últimos mercenários do Império Colonial Português já estou habituado a perder colónias e guerras...
Como vês, a única saída airosa para «o capítulo do dramalhão mexicano...» é simples — apagar todos os camonismos o mais rápido que conseguirem porque outras soluções acabam sempre por ser lixo debaixo do tapete com o rabo de fora e, se mudarem de idéidas, o que eu não acredito que o façam, a informação sempre pode ser recuperada .
A bem da língua oficial do Brasil, de Portugal, de Angola, etc. que é a mesma, mas já o mesmo não se pode dizer das línguas maternas.
Lamento que n'Os Lusíadas não conste qualquer feito dos Malafaias.
Pede ao ValJorge para me voltar a bloquear. Está bem?
--o comentário precedente não foi assinado por Diabo e Santo (discussão • contrib.)

Camões não menciona os Malafaya/Malafaia. Se quiseres um autor português que os mencione, tens Tomaz Ribas. E não, não "peço" ao ValJor para te bloquear. Ele bloqueará se achar que deve ser feito. Eu apenas pedi para desbloquear a tua conta quando reparei que ele a tinha bloqueado, e não terias forma de responder aqui. E tenho pena, porque acho que terias muito a dar ao projecto mas com a atitude que todos vimos aqui, tornou-se a todos difícil dialogar. Malafaya 00h18min de 20 de agosto de 2009 (UTC)

Categoria:Verbetes com pronúncia

Esta categoria contém várias categorias duplicadas. Exemplo Categoria:Verbetes com pronúncia (Occitano) e Categoria:Verbete com pronúncia (Occitano). Umas estão no plural, outras no singular. Alguém opina "em que direcção" normalizar? ;) Malafaya 00h22min de 20 de agosto de 2009 (UTC)

Segundo nossa política de nomenclatura de categorias "o nome das categorias deve estar sempre no singular".
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 02h08min de 20 de agosto de 2009 (UTC)
Nesse caso, a própria categoria mãe Categoria:Verbetes com pronúncia também está incorreta. Malafaya 08h59min de 20 de agosto de 2009 (UTC)
Olá André!
Você já foi ver no histórico quem foi o criador dela? ;-)
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 09h44min de 20 de agosto de 2009 (UTC)
Xi! 2005! Mea culpa! :). Então, concordamos, dada a política acima mencionada, que todas essas categorias devem ser movidas para o singular. Vou tomar nota dessa tarefa (já são tantas!). Malafaya 09h54min de 20 de agosto de 2009 (UTC)
Tenho a impressão de que me meti num trabalho hercúleo: à medida que vou mudando coisas, vão-me aparecendo cada vez mais plurais: Categoria:!Tarefas da Comunidade, Categoria:!Predefinições de manutenção... Malafaya 11h02min de 20 de agosto de 2009 (UTC)

"Purger"

Aparece para mim (após eu me logar) no topo de todas as página um botão com texto "purger" (sem fazer o longin não aparece). É bastante útil após editar uma página, porém percebi que o termo e seu texto informativo estão em francês (o texto informativo é "purger le cache de la page"). Não achei item correspondente nas mensagens de sistema... assim sendo, há alguma forma de traduzi-lo? --Lipediga! Paraná 06h44min de 23 de agosto de 2009 (UTC)

Olá Lipe!
Isso aí estava em MediaWiki:Gadget-OngletPurge.js. Eu o traduzi, veja se ficou melhor agora.
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 08h56min de 23 de agosto de 2009 (UTC)
Ah, agora está certo! Eu não sabia que esses gadgets eram editáveis como qualquer página... --Lipediga! Paraná 01h49min de 24 de agosto de 2009 (UTC)

se mover ou mover-se?

No artigo bouger eu traduzi como se mover. Mas estou na dúvida se já existe uma padronização no wikcionário (ou uma regra gramatical) se o correto não seria mover-se. Fredmaranhao 11h30min de 24 de agosto de 2009 (UTC)

"Se mover" só existe na língua coloquial. Na língua culta, o pronome oblíquo/relexivo nunca começa uma oração. Portanto, o correto é "mover-se". --Lipediga! Paraná 23h24min de 24 de agosto de 2009 (UTC)

Comportamento abusivo/insultuoso

(Registo de bloqueio); 23h51min . . ValJor (Discussão | contribuições) "Jesiela Nise (Discussão | contribuições)" () foi bloqueado. O bloqueio expira em indefinido (Comportamento abusivo/insultuoso)

Quem confirma que o comportamento foi abusivo ou insultuoso?
Posso pôr à votação a desnomeação do ValJor por actuação ditatorial e não cumprimento das regras estabelecidas?
Diabo e Santo 00h43min de 28 de agosto de 2009 (UTC)

Conforme o combinado, este usuário está banido do projeto por comportamento abusivo e insultuoso. Isso vale para todos os seus fantoches.
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 00h53min de 28 de agosto de 2009 (UTC)
Combinado com quem e quando? É só para perceber... Jtlopes
Bloqueando mais um fantoche...
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Não alimente o troll! ;-) 01h14min de 28 de agosto de 2009 (UTC)
Beleza. Fredmaranhao 02h46min de 3 de setembro de 2009 (UTC)