Wikcionário:Votações/Antropónimos

Origem: Wikcionário, o dicionário livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
VOTAÇÃO ENCERRADA


Nesta página pretende-se a decisão e consequente votação sobre a a questão dos antropónimos. Assim, discute-se pacificamente a inclusão, ou não, de antropónimos no Wikcionário e, dentro do Sim, quais.

Em seguida, as várias hipóteses:

Votações Encerradas (Terminaram a 17 de Setembro)[editar]

Não à inclusão[editar]

Assunto: Referente à não inclusão de todo de antropónimos no projecto.


a favor

  1. EusBarbosa 21:49, 3 Setembro 2005 (UTC)

comentários Para mim é a melhor maneira de se evitar conflitos, radicalizando no Não. Não se aceita nenhum e pronto. Além disso, o lugar dos antropónimos é a wikipedia, não é? EusBarbosa 21:49, 3 Setembro 2005 (UTC)

Não sou tão radical quanto o Eustáquio, mas certamente serei muito vigilante quanto a relevância nas páginas para eliminar. -Diego UFCG 22:23, 6 Setembro 2005 (UTC)
Considero, por razões já anteriormente expostas por mim, a não-inclusão radical de antropônimos como um fator da diminuição da qüalidade do Wikcionário, o qual, por essa razão, ficaria incompleto em mais um aspecto. E, evidentemente, quanto mais completo um dicionário, melhor, não? Acho que não deve haver preconceitos quanto a inclusões de vocábulos ou expressões (do tipo "nomes de sistemas operacionais" etc) em um dicionário, contanto que a circunstância de uso de cada vocábulo, sempre que cabível, seja explicada. Quanto a eventuais conflitos, a fim de evitar práticas de preconceito, sugiro que, uma vez que cada pessoa envie cópia de sua certidão de nascimento a quem de direito no Wikcinário, a inclusão de seu nome seria realizada. Acho útil, no caso, se a maioria concordar, ser incluídas observações do tipo "Uso raro", "Uso raríssimo", "Neologismo" etc. Outra coisa, acho que antropônimos, por se tratar de vocábulos isolados, têm como local mais adequado de registro os dicionários, (e em verbetes individuais), e não em enciplopédias. Afinal, que iria procurar o registro individual de um nome próprio, para fins de tradução ou de ouvir sua pronúncia fonada, por exemplo, em uma enciclopédia? Enfim, cada qual tem direito de ter sua própria opinião. Waltter Manoel da Silva 13:30, 8 Setembro 2005 (UTC)
Prezado Waltter, respeito imensamente sua opinião, sempre muito bem fundamentada, mas acho que o lugar ideal para os antropônimos seria a wikipedia. Para quem consulta, qual a diferença de procurar aqui ou na wikipedia? Assim evitaremos futuros conflitos com nomes que alguém resolver incluir a seu bel prazer. Como criar uma regra "objetiva" no caso de nomes próprios, especialmente no Brasil onde nomes são inventados a cada dia! Ninguém vai enviar cópia de certidão de outrem e ainda assim os nomes podem ser reais. Darei alguns exemplos que conheço ou que já vi registrados, sem ofensa a quem quer que seja, por favor: Guel, Epílogo de Campos, Errata de Campos (irmã do Epílogo), Edêmia, Clister, Amásia, Um, dois, três de Oliveira Quatro, Último, Prodamor Conjugal, Mariel Mariscot, Rodometálico, Uanderson, Cáspite, Kayque, Cauby, Onaireves, Piauilino, Delúbio, Brasilino e Brasiliano, Siterzani, Sinazalda (irmã do Siterzani). E por aí, vai. Seríamos capazes de criar um dicionário só de nomes brasileiros.EusBarbosa 00:33, 9 Setembro 2005 (UTC)
Caro Eustáquio,uma coisa eu não entendi. No caso da Wikipédia, inclusões de nomes estranhos como os mencionados acima seriam aceitas? Acho que não. Não poderíamos criar regras para as inclusões, tais como "Somente nomes mais usuais serão incluídos"? e "Nomes considerados pouco usuais e que atentam contra o bom senso não serão incluídos, para o que não serão necessárias votações"? Enfim, vamos ver o você e os demais colegas pensam a respeito. Waltter Manoel da Silva 15:30, 9 Setembro 2005 (UTC)
Prezado Waltter, acho que a wikipedia deveria ser aberta a quase tudo (exceto apenas ao vandalismo), afinal é uma enciclopédia, que se pretende ser o repositório do conhecimento e da informação. Aqui, se viermos a aceitar qualquer antropônimo, teremos que aceitar todos. Quem vai ser o dono da verdade para definir as regras de esse é bom, aquele é ruim. Esse é usual, aquele é raro, etc.? Ou seja, como iremos fugir do "casuismo"? De qualquer modo, quero registrar que tenho imensa honra em debater com uma pessoa inteligente como você.01:53, 10 Setembro 2005 (UTC)

Sim à inclusão[editar]

Votar num ou mais tipo de antropónimos que ache que devia ser aceite (escolha múltipla).


Personagens Fictícias[editar]

Assunto: Referente à inclusão de antropónimos de personagens fictícias (ex: Harry Potter, Sherlock Holmes, Pikachu).


a favor

  1. Waltter Manoel da Silva 16:12, 2 Setembro 2005 (UTC)
  2. -Diego UFCG 22:23, 6 Setembro 2005 (UTC)

contra

  1. EusBarbosa 00:19, 8 Setembro 2005 (UTC)
  2. Leuadeque (contato) 20:25, 15 Setembro 2005 (UTC)

comentários

  1. Provavelmente seja uma boa idéia, a título de comprovação do uso de nomes próprios via exemplos de pessoas ilustres com tais nomes. Acho que, neste caso, deve haver apenas a menção ao nome, quando muito com um breve histórico (de 1 ou 2 linhas no máximo), e, se for o caso, com menção a links (da Wikipédia ou externos). Waltter Manoel da Silva 16:12, 2 Setembro 2005 (UTC)
  2. Embora meu voto tenha sido dado acima, vou comentar por quê não voto em nemhuma dessas opções de sim. No caso presente: nomes fictícios podem tornar-se reais e daí como iremos tratar o caso de alguém chamado Sherlock Holmes que queira incluir sua biografia aqui? EusBarbosa 21:49, 3 Setembro 2005 (UTC)
  3. Personagens fictícios somente se tiverem uma grande relevância, como "Papai Noel". Nada de pokémons. -Diego UFCG 22:23, 6 Setembro 2005 (UTC)
  1. Não acho que um dicionário seja o local adequado para incluir biografias de pessoas. Sem falar que, dicionários devem ter verbetes sucintos. Tão-somente por essa razão, quem quiser incluir sua biografia no Wikcionário, ou mesmo na Wikipédia, teria sua pretensão vetada, na segunda hipótese porque, mesmo em enciplopédias, somente pessoas ilustres reconhecidas pelo história mundial teriam suas biografias incluídas, na minha opinião. Waltter Manoel da Silva 13:38, 8 Setembro 2005 (UTC)

Personagens históricas[editar]

Assunto: Referente à inclusão de antropónimos relativos a personagens históricas (ex: Alexandre, o Grande; Cleópatra; Adolf Hitler).


a favor

  1. Waltter Manoel da Silva 16:12, 2 Setembro 2005 (UTC)
  2. Leuadeque (contato) 20:25, 15 Setembro 2005 (UTC)

Contra

  1. -Diego UFCG 22:23, 6 Setembro 2005 (UTC)
  2. EusBarbosa 00:19, 8 Setembro 2005 (UTC)

comentários

  1. mesmõ motivo citado anteriormente. Eu mesmo conheço um Benito Mussolini e temos no Brasil o cantor Lenine que todos conhecem. Assunto para wikipedia.EusBarbosa 21:49, 3 Setembro 2005 (UTC)
  2. Assunto para a Wikipédia. -Diego UFCG 22:23, 6 Setembro 2005 (UTC)
  3. Pessoal, acho que estão confundido verbetes bastante resumidos (com 1 a 3 linhas no máximo), e, portanto, com uma brevíssima menção a um personagem, e também, melhor ainda, com pronúncia fonada indicativa de como o nome de tal personagem é pronunciado nos países de língua portuguesa, no Wikcionário, com a biografia, por mais longa que seja, apenas em casos cabíveis, de tais personagens na Wikipédia. Para mim, trata-se de duas circunstâncias totalmente diferentes uma da outra. Ademais, não seríamos os primeiros a adotar tal prática, a qual já é sabiamente seguida há décadas, à quisa do raciocínio de que quanto mais completo um dicionário, melhor ele fica, por consagradíssimos dicionários inglês-inglês, quais sejam, Random House, American Heritage Dictionary, Merriam Webster etc. Quanto ao cantor Lenine, se ele conseguir provar que é a reencarnação, se é que isto existe, do governante russo já falecido, a gente incluiria sua biografia, APENAS NA WIKIPÉDIA, mas vetaríamos a sua biografia como cantor, pelo fato de, infelizmente ele ainda não fazer parte da lista de personagens consagrados pela história mundial. Exemplo de eventual verbete = "Guilherme Tell: Famoso e exímio arqueiro suíço que combateu o governo do tirano Gessler. Tradução (inglês): William Tell. A Wikipédia possui o artigo Guilherme Tell." Waltter Manoel da Silva 14:04, 8 Setembro 2005 (UTC)

Nomes de pessoas não tradicionais[editar]

Assunto: Referente à aceitação de nomes considerados não tradicionais da língua portuguesa, como Eustáquio ( ; ) ), Joyce, Melissa, Miriam... (discutível caso a caso e a sua tradicionalidade ou não)


a favor

  1. Waltter Manoel da Silva 16:12, 2 Setembro 2005 (UTC)
  2. -Diego UFCG 22:23, 6 Setembro 2005 (UTC)

contra

  1. EusBarbosa 00:19, 8 Setembro 2005 (UTC)
  2. Leuadeque (contato) 20:25, 15 Setembro 2005 (UTC)

comentários

É bom mesmo haver discussões a respeito: para mim, Eustáquio é um nome bastante usual; se eu ganhasse um dólar para cada vez que já ouvi esse nome, ganharia uma boa grana.
Usual é diferente de tradicional, embora Eustáquio tenha posto apenas porque o Eustáquio o referiu. Agora que reparo, nunca ouvi esse nome aqui em Portugal :P . e-roxo -discussão- 16:44, 2 Setembro 2005 (UTC)
A confusão aqui é maior. O que é, o que não é tradicional? O caso do meu próprio nome já está provocando discussão e eu mesmo nem entrei nela, hehe. EusBarbosa 21:49, 3 Setembro 2005 (UTC)
Somente a ortografia mais usual, e "nome inventado" não entra! -Diego UFCG 22:23, 6 Setembro 2005 (UTC)
Acho que aqui, vem mais ao caso o fato de um antropônimo ser usual (ou mesmo pouco usado) em um país inteiro, ou em vários países, naturalmente. Um nome pode ser tradicional em apenas uma região de um país, mas ser totalmente desconhecido no restanto desse país. Quanto a nomes inventados, contanto que incluídos em certidões de nascimentos, deveriam ser aceitos, como já disse antes. Waltter Manoel da Silva 14:12, 8 Setembro 2005 (UTC)

Nomes de pessoas tradicionais[editar]

Assunto: Referente à aceitação de nomes considerados tradicionais com algumas raízes históricas, como Afonso, Mendo, Sancho, José, Miguel, Pero, Vasco (cof cof), Maria, Joana, Leonor, Inês, nomes medievais... também dicutíveis caso a caso.


a favor

  1. e-roxo -discussão- 15:35, 2 Setembro 2005 (UTC)
  2. Waltter Manoel da Silva 16:12, 2 Setembro 2005 (UTC)
  3. Diego UFCG 22:23, 6 Setembro 2005 (UTC)

contra

  1. EusBarbosa 00:19, 8 Setembro 2005 (UTC)
  2. Leuadeque (contato) 20:25, 15 Setembro 2005 (UTC)

comentários

Mais confusão, ai, ai! Tradição em Portugal é bastante diferente do Brasil, afinal existimos há menos de 200 anos como nação! O que é tradicão em 183 anos? EusBarbosa 21:49, 3 Setembro 2005 (UTC)
O conceito de "tradicional" se perdeu no Brasil: fui procurar na minha lista telefônica e encontrei apenas 1 Sancho, nenhum Pero, nenhum Vasco! Mendo sequer ouvi falar! -Diego UFCG 22:23, 6 Setembro 2005 (UTC)
Peros e Sanchos nem aqui em portugal, mas sao nome medievais portugueses. Sancho é nome de Rei, até. Agora, Vasco é imperdoável não haver... Nomes medievais ainda usados temos: Afonso, Henrique, João (Joanes em antigo) Manuel, ... e-roxo -discussão- 22:29, 6 Setembro 2005 (UTC)
Ok, nomes tradicionais talvez não resulte aí no Brasil (é normal, afinal é um país que acolheu gente de muitos locais, é américa...). Um pormenor, vces só usam Thiago ou também têm Tiago? e-roxo -discussão- 22:32, 6 Setembro 2005 (UTC)
Afonsos, Henriques, Joões e Manuéis também temos. Também temos Tiagos e Thiagos (sinceramente, sinto asco de nomes enfeitados, como acrescentar agás, ípsilons, duplicar letras). Tiago eu aceito por aqui, mas se aparecer uma página para Thiago colocarei diretamente nas páginas para eliminar. -Diego UFCG 23:21, 6 Setembro 2005 (UTC)
Talvez o fato de alguém já ter ou não ouvido falar de um determinado nome de pessoa gira em torno de sua idade (já estou com 53 anos, por exemplo). Já vi inúmeras pessoas com o apelido (e não nome) de Vasco, como abreviatura de Vasconcelos. Outros casos de apelidos: Dado (Eduardo), Nando (Fernando); Tim, Valtim ou Valtinho (Walter OU Waltter OU Válter), Rico (Ricardo) etc. Esse detalhe fica mais relevante quando se trata de línguas estrangeiras, como no inglês: Joe (Joseph), etc. Quanta gente fica surpresa, portanto, de saber que "Joe" é "Zé" ou "Little Joe" é "Zezinho"? Sou a favor da inclusão no Wikcionários também de apelidos, como acima explicados. Waltter Manoel da Silva 14:26, 8 Setembro 2005 (UTC)


Esse seu texto, Waltter, foi confuso para mim. Podia reformular como facto de Apelido, em Portugal, ser não um diminutivo mas o Sobrenome usado aí no Brasil (Os nomes seguintes ao próprio, como Vasconcelos, Silva, Pereira...). Assim sendo fiquei sem perceber ao quê se referia. e-roxo -discussão- 18:06, 16 Setembro 2005 (UTC)

Casos Específicos[editar]

Assunto: Referente à aceitação apenas dos atropónimos específicos como Vénus (Quando uma palavra começou por ser antropónimo mas ganhou outros significados) ou Rei-Sol (discutível caso a caso.)


a favor

  1. e-roxo -discussão- 15:35, 2 Setembro 2005 (UTC)
  2. Waltter Manoel da Silva 16:12, 2 Setembro 2005 (UTC)
  3. Diego UFCG 22:23, 6 Setembro 2005 (UTC)
  4. EusBarbosa 00:19, 8 Setembro 2005 (UTC)

comentários

Fiquei em dúvida sobre quais antropônimos se encaixam neste caso. Qualquer antropônimo que não esteja nas situações anteriores seria um caso específico (e todo eles seriam aceitos)? Ou que se sugere em "casos específicos" é que cada caso de antropônimo deve ser avaliado individualmente? Desculpem a pergunta, mas é que queria ter certeza antes de votar. -- Leuadeque (contato) 19:00, 3 Setembro 2005 (UTC)
concordo com o Leuadeque que está um pouco confuso, mas o caso citadpo de que a palavra tenha ganho outros significados nem deveria estar em votação. Se há um significado adicional ao do nome próprio, pode-se e deve-se aceitá-la. Caso de vénus/vênus, verônica, zé-pereira, maria, maria-gomes, maria-chiquinha, etc. EusBarbosa 21:59, 3 Setembro 2005 (UTC)
Leuadeque: Foi complicado criar esta parte da votação. Aliás tive em duvida se valia a pena cria-la. O melhor, será entender como discutível caso a caso.
Eusbarbosa: Bem, se é vénus/vênus, já agora verónica/verônica. No caso específico de vénus, acha que o verbete ficaria completo se apenas contivesse a definição de estrela da manhão ou estrela da tarde ? Ou o wikcionário ficaria completo seu vénus/vênus, júpiter ou neptuno/netuno, definíndo-os como deuses romanos ou como planetas? (planetas são apenas topónimos, portanto seria inlusiveis, mas, para dramatizara esqueçamos o pormenor). e-roxo -discussão- 02:34, 4 Setembro 2005 (UTC)

~ E-roxo, não sei qual o signficado em Portugal, mas no Brasil, entre outros, verônica/verónica é uma corda que sw faz com lençóis enrolados para se fugir d'alguma prisão. Pode ser também um sinónimo de sudário. Acho ainda que significa algum tipo de capa para toiradas/touradas, não? EusBarbosa 00:11, 7 Setembro 2005 (UTC) ~

(continuando): acho que vénus/vênus deveria abarcar todos os significados, assim como os demais planetas que também são deuses da mitologia romana. Nesses casos, independente de serem Antropónimos, deveriam incluir, em minha opinião, todos os signifcados, quer como nomes de planetas, quer como de deuses, assim como sua tradução para os demais idiomas. EusBarbosa 00:16, 7 Setembro 2005 (UTC)

(comentários gerais)[editar]

(P.S. Patronímicos)[editar]

Desculpem lá, mas, embora sendo alguns normalmente aceites (na época actual) como apelidos, tinha piada incluír os patronímicos, equivalentes ao Mac... escocês, ao ...ovich russo e ao ...ez castelhano (MacDonald, filho de Donald; Fiódorovich, filho de Fiódor; Pérez, filho de Pero)

Afonso - Afonses
Mendo - Mendes
Vasco - Vasques
Gonçalo - Gonçalves
(...)


que acham? e-roxo -discussão- 12:46, 2 Setembro 2005 (UTC)