Wikcionário:Esplanada/Arquivo/2008/Maio

Origem: Wikcionário, o dicionário livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Boas novas := )

Conforme indicado em uma matéria da Agência FAPESP, está agora a nossa disposição mais o VOCABULARIO PORTUGUEZ & LATINO, de 1712-1728. É o tipo de coisa para se adicionar em Wikcionário:Bibliografia? Helder 23h42min de 24 de abril de 2008 (UTC)

Olá Helder!
Ok, acrescentei este link lá na bibliografia.
--Valdir Jorge fala! Canadá 10h00min de 1 de Maio de 2008 (UTC)

Pergunta do usuário Maciel51

É a primeira vez que procuro editar no Wikcionário. Alguém poderia me dar uma dica de como fazer a inserção de um verbete. Por exemplo, estaria certo eu escrever na Edição:

Português

Eirada

'Ei.ra.da Adjetivo gênero feminino

  1. definição
    "Égua velha que já pariu muitas crias."

Não sei como produzir o "Sumário" para este verbete. Como este verbete ainda não existe nos dicionários, faz-se necessário eu marcar como edição menor ou Observar este artigo?

o comentário precedente não foi assinado por Maciel51 (discussão • contrib.)

Olá Maciel!
Quando você se inscreveu no wikcionário, você recebeu uma mensagem de boas vindas com links para páginas importantes do nosso projeto. Lá tem um link para a página de ajuda geral, para a página do livro de estilo, um tutorial e muito mais. Vá lá ler que você vai encontrar tudo o que precisa e até umas coisinhas que nem faz idéia. Boas leituras!
E para a criação de verbetes, recomendo fortemente o uso da Predefinição:cria-verbete.
--Valdir Jorge fala! Canadá 22h21min de 2 de Maio de 2008 (UTC)

Exemption doctrine policy

Hello. As you might know, the Wikimedia Foundation approved a resolution concerning non-free images more than a year ago. The resolution says that unless Wikimedia projects create an exemption doctrine policy (EDP) for non-free images, all of those images shall be deleted by March 23, 2008 (which was few days ago). We'd now like to gather information from the projects about their exemption policies in one place so we can check their validity, and if images on those projects are in accordance with the Foundation's resolution. Your project is one of these we don't have information about, so it'd be great if you could add it to the page listing all EDPs, meta:Non-free_content. If you have any questions about the page or don't have an EDP yet and want one, you can use the appropriate talkpage on Meta or just contact me directly on Meta or by e-mail (however, please note that I'm just a volunteer and therefore not in a position to give any official advice).

If you don't have any EDP in place and don't plan to use one, it might be useful and effective for your project to disable local uploads entirely and use files from Wikimedia Commons only. This method has been used by many Wikimedia projects, notably Spanish and Swedish Wikipedia and English Wiktionary, and means you wouldn't have to deal with file licensing problems anymore; if you're interested in this solution, feel free to contact me for more information.

Thanks for your cooperation! Timichal 08h26min de 27 de março de 2008 (UTC)

Olá a todos!
Bem, como vocês podem ver acima, nós precisamos de uma resolução a respeito das imagens.
Se vocês quiserem, eu me proponho a ser o contato do nosso projeto com a WMF.
Minha posição quanto às imagens é que nós não precisamos de uploads locais e por isso não precisamos de uma EDP. Alguém contra? Alguém a favor? Alguém muito pelo contrário?
Por favor, manifestem-se em relação a isso. Dependendo de seus comentários, eu vou contactá-los dentro de três ou quatro dias.
--Valdir Jorge fala! Canadá 09h39min de 27 de março de 2008 (UTC)
Olá ValJor, concordo que não precisamos de uploads locais. Fica mais fácil gerenciar tudo pela Wikimedia Commons. Concordo também que você seja nosso contato, já que se dispôs tão prestativamente.EusBarbosa 01h24min de 31 de março de 2008 (UTC)
Olá a todos!
Citação: Timichal escreveu: «Hello, to disable local uploads, you first have to make a community vote to get consensus for the disabling, then, if the vote is successful, file a request in bugzilla [...]»
Bem, eu comecei uma votação sobre este assunto. Por favor vão lá votar e dar suas opiniões. Obrigado.
--Valdir Jorge fala! Canadá 16h58min de 1 de abril de 2008 (UTC)
Já que é pedida manifestação a respeito: sinceramente, não sei. Uma PED (EDP) poderia dar maior autonomia de decisões futuras sobre direitos autorais aqui no Wikcionário. Por outro lado, uma diretriz universal tem maior poder político. Quero reafirmar que sou contra o uso livre de materiais com direitos autorais, já que não podemos impedir a democracia e direito de alguns serem egoístas.
 ►Voz da Verdadeconversar 16h20min de 14 de abril de 2008 (UTC)
Olá a todos!
Bem, está encerrada a votação. Nos próximos dias vou entrar em contato com o pessoal do MediaWiki para implementar o que foi decidido.
--Valdir Jorge fala! Canadá 13h23min de 19 de abril de 2008 (UTC)
Oi. Inseri um pedido no Bugzilla para impedir os uploads aqui no Wikcionário. Podem consultar o estado do pedido aqui. Malafaya 16h12min de 20 de Maio de 2008 (UTC)

Comissão de Apoio a Wikimania 2010 no Rio de Janeiro

Olá povo da Wikipédia Lusófona!

Eu e o Lucas fundamos a Comissão de Apoio a Wikimania 2010 no Rio de Janeiro,para apoiar a construção de uma grande proposta para a cidade do Rio de Janeiro sediar a Wikimania 2010.Gostaria que todos participassem da Comissão,mesmo sendo de outros lugares.

Atenciosamente,Tosão 23h17min de 13 de Maio de 2008 (UTC)

Oi Tosão,
Lembre-se que para virar realidade, precisa de dinheiro/patrocínio. Sem isso, não adianta perder tempo organizando. O primeiro passo é procurar patrocinadores. ►Voz da Verdadeconversar 20h18min de 16 de Maio de 2008 (UTC)

Sugestão bizarra

Tenho uma sugestão a fazer: partindo dos neologismos e gírias atuais, utilizados amplamente pelos meios de comunicação (jornais, noticiários, etc.) - valerioduto, mensalão - fazer a menção que os mesmos não são reconhecidos através de uma caixa/faixa. E fazer a menção das acepções que são gírias. Isto pode ajudar a estrangeiros a compreender melhor a nossa língua.

Exemplificação de nova acepção

Substantivo
prego
  1. Objeto com corpo cilíndrico com uma das extremidades pontiaguda e outra achatada, usado para ser enfiado em paredes ou para unir duas peças (especialmente de madeira).
  2. (Brasil) surfista ou esqueitista iniciante ou amador. (Gíria, não reconhecida pelos dicionários e vocabulários da Língua Portuguesa)

Exemplificação de faixa indicativa de neologismo

Valerioduto

Atenção vocábulo não reconhecido, porém atual e popularmente utilizado. Tem uso no Brasil e acepções que não poderão ser identificadas fora do seu contexto.

O que acham de desenvolvermos estas idéias de indicações? Poderão tornar nossa Língua mais compreensível, porém sem deturbarmos a normas vigentes do nosso idioma.
 ►Voz da Verdadeconversar 16h32min de 18 de Maio de 2008 (UTC)
Olá Voz!
Não considero sua sugestão bizarra, parece-me bem interessante até. Concordo com a idéia, se bem que a implementação possa ser ponto para alguma discussão. No caso de significados específicos de uma palavra que existe com um significado mais comum, eu só marcaria o significado específico com algo como (Neologismo).
Uma outra idéia a considerar é criar uma página para "protologismos", como existe no wikcionário anglófono.
--Valdir Jorge fala! Canadá 18h29min de 18 de Maio de 2008 (UTC)
Os textos das indicações que sugeri ainda têm que ser melhorados. Mas, acho que só colocar a indicação "Neologismo" ficaria muito discreto e talvez não alertaria para o caráter regional e coloquial da acepção. Pode-se até somente colocar neologismo e alertar numa caixa lateral de borda vermelha, por exemplo, o que significa neologismo. Assim, crianças poderiam se beneficiar melhor do dicionário sem riscos de usar palavras impróprias na escola, etc. Sei que não dá para satisfazer todos os públicos; mas, é uma forma da pessoa escolher o conteúdo que queira usar. ►Voz da Verdadeconversar 02h48min de 19 de Maio de 2008 (UTC)

Concordo com o Voz, mas acho que devemos preservar a grafia correta. No caso particular da palavra "aff": há também a grafia "afe", que deve ser preferida por estar de acordo com as normas gráficas do português. Lipediga! Paraná 14h41min de 20 de Maio de 2008 (UTC)

Wikiversidade lusófona aprovada

Tenho o grande prazer de vos comunicar que a Wikiversidade em Português foi aprovada como um dos novos projectos da Wikimedia Foundation. Parabéns a todos que se esforçaram para tornar realidade este projecto, e que tenha vida longa e próspera! PatríciaR Commons*Meta 12h05min de 23 de Maio de 2008 (UTC)

Verbetes mínimos como os seus têm que ser retrabalhados pelos outros usuários para chegar a um patamar mínimo de utilidade.

Olá usuário anônimo 213.22.216.249!
Citação: Você escreveu: «Só estou a pôr umas entradas e os significados e no restante não estou interessado. Posso continuar senhor autenticado desconhecido?»
De preferência, não. Contribuições como as que tem feito dão mais trabalho aos contribuidores que se interessam em ter um wikicionário que seja realmente de utilidade para os consulentes. Verbetes mínimos como os seus têm que ser retrabalhados pelos outros usuários para chegar a um patamar mínimo de utilidade.
Se tem real interesse no wikcionário, tenho certeza que não se importará de seguir algumas normas simples, não é mesmo?
--Valdir Jorge fala! Canadá 17h04min de 23 de Maio de 2008 (UTC)

Se entendo bem, a informação colocada em bebericador é insuficiente para chegar a um patamar mínimo de utilidade. Por outras palavras, é muito melhor não ter nada do que ter a informação que coloquei...
Se todo o mundo estiver de acordo (só uma opinião é insuficiente) terei muito gosto em não colaborar.

213.22.216.249 17h58min de 23 de Maio de 2008 (UTC)

Ué, mas se você ia continuar fazendo suas "contribuições" de qualquer maneira, por que fazer aquela palhaçada de colocar nossa conversa particular lá na Esplanada e pedir para os outros se manifestarem? Eu achei que você iria pelo menos esperar alguns responderem...
--Valdir Jorge fala! Canadá 19h04min de 23 de Maio de 2008 (UTC)

Palhaçada? Não haja dúvidas que você sabe receber... repito: (só uma opinião é insuficiente)
Inté 213.22.216.249 19h26min de 23 de Maio de 2008 (UTC)
Bem, já deu para ver que esse anônimo quer mesmo é arranjar confusão. Pois bem, não vou dar mais trela para ele. Não precisam nem responder à pergunta dele acima, ok?
--Valdir Jorge fala! Canadá 19h30min de 23 de Maio de 2008 (UTC)

Novidades sobre o Acordo Ortográfico

Boa noite,
Passo as seguintes ligações de notícias interessantes sobre a adoção do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa:
Desejo que a mudança da nossa forma de ler e escrever traga bons frutos. Seria hora de retomar a discussão Wikcionário:Discussões Especiais/Acordo Ortográfico de 1990?
 ►Voz da Verdadeconversar 05h59min de 26 de Maio de 2008 (UTC)


Para nós neste projecto "Fica tudo como dantes, quartel-general em Abrantes."
Respigos dos links indicados:
  • «O acordo é na verdade mais importante do ponto de vista político - e também do dos negócios - do que do lingüístico, embora este tenha provocado mais barulho.»
  • «Essa reforma é desnecessária porque não resolve os problemas da Língua Portuguesa. Dubiedades de ortografia, como a observada nas palavras estender e extensão, vão continuar existindo e gerando confusão. Os portugueses vão continuar escrevendo facto, enquanto nós fato. Da mesma forma, eles continuarão a usar acento agudo onde nós usamos circunflexo, como em António e Antônio. Além disso, o trema, que foi extinto, é importante para a pronúncia das palavras. Por isso não vejo razão para crescimento do mercado editorial. Uma reforma seria válida se tivesse o objetivo de gerar paz ortográfica, o que não é o caso.” José Augusto Carvalho Doutor em Língua Portuguesa e professor aposentado da Ufes
  • «Angola, Moçambique, Guiné-Bissau e Timor Leste não se manifestaram, mas terão de adotar as regras de ortografia padronizadas.» - Terão mesmo?
Uma reforma seria válida se tivesse o objetivo de gerar paz ortográfica, o que não é o caso. No nosso Wikcionário é possível obtermos uma paz ortográfica.
Diabo e Santo
Eu concordo que é impossível manter uniforme o vocabulário já que as dimensões e localizações dos países lusófonos são imensas. A internet aproxima os lusofalantes, porém sempre existirão diferenças - tal como nas diversas áreas profissionais em que cada pessoa utiliza uma palavra ou descrição para um mesmo fenômeno. No íntimo, sou contra a mudança ortográfica; mas, reconheço que talvez aproximará os países - pelo menos a tradução de Português brasileiro para Português português será facilitada. Atualmente, o Brasil é um mar de uso de palavras inglesas, pois os brasileiros são suficientemente ignorantes para achar que as palavras estrangeiras são mais bonitas e não conseguem achar tradução que atenda às expectativas de propaganda. Eu escrevo muito errado devido à falta de educação que tive e também a um ambiente que valoriza mais o Inglês que o Português. Voltar os olhos para a Língua Portuguesa é um avanço, mesmo que, para isso, tenhamos que abandonar características de um modo que parece, à primeira vista, artificial.
 ►Voz da Verdadeconversar 16h41min de 26 de Maio de 2008 (UTC)
Sinceramente, acho que você (como muitos brasileiros) dominam muito bem a língua portuguesa. O problema é, no meu entender, dos professores de química - confirme aqui [[1]]
Diabo e Santo
É muito pobre seu sarcasmo, ou você me mandou a ligação para o vídeo errado.  ►Voz da Verdadeconversar 17h46min de 26 de Maio de 2008 (UTC)
Sem qualquer tipo de sarcasmos repito: você, em particular, e muitos brasileiros, no geral, dominam muito bem a língua portuguesa. A ligação para o vídeo está correcta, quer aprecie, quer não aprecie, este tipo de humor - pela minha parte apenas direi que não se pode agradar sempre nem agradar a todos.
Em Portugal, ainda o "acordo" não tinha acabado de ser aprovado pelo Parlamento, foram postos à venda novos dicionários actualizados com o agora acordado coexistindo com o desacordado que passava a não vigorar. Depois, a discussão pública envolveu muitas entidades que, infelizmente, não tinham formação linguística sólida e o português vulgar, onde me incluo, ficou sem saber se há-de concordar ou discordar. Pessoalmente, subscrevo alguns argumentos a favor e subscrevo outros argumentos contra.
Diabo e Santo