Wikcionário:Votações/Uso de imagens e de exemplos

Origem: Wikcionário, o dicionário livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
VOTAÇÃO ENCERRADA


Há um período de 7 dias (até às 21h30 UTC do dia 25 de julho) para se reformular as perguntas ou alternativas.

Quantidade de imagens[editar]

Quanto ao número de imagens, elas poderão ser:

Opção 01: No máximo uma por verbete (0)[editar]

Opção 02: De zero a uma por seção de significado (7)[editar]

  1. Schoenfeld 23:51, 18 Julho 2006 (UTC)
  2. Gbranco 00:24, 19 Julho 2006 (UTC)
  3. Diego UFCG 13:56, 19 Julho 2006 (UTC)
  4. Felipe Sousa Nascimento @ 06:12, 26 Julho 2006 (UTC)
  5. Marcelo Silva 23:52, 26 Julho 2006 (UTC)
  6. SallesNeto BR 18:26, 29 Julho 2006 (UTC) É uma causa nobre. A outra opção fortemente votada é loucura.
  7. ValJor 17:03, 1 Agosto 2006 (UTC)

Opção 03: De zero a uma por seção de significados e de fraseologia (3)[editar]

Vide âmbito

# ValJor 21:34, 18 Julho 2006 (UTC): Eu votaria na opção debaixo, mas tenho medo da "sensatez" de certas "personalidades" do wikcionário... Passei meu voto para a de cima

  1. Cadum 21:53, 18 Julho 2006 (UTC)
    1. EusBarbosa 22:58, 18 Julho 2006 (UTC) Ver abaixo.
  2. Luan msg 23:21, 18 Julho 2006 (UTC)
    1. Marcelo Silva 23:46, 18 Julho 2006 (UTC)
  3. Brunosantosrodri 15:05, 19 Julho 2006 (UTC)

Opção 3.a: De zero a uma imagem por significado, exemplo OU Fraseologia, com sensatez vigiada. (1)[editar]

  1. EusBarbosa 17:35, 23 Julho 2006 (UTC)

Opção 04: De zero a "n", ilimitado, por significado, por fraseologia e por exemplo, com sensatez vigiada (5)[editar]

Vide peão e queca

  1. --ITZAK 21:31, 18 Julho 2006 (UTC)
  2. Waltter Manoel da Silva -discussão- 21 julho 2006 15:51 (UTC);
  3. Patrick msg 01:55, 22 Julho 2006 (UTC)
  4. Jonas TomaziniWiktionary-logo-en.png>>> Diga lá! Loading.gif 20:50, 26 Julho 2006 (UTC)
  5. JoseLuizFilho 21:19, 26 Julho 2006 (UTC)
    "Sensatez" de uma edição depende da interpretação de cada um - por isso criamos regras. Não vamos discutir verbete a verbete o número de imagens a serem usadas, espero que estejam cientes de que votando na opção 4 abrimos uma brecha para os futuros vândalos deste projeto. -- Marcelo Silva 01:56, 28 Julho 2006 (UTC)

Comentários[editar]

Opção 03[editar]

"de zero a uma por seção de significado" significa "zero a uma por significado"?, como em cone? -Diego UFCG 12:33, 19 Julho 2006 (UTC)

Tenho a mesma dúvida. Votei tendo em mente no máximo uma por significado, como em cone. --Schoenfeld 15:40, 19 Julho 2006 (UTC)
Eu também.EusBarbosa 23:51, 19 Julho 2006 (UTC) Quero dizer: zero a uma por significado, exemplo ou fraseologia. Será que estamos falando a mesma coisa?EusBarbosa 23:56, 19 Julho 2006 (UTC)

Eu votei interpretando que seria uma por cada significado + uma por cada exemplo + uma por cada frase da fraseologia. Com as dúvidas levantadas acima, também já estou duvidando... -- Cadum 23:59, 19 Julho 2006 (UTC)

Opção 04[editar]

Acho que o verbete queca prova que a opção 04 é melhor que a opção 03, em alguns casos, sob pena de não haver imagem para aspectos diferentes de um mesmo assunto. Waltter Manoel da Silva -discussão- 21 julho 2006 15:54 (UTC),;

A opção 3, a meu ver, dá margem a que pessoas pouco sensatas entupam verbetes com imagens e aleguem em sua defesa regras determinadas em votação pela comunidade. --Patrick msg 01:55, 22 Julho 2006 (UTC)

Ué, Patrick, a opção 04, que você marcou, dá mais margem ainda a acontecer o que você teme. Ou não?. Será que estou entendendo tudo errado? EusBarbosa 12:50, 22 Julho 2006 (UTC)
Sensatez vigiada (de 0 a n imagens), para mim, significa que na maioria dos casos a escolha será pelo 0. Exemplificando, para mim isso significa que a imagem que está presente no artigo âmbito será retirada, por falta de sensatez no uso. --Patrick msg 12:32, 23 Julho 2006 (UTC)

Não é o exemplo ou a fraseologia que conta, mas o sentido do significado. Se colocarmos fotos nestes (exemplo ou a fraseologia) isso desviara a atenção do leitor para fora do verbete, ele pode confundir uma das imagens da fraseologia ou exemplo com o significado do verbete. -- Felipe Sousa Nascimento @ 07:15, 26 Julho 2006 (UTC)

Passei a concordar com o Felipe e discordar radicalmente da opção 4, pois votando nela abrimos espaço para parcialidades e regras ambíguas, prato cheio para os vândalos já que a "sensatez" de uma edição depende da interpretação de cada um - por isso criamos regras. Não vamos discutir verbete a verbete o número de imagens a serem usadas, espero que aqueles que votaram na opção 4 estejam cientes de que isso abre uma brecha para os futuros vândalos deste projeto - digo isso porque muitos de vocês não viram os vândalos de verdade ainda, vejam tudo o que este vândalo já fez e me respondam: se fosse com o Wikcionário estaríamos prontos para nos defender? E mais ainda, se tudo dependesse da sensatez dos usuários ele estaria violando que regra? Nenhuma, portanto com que pretexto poderíamos bloqueá-lo? Espero que me entendam. Um abraço. -- Marcelo Silva 23:51, 26 Julho 2006 (UTC)


É preciso lembrar que toda essa discussão começou justamente por causa da noção de sensatez de um único usuário. Um dos motivos desta votação era justamente evitar que ocorresse novamente o desgaste causado pela discussão acerca do conteúdo e quantidade das imagens, mas se estabelecermos como única recomendação oficial a sensatez da comunidade, simplesmente voltamos à situação anterior em que não havia recomendação alguma, e assim nos vemos obrigados a repetir essa comoção toda vez que alguém resolva encher de imagens um verbete. Ou seja, mesmo quando estamos lidando com pessoas bem intencionadas e receptivas às críticas dos colegas, a possibilidade de atritos e polêmicas inúteis que essa opção abre é muito grande, e desnecessária. Se estabelecermos uma recomendação oficial sobre o número máximo de imagens num verbete, não estamos automaticamente excluindo a possibilidade de haja verbetes com mais imagens do que o recomendado, mas nesses casos a pessoa que deseja ir além do máximo deverá se justificar e buscar o apoio da comunidade. O contrário aconteceria se for escolhida a opção de ilimitabilidade, aí a pessoa que desejar tirar as imagens excessivas terá que se justificar, e assim abrimos o caminho para que vândalos e pessoas insensatas tumultuem todo o wikcionário por questões tão pequenas. --Schoenfeld 16:34, 31 Julho 2006 (UTC)

Faço constar que não enchi de imagens qualquer verbete. Coloquei apenas uma imagem em cada um de vários verbetes. O que causou espécie não foi a quantidade de imagens, mas o significado delas. Inovei colocando imagens alusivas ao autor da citação ou alusivas ao tema das citações. O mesmo autor foi citado em vários verbetes, por isso sua imagem aparece, uma única vez, em vários verbetes. A atual votação já está validando a remoção dessas imagens ao limitar o uso de imagens aos significados dos verbetes, vedado apresentar imagens de autores e temas de citações.--ITZAK 14:20, 6 Agosto 2006 (UTC) À data dos fatos não era proibido o uso de imagem alusiva ao autor ou ao tema da citação.--ITZAK 15:08, 6 Agosto 2006 (UTC)

Autoria dos exemplos[editar]

Ela poderá ser: (sempre respeitando-se direitos autorais):

Opção 01: Autoria própria exclusivamente (0)[editar]

Opção 02: Autoria de terceiros exclusivamente (0)[editar]

Opção 03: Autoria própria ou de terceiros, com omissão do nome do autor (1)[editar]

  1. Marcelo Silva 23:23, 18 Julho 2006 (UTC) - Não podemos explicitamente colocar citações no Wikcionário, esta parte da votação é inócua pois existe incompatibilidade com as normas impostas pela Wikimedia Foundation quando esta criou o Wikiquote. Se o quadro aqui não mudar infelizmente terei que requisitar a presença de algum administrador do MetaWiki para que este possa vetar a decisão (a menos que eu participe disto por omissão, o que provavelmente não ocorrerá). Para não me incomodarem mais...

Opção 04: Autoria própria ou de terceiros, com indicação do nome de terceiro quando for o caso (11)[editar]

  1. --ITZAK 21:32, 18 Julho 2006 (UTC)
  2. ValJor 21:37, 18 Julho 2006 (UTC)
  3. Cadum 21:54, 18 Julho 2006 (UTC)
  4. EusBarbosa 22:59, 18 Julho 2006 (UTC)
  5. Luan msg 23:22, 18 Julho 2006 (UTC)
  6. Gbranco 00:27, 19 Julho 2006 (UTC)
  7. Diego UFCG 13:57, 19 Julho 2006 (UTC)
  8. Patrick msg 02:11, 22 Julho 2006 (UTC)
  9. -- Felipe Sousa Nascimento @ 04:12, 25 Julho 2006 (UTC)
  10. Waltter Manoel da Silva -discussão- 25 julho 2006 18:51 (UTC);
  11. Jonas TomaziniWiktionary-logo-en.png>>> Diga lá! Loading.gif 20:51, 26 Julho 2006 (UTC)

Comentários[editar]

Opção 03[editar]

Pode nos elucidar e dizer-nos onde está exarada tal Norma imposta pela Wikimedia Foudnation que citou acima? Minha pergunta não é retórica: eu simplesmente não a conheço e gostaria/deveria conhecê-la, mas não tenho muita intimidade com o projeto wikimedia, exceto pelo trabalho arduamente exercido neste wikcionário. EusBarbosa 00:38, 19 Julho 2006 (UTC)
Veja você mesmo o nosso Wikiquote, leia a documentação e descobrirá que ele foi criado para guardar citações, é evidente que se usarmos citações aqui e na Wikipédia, o Wikiquote em português poderá ser fechado assim como ocorreu com o Wikiquote francês - e agora eles estão sofrendo pra trazê-lo de volta e limpar a sujeira. Me desculpe, mas jamais concordarei em colocar citações no Wikcionário, você mesmo Eusbarbosa deveria antes conhecer o Wikiquote e depois voltar aqui e votar. Estou simplesmente frustrado em ver que sou o único a dar valor a uma decisão anterior que todos tem conhecimento: a criação do Wikiquote. -- Marcelo Silva 01:31, 19 Julho 2006 (UTC)
Sr Marcelo, meu porta-cds foi projetado para guardar cds. Isto não significa que estou proibido de guardar cds na gaveta da escrivaninha. Onde está escrito que o Wikiquote terá a exclusividade no registro de citações ? É possível linkar um significado do wikcionário com a respectiva citação no wikquote ?--ITZAK 19:08, 19 Julho 2006 (UTC)
Marcelo e ITZAK, peço-lhes que parem por aqui!. Deixem a votação prosseguir, como ficou acertado entre todos. E, Marcelo, tentei convencê-lo em particular, mas não ouviu meus argumentos, portanto vou dizer de público que NAO ACEITO TUA POSIÇÂO DE ANTECIPADAMENTE DECLARAR QUE NÃO VAI RESPEITAR UMA VOTAÇÂO DEMOCRÁTICA E LEGÌTIMA DA QUAL PARTICIPA! QUESTIONAREI ENTÃO EM TODAS AS INSTÂNCIAS A LEGIMIDADE DO TEU VOTO E DE TUAS OPINIÕES NESSE ESPAÇO, SE INSISTIR EM DIZER QUE NÂO VAI RESPEITAR O RESULTADO A QUE AQUI CHEGARMOS. POR FAVOR REVEJA TUA POSIÇÃO. A questão aqui não diz respeito ao Wikiquote, diz respeito ao prosseguimento dos trabalhos neste Wikcionário. A comunidade não pode aceitar tal atitude sob pena de destruirmos qualquer credibilidade de votações futuras.EusBarbosa 21:10, 19 Julho 2006 (UTC)
Mas eu disse que aceito, que explosão é essa?? Se o que queria era que eu riscasse lá em cima, já o fiz. Não faça tempestade em copo d'água que não há motivo nenhum para isso, a minha opinião é essa e eu tenho o direito de tê-la, mesma que sejam mil pessoas pensando diferente. Um abraço! -- Marcelo Silva 21:27, 19 Julho 2006 (UTC)

Marcelo, não houve explosão alguma, respeito e sempre respeitarei teu direito à opinião e, por favor, não confunda as coisas. O que eu disse acima está bem claro e tem relação com tua frase (agora riscada). Obrigado por rever. Fico te devendo essa. E desculpe se te ofendi sem querer. Caso encerrado para mim. EusBarbosa 22:36, 19 Julho 2006 (UTC)

Os "terceiros" da opção são quaisquer terceiros? Eu sou a favor de retirar os exemplos da literatura, se não for para isso nem vejo muito sentido em citações. Elas devem servir como exemplos paradigmáticos do uso das palavras, que por excelência são aqueles que se encontram na literatura (da língua a que a palavra pertence). --Schoenfeld 23:50, 18 Julho 2006 (UTC)

Bom Schoenfeld, pelo menos não sou o único aqui a conhecer os interesses do ITZAK. Eu e você somos terceiros que podem muito bem fazer citações e colocar nossos nomes ali, porque não? Regras que permitem isso estão tão próximas... =/ -- Marcelo Silva 23:57, 18 Julho 2006 (UTC)
Oops, não exageremos. Para algum de nós ser "terceiro" é necessário ser citado por outrem.EusBarbosa 00:04, 19 Julho 2006 (UTC)
E o que impediria um usuário com "bom senso" de usar um sock puppet para tal? -- Marcelo Silva 00:11, 19 Julho 2006 (UTC)
Eu gostaria de deixar claro que o fechamento do Wikiquote francês foi devido à violação de direitos autorais em grande extensão, não por fuga de escopo. A preocupação com o respeito aos direitos autorais é constante em todos os projetos da Wikimedia, inclusive nós devemos vigiar. -Diego UFCG 13:53, 19 Julho 2006 (UTC)
Foi por violação de direitos autorais mas nos serve perfeitamente de exemplo. -- Marcelo Silva 14:47, 19 Julho 2006 (UTC)
Que tal interpretar "terceiros" como autores conhecidos da literatura portuguesa (com concessões para tradutores)? -Diego UFCG 13:55, 19 Julho 2006 (UTC)
Ou fazemos uma votação para definir quem são os "terceiros"? -Diego UFCG 13:56, 19 Julho 2006 (UTC)
Penso que o editor deve ter liberdade até para citar o Romário, o Parreira, etc. Terceiro é aquele que se expressou e que não se confunde com o editor do verbete. Se o editor do verbete simula um terceiro imaginário, isto parece ser uma fraude, e é outro capítulo. Á vossa apreciação.--ITZAK 19:13, 19 Julho 2006 (UTC) Não obstante concordo com Schoemfeld quanto à primazia da boa literatura como fonte de citações. Aprecio a boa literatura mas também a liberdade, minha e do meu próximo.--ITZAK 19:16, 19 Julho 2006 (UTC)

Não acredito que seja possível formalizar de antemão que tipo de terceiro será aceito. Deve haver bom senso em cada caso. Há uma diferença nítida entre o wikiquote e o wikcionário. O primeiro visa recolher citações de forma exaustiva (exemplo: Computers). Já o wikcionário as utiliza apenas para ilustrar o verbete, da mesma forma que se faz com uma foto ou imagem do commons (que, por sua vez, é o local apropriado para coletar todas as fotos e imagens sobre aquele tema). De qualquer forma, exposto o motivo do meu voto, expresso minha opinião pessoal: eu acho mais interessante que as pessoas criem seus próprios exemplos, principalmente no caso de palavras de uso comum. Tendo lido recentemente a lista de páginas propostas para eliminação, fiquei com a impressão (posso estar enganado) que o uso aparentemente excessivo de citações de terceiros foi uma manobra (até legítima) do ITZAK para evitar a eliminação de diversos artigos por ele criados, pois estava sendo desafiado pela comunidade a provar que aqueles artigos tinham a razão de existir. --Patrick msg 02:11, 22 Julho 2006 (UTC)

Negativo. Eu não estava sendo desafiado. Simplesmente, após dominar um mínimo da técnica, passei a inovar fazendo citações e usando imagens do autor citado ou imagem alusiva ao tema da citação. Isto provocou a ira de algumas pessoas que criaram o impasse que ensejou esta votação, que até agora, validou as citações com nome do autor e indicação bibliográfica e restringiu apenas o uso de imagens. Como se vê, eu não estava tão errado assim.--ITZAK 19:48, 3 Agosto 2006 (UTC)
Penso que devemos utilizar exemplos dos clássicos da língua portuguesa, não há problema algum. contudo devemos indicar o autor e a obra, se não fizermos é plágio. Mas creio que a frase não deve ser maior que 3 linhas. Maior que isso vai pro cotas. -- Felipe Sousa Nascimento @ 04:18, 25 Julho 2006 (UTC)

Todo dicionário que se preze, na minha opinião, deve ter sua fraseologia, seja ela citação ou não. Também acho que citações não devem ser exclusividade do Wikiquote. Waltter Manoel da Silva -discussão- 25 julho 2006 18:55 (UTC);

Existe alguma citação de frase ou período que não deva ser registrada entre aspas e com o nome do autor, a seguir, entre parênteses, segundo reza as normas da metodologia científica? Entendi que a opção 3 acima diz que se eu, por exemplo, citar “Ser ou não ser, eis a questão”, o nome do Shakespeare não deverá ser mencionado após esta citação, o que, se compreendi corretamente, é algo que bate frontalmente com as regras metodológicas acima citadas. Waltter Manoel da Silva -discussão- 25 julho 2006 18:57 (UTC);

As citações devem ser livres, sem preconceitos sobre o nível do autor de cada frase ou período. Waltter Manoel da Silva -discussão- 25 julho 2006 19:00 (UTC);

Se citar um autor(a), estando ela sob licença GNU, domínio público, etc. O correto é colocar a fonte ou então é plágio. -- Felipe Sousa Nascimento @ 06:22, 26 Julho 2006 (UTC)

Extensão dos exemplos - 1ª parte[editar]

Quanto à sua constituição, os exemplos poderão ser:

Opção 01: Um trecho de frase, no máximo (0)[editar]

Sugiro mudar para:

Opção 01: Um trecho de frases (período), no máximo (1)[editar]

  1. Waltter Manoel da Silva -discussão- 25 julho 2006 18:57 (UTC);

Opção 02: Uma frase completa, no máximo (0)[editar]

  1. ValJor 21:38, 18 Julho 2006 (UTC) É, eu também votei errado aqui. Estava mais votando contra "parágrafo" e "ilimitado", que poderiam ser (e já tinham sido) mal utilizados por certas "figurinhas difíceis" deste nosso wikcionário. Meu voto vai com a maioria aí em baixo...
  2. Cadum 21:54, 18 Julho 2006 (UTC) - Não era isto que queria votar. Engano meu!

Opção 03: Uma frase completa, por definição (10)[editar]

  1. EusBarbosa 23:02, 18 Julho 2006 (UTC)
  2. Luan msg 23:23, 18 Julho 2006 (UTC)
  3. Marcelo Silva 23:37, 18 Julho 2006 (UTC) - É a regra atual, sem ela até o modelo de verbete teria que ser alterado...
  4. Gbranco 00:28, 19 Julho 2006 (UTC)
  5. Cadum 06:33, 19 Julho 2006 (UTC) -- Claro que concordo com a regra actual. Até a tenho utilizado...
  6. ValJor 09:30, 19 Julho 2006 (UTC)
  7. Diego UFCG 13:59, 19 Julho 2006 (UTC)
  8. Brunosantosrodri 15:08, 19 Julho 2006 (UTC)
  9. -- Felipe Sousa Nascimento @ 06:36, 26 Julho 2006 (UTC)
  10. SallesNeto BR 18:39, 29 Julho 2006 (UTC) Essa 5 geraria dores de cabeça quando o projeto crescesse mais um pouco...

Opção 04: Um parágrafo completo, no máximo (0)[editar]

Opção 05: Ilimitados, com sensatez vigiada pela comunidade (3)[editar]

  1. --ITZAK 21:33, 18 Julho 2006 (UTC)
  2. --Waltter Manoel da Silva -discussão- 25 julho 2006 19:02 (UTC);
  3. --Jonas TomaziniWiktionary-logo-en.png>>> Diga lá! Loading.gif 20:52, 26 Julho 2006 (UTC)

Comentários[editar]

Opção 02[editar]

Insisto porque esse ponto me parece importante. O seguinte exemplo
O álcool não entrava nos meus hábitos. Em minha casa, raramente o bebia. (Lima Barreto)

possui duas frases, mas é um exemplo perfeitamente aceitável para álcool. Já o exemplo abaixo

Eu creio na Senhora da Vitória de Santarém, e em muitos outros santos e santas, que a religião do povo tem por esses nichos e por essas capelas e por esses cruzeiros de Portugal, a recordar memórias de que se não lavrou outro auto, não se escreveu outra escritura, de que não há outro documento, e que os frades croniqueiros não julgaram dever escrever no livro de terça ou de noa, em nenhum livro preto nem encarnado, porque o tinham por melhor escrito e mais bem guardado no livros de pedra em que estava. (Almeida Garrett)
...possui apenas uma frase mas não é um bom exemplo para croniqueiro. Restringindo os exemplos a uma só frase excluímos bons exemplos e não limitamos a entrada de exemplos ruins. Ou seja, não há vantagem alguma. A menos que eu esteja equivocado quanto ao significado da palavra 'frase', eu sinceramente não compreendo porque a limitação a uma única frase. --Schoenfeld 16:39, 19 Julho 2006 (UTC)


Opção 03[editar]

  • Acho que se formos colocar limites, os limites devem ser de comprimento não de estrutura. Em 'álcool' significando 'bebida alcoólica', poderíamos perfeitamente colocar como exemplo: "O álcool não entrava nos meus hábitos. Em minha casa, raramente o bebia" (Lima Barreto), mesmo que sejam duas frases, e não uma. Além disso há frases que são gigantescas (um surrealista cujo nome não me lembro certa vez escreveu um artigo inteiro, de várias páginas, em uma única frase, esse é um exemplo exagerado, certamente, mas existem diversos autores que gostam de períodos enormes). --Schoenfeld 23:41, 18 Julho 2006 (UTC)Brilhante observação.--ITZAK 23:57, 18 Julho 2006 (UTC)
Concordo que o bom senso deve ser a melhor medida. Saramago tem períodos enormes, sem pontuação; e James Joyce nem pensar.EusBarbosa 00:06, 19 Julho 2006 (UTC) Mas acho que ambs não podem ser citados por questão de direitos autorais.EusBarbosa 00:07, 19 Julho 2006 (UTC)

Acima, o colega ITZAK quis dizer “Idealmente será um período (seqüência de frases) completo”? Isto porque, em um parágrafo completo, que pode ser de extensão por demais enorme, poderá ter trechos desnecessários que não ilustram a circunstância de uso de uma palavra ou expressão, e ficam parcialmente, assim, fora de contexto. Waltter Manoel da Silva -discussão- 25 julho 2006 19:06 (UTC);

O que eu quiz dizer é que o editor deve ter a liberdade de colocar até um parágrafo completo, ou mais, a seu prudente critério, fiscalizado pela comunidade que teria o direito de coibir abusos e vandalismos com diálogo e a necessária votação.--ITZAK 22:57, 3 Agosto 2006 (UTC)

A opção 03 talvez seria melhor se dita como “Um período no máximo, por definição”. Somente uma frase pode não ser suficiente para deixar claro o contexto de uso de uma palavra ou expressão. Mas mesmo com a mudança, no caso, de frase para período, sou contra esta Opção 03, pelas razões que ora exponho na Opção 05 abaixo. Waltter Manoel da Silva -discussão- 25 julho 2006 19:10 (UTC);

Votei na 3 mas acho que uma frase as vezes não basta. Qual o sentido de uma frase completa? Uma frase com o significado completo é isso? A pergunta é válida. Colocar, por exemplo:
  1. "O álcool não entrava nos meus hábitos." (Lima Barreto)
  2. "Em minha casa, raramente o bebia." (Lima Barreto)
  3. "O álcool não entrava nos meus hábitos. Em minha casa, raramente o bebia." (Lima Barreto)
Não é a mesma coisa. O exemplo 3 é belo, simples e objetivo. -- Felipe Sousa Nascimento @ 06:46, 26 Julho 2006 (UTC)

Opção 04[editar]

  • Idealmente será um parágrafo completo, podendo extender-se quando justificável. Idem para Fraseologias. Onde se lê Exemplo leio também Fraseologias que para mim são a mesma coisa.--ITZAK 21:35, 18 Julho 2006 (UTC)


Opção 05[editar]

Caro Schoenfeld. Estes problemas decorrem do vezo de se limitar algo que estaria melhor em regime de liberdade vigiada. Declarem qual é o tamanho razoável de uma citação (p.ex. quatro linhas no máximo), e deixem os editores trabalhar segundo o espírito wiki. Abusos serão fiscalizados pelos próprios editores que denunciarão os casos pedindo atenção das autoridades. Quem sentir-se tolhido poderá expor seus motivos e pedir licença para exceder este limite. Pequenos e eventuais excessos não constituem problema. Isto poderá ser decidido quando da regulamentação das normas que estamos votando. Teremos que contar caracteres das nossas citações ? Vote pela extensão ilimitada, com liberdade vigiada. Cordiais Saudações.--ITZAK 22:18, 19 Julho 2006 (UTC)


Por “um período completo, por definição” (Opção 03 acima), entendi que para cada definição deverá haver, no máximo, uma frase de exemplo. Neste caso, sou contra esse limite, pelas seguintes razões:
a) Um dos valores de usar-se fraseologias em dicionários é unir a teoria (no caso, palavras ou frases isoladas) à prática (isto é, especificações de seus contextos através das fraseologias referentes á referida teoria. A não-observância desse duo teoria x prática, fraseologicamente falando, é a razão de um falador nato ter dificuldade para ter redação própria, e, portanto, redigir, às vezes muito mal, em seu própria idioma, e até mesmo não ser bem falante, ou seja, ter dificuldades para expressar suas idéias, tanto oralmente quanto por escrito. No entanto, se uma mesma frase, ou frase semelhante, é dita de várias formas (mudando-se os tempos verbais, por exemplo), a exposição das variedades de expressão da mesma frase pode contribuir para uma assimilação mais rápida dos contextos de emprego de tal frase, principalmente quando se trata de uma língua estrangeira. Por exemplo, em inglês: to tell off = dar bronca; to tell someone off = dar bronca em alguém; I told him off. = Dei uma bronca nele; I don’t like being told off. = Não gosto de levar bronca. – etc. Cada uma dessas frases podem ser corriqueira para um falador nato, mas suas equivalências em outro idioma (o inglês, no caso), se citadas quantas vezes for necessário, poderá fazer com que um falante da língua portuguesa se acostume mais rapidamente com as diversas equivalências dessas frases em inglês. A falta de metodologia na exposição de material didático (no caso, o Wikcionário), especificamente, devido ao desconhecimento de normas de aprendizado fraseológico, poderá resultar na paralisação do desenvolvimento cognitivo fraseológico das pessoas, o que poderá acarretar em problemas da fala, tais como, excessos de pausas, lentidão excessiva, falta de rapidez na conversão – quando necessário, gaguejos, procuras mentais por palavras no ato da conversação etc.
b) Sou pelo uso ilimitado de frases em relação a cada definição, pelo menos até que todas as variações inevitáveis da maneira de expressar-se uma mesma frase sejam do conhecimento de cada pessoa. A respeito, pretendo, logo que possível, redigir alguns artigos na Wikipédia sobre como o bom uso da fraseologia em um idioma, materno ou estrangeiro, pode contribuir para um aperfeiçoamento melhor e mais rápido dos conhecimentos de idiomas estrangeiros por parte das pessoas. Waltter Manoel da Silva -discussão- 25 julho 2006 19:21 (UTC);


Encadeamento de verbetes[editar]

Em relação ao texto usado como exemplo, uma ligação para um verbete com a continuação do mesmo texto:

Opção 01: Poderá ser feita, com um link logo após o exemplo antecedente, ou na seção VER TAMBÉM (2)[editar]

  1. --ITZAK 21:36, 18 Julho 2006 (UTC)
  2. --Waltter Manoel da Silva -discussão- 25 julho 2006 19:21 (UTC);


Opção 02: Poderá ser feita exclusivamente na seção VER TAMBÉM (0)[editar]

Visto que esta seção é a prevista para links internos ao dicionário

Opção 03: Não poderá ser feita, a menos que se trate de sinônimos (10)[editar]

  1. ValJor 21:39, 18 Julho 2006 (UTC)
  2. Cadum 21:55, 18 Julho 2006 (UTC)
  3. EusBarbosa 23:03, 18 Julho 2006 (UTC)
  4. Luan msg 23:26, 18 Julho 2006 (UTC)
  5. Marcelo Silva 23:31, 18 Julho 2006 (UTC) -- Texto das votações e as opções foram mal boladas - deveriam ter tido uma revisão mais apropriada antes de iniciar.
  6. Schoenfeld 23:42, 18 Julho 2006 (UTC)
  7. Gbranco 00:30, 19 Julho 2006 (UTC)
  8. Diego UFCG 14:00, 19 Julho 2006 (UTC)
  9. -- Jonas TomaziniWiktionary-logo-en.png>>> Diga lá! Loading.gif 20:54, 26 Julho 2006 (UTC)
  10. SallesNeto BR 18:42, 29 Julho 2006 (UTC)

Comentários[editar]

Comentários gerais[editar]

Abre-se a possibilidade caso o próximo verbete tenha alguma relação de significância com o anterior, como qualquer outro verbete na seção "ver também" -Diego UFCG 14:00, 19 Julho 2006 (UTC)
O manual de estilos diz sobre o ítem Ver também, páginas que complementem a compreensão do verbete, tais como outros verbetes do Wikcionário, artigos da Wikipédia ou páginas externas.
Não limita-se a indicar sinônimos e antônimos, mas textos que tenham a ver com o verbete. A Wikipédia e páginas externas não necessáriamente fornecerão sinônimos e antônimos. A idéia é melhorar a compreensão. Ora, no próprio wikicionário poderemos encontrar páginas que, pelo seu conteúdo, exemplos, imagens e fraseologias PODEM melhorar a compreensão do verbete inicial, mesmo sem tratar-se de sinônimos e antônimos.--ITZAK 00:28, 20 Julho 2006 (UTC)

Nosso dicionário deve ter o mínimo de imagens. O objetivo não é criar um dicionário ilustrado. É o meu entendimento. Eventualmente, em casos de difícil descrição de um vocábulo, será aceitável uma ilustração, qualquer coisa além disso será um desvio do objetivo, sem contar que seria um grande desperdício de espaço ocupado pelo seu arquivamento. Comentei.--alm 01:41, 2 Agosto 2006 (UTC)

Opção 01[editar]

Uma ligação exposta logo após um exemplo (texto) antecedente pode ser útil, às vezes, no sentido de agilizar a compreensão de tal texto, através do acesso a informações adicionais a respeito. No caso, a linha racional não é quebrada, o que ocorreria, em algumas circunstâncias, caso a ligação viesse em separado e mais abaixo, na sessão “Ver também”. No entanto, ligações (“links”) não intimamente ligadas ao texto anterior seriam melhor se colocadas em “Ver também”. Waltter Manoel da Silva -discussão- 25 julho 2006 19:27 (UTC);


Opção 02[editar]

Caros colegas, eu não entendi o objeto desta votação. Estamos votando a permanência/extinção da seção ver também? --Patrick msg 02:14, 22 Julho 2006 (UTC)


Opção 03[editar]

Uma ligação, neste particular, não deve limitar-se, tão-somente, a sinônimos, mas, sim, deve ocorrer em quaisquer circunstãncias que sirvam para aumentar a compreensão do texto. Não vejo sentido em limitar o acesso à expansão de um determinado conhecimento humano, pertinente ao verbete, em qualquer circunstãncia. Waltter Manoel da Silva -discussão- 25 julho 2006 19:29 (UTC);
De acordo. Além do mais se vamos permitir o encadeamento de dois textos que têm em comum duas palavras que são sinônimas, qual seria a nocividade se as palavras não fôssem sinônimas ? E se fôssem antônimas ? E se fossem apenas duas palavras contidas num texto maior ? É possível compor um exemplo de fraseologia que faz o encadeamento de textos, como exemplifico em âmbito. Não se trata de um link após o exemplo nem de links em VER TAMBÉM. Trata=se de algo que não está sendo discutido. Invoco a liberdade de compor exemplos em defesa dos meus procedimentos.--ITZAK 20:37, 6 Agosto 2006 (UTC)

Não entendi esta questão?! -- Felipe Sousa Nascimento @ 06:59, 26 Julho 2006 (UTC) "Em relação ao texto usado como exemplo, uma ligação para um verbete com a continuação do mesmo texto" : que exemplo? O da fraseologia ou o exemplo do significado? "uma ligação para um verbete como a continuação do mesmo texto", o que é isso? -- Felipe Sousa Nascimento @ 22:02, 29 Julho 2006 (UTC)

Dê uma olhada em âmbito e siga os links (continuar em VERBETE TAL). Verás que os exemplos formam o Canto V de DO INFERNO de Dante Alighieri, com cortes.--ITZAK 20:37, 6 Agosto 2006 (UTC)

Vedação dos encadeamentos[editar]

Esta votação, na forma que foi concebida,
  • 1-) não veda a prática dos encadeamentos. No mínimo consente com encadeamentos entre sinônimos, sem esclarecer qual a razão de limitar-se a sinôninos, excluindo antônimos e outros.
  • 2-) proíbe ligações após exemplos e ligações na seção VER TAMBÉM sem esclarecer como serão feitas as ligações nos permitidos casos de sinônimos.
  • 3-) Não discute encadeamentos feitos através de exemplos de autoria própria e itens de fraseologia. Portanto estes encadeamentos seguem liberados, creio eu.
Pelo exposto, creio que será necessária nova votação para solução de impasses.--ITZAK 23:57, 6 Agosto 2006 (UTC)
Sabe porque meu querido? Porque foi você quem redigiu a votação e a opção mais coerente que havia alí era essa. Vou propor que se mude o título da última opção para não, simplesmente, já que você mostra aqui que o seu objetivo era usar-se disso para criar mais confusão. O que acha??? -- Marcelo Silva 02:26, 7 Agosto 2006 (UTC)
Isto é mais um insulto. A sugestão que fiz para a votação foi modificada. Não modificaram o que não quiseram.--ITZAK 02:44, 8 Agosto 2006 (UTC)
Acho sua proposta uma manipulação. Se mudar a "cédula" da votação precisa votar novamente. A lei mal redigida ganha vida própria e tem que ser interpretada. Faça o que quiser com a sua votação.--ITZAK 02:37, 8 Agosto 2006 (UTC)

Referências bibliográficas[editar]

Dependendo da pergunta 2, além do nome do autor, se for o caso de terceiros, e sempre respeitando direitos autorais:

Opção 01: Deverá também ser informada a referência bibliográfica, quando disponível (13)[editar]

  1. ITZAK 21:37, 18 Julho 2006 (UTC)
  2. ValJor 21:39, 18 Julho 2006 (UTC)
  3. Cadum 21:56, 18 Julho 2006 (UTC)
  4. Luan msg 23:26, 18 Julho 2006 (UTC)
  5. Schoenfeld 23:42, 18 Julho 2006 (UTC)
  6. Gbranco 00:31, 19 Julho 2006 (UTC)
  7. Diego UFCG 14:02, 19 Julho 2006 (UTC)
  8. EusBarbosa 23:28, 20 Julho 2006 (UTC) Oops, tinha me esquecido de votar esse.
  9. Patrick msg 02:15, 22 Julho 2006 (UTC)
  10. Waltter Manoel da Silva -discussão- 25 julho 2006 19:21 (UTC);
  11. -- Felipe Sousa Nascimento @ 06:52, 26 Julho 2006 (UTC)
  12. -- Jonas TomaziniWiktionary-logo-en.png>>> Diga lá! Loading.gif 20:54, 26 Julho 2006 (UTC)
  13. SallesNeto BR 18:48, 29 Julho 2006 (UTC) No 'books também, Diego.

Opção 02: Deverá ser omitida qualquer referência bibliográfica (0)[editar]

Comentários[editar]

Na Wikipédia, a referência é muito importante, aqui deve ser também. -Diego UFCG 14:02, 19 Julho 2006 (UTC)

Sobre esta temática tenho uma idéia que colocarei em breve em debate na esplanada. Me cobrem, aguardo. -- Felipe Sousa Nascimento @ 06:54, 26 Julho 2006 (UTC)

Extensão dos exemplos - 2ª parte[editar]

Ainda quanto à extensão dos exemplos

Opção 01: Será limitada pela comunidade, em termos de máximo de caracteres por exemplo (5)[editar]

  1. ValJor 21:40, 18 Julho 2006 (UTC)
  2. Cadum 21:57, 18 Julho 2006 (UTC) -- Isto obrigará a outra votação?
  3. Marcelo Silva 23:17, 18 Julho 2006 (UTC) -- Se houvesse bom senso esta votação nem precisaria acontecer.
  4. Schoenfeld 23:43, 18 Julho 2006 (UTC)
  5. SallesNeto BR 18:53, 29 Julho 2006 (UTC)

Opção 02: Será limitada pela WikiMedia por software (0)[editar]

Opção 03: Será limitada pelo bom senso do autor e vigiada pela comunidade que poderá propor e votar cortes nos casos abusivos (7)[editar]

  1. --ITZAK 21:38, 18 Julho 2006 (UTC)
  2. EusBarbosa 23:05, 18 Julho 2006 (UTC)
  3. Luan msg 23:28, 18 Julho 2006 (UTC)
  4. Diego UFCG 14:04, 19 Julho 2006 (UTC)
  5. Waltter Manoel da Silva -discussão- 25 julho 2006 19:32 (UTC);
  6. -- Felipe Sousa Nascimento @ 07:03, 26 Julho 2006 (UTC)
  7. -- Jonas TomaziniWiktionary-logo-en.png>>> Diga lá! Loading.gif 20:54, 26 Julho 2006 (UTC)

Comentários[editar]

Opção 01[editar]

Colocar um limite em termos de número de caracteres (ou coisa semelhante) não significa que tenhamos que ficar contando todos os exemplos que aparecem, é apenas um critério simples que permite retirar logo os abusos. Quando alguém acha que um exemplo é exageradamente grande, basta verificar o seu tamanho e, se for o caso, fazer os cortes adequados. Imagino algo assim: um exemplo não deveria exceder n caracteres, caso o faça poderá ser apagado ou diminuído. Se deixarmos para a comunidade vigiar, acontecerá o usual: a pessoa incomodada coloca o problema na página de discussão, ninguém responde, ela faz os cortes e depois desaba uma discussão interminável. Se acham que definir precisamente o tamanho máximo dos exemplos é minúcia demais (e talvez seja), então que pelo menos se coloque uma advertência (no livro de estilo, ou no lugar adequado) de que os exemplos devem ser curtos (e colocar um exemplo de exemplo curto), caso sejam longos são exemplos inadequados, podendo, portanto, ser eliminados ou diminuídos. --Schoenfeld 16:14, 19 Julho 2006 (UTC)
Acho essa Opção 01 um cerceamento da liberdade expositiva de cada editor, fato que poderá prejudicar a rapidez e o bom andamento do seu trabalho. No caso, um excelente exemplo, somente porque, hipoteticamente, excedeu sua extensão limite em apenas uma ou duas palavras, deverá então ser diminuído, ou, no caso de uma citação (que não pode ser modificada), ser descartado? De qualquer forma, o bom senso manda que, na medida do possível, uma frase de exemplo deve ser sucinta, contanto que deixe clara a compreensão do texto. Waltter Manoel da Silva -discussão- 25 julho 2006 19:36 (UTC);

Opção 03[editar]

Sou totalmente pela Opção 03, a qual, na minha opinião, é excelente, por se tratar de política mais bem-avisada. Waltter Manoel da Silva -discussão- 25 julho 2006 19:37 (UTC);

Além de estar em acordo com a política de liberdade dada pela Wiki. "O álcool não entrava nos meus hábitos. Em minha casa, raramente o bebia." (Lima Barreto) Não é a mesma coisa. O exemplo 3 é belo, simples e objetivo. -- Felipe Sousa Nascimento @ 07:05, 26 Julho 2006 (UTC)

Então quer dizer que basta um usuário entrar no Wikcionário e colocar frases longas em 10 verbetes que teremos que fazer 10 votações para retirá-las? -- Marcelo Silva 23:57, 26 Julho 2006 (UTC)
O problema é que se limitarmos em número máximo por caracteres isso poderá deixar frases pela metade. No intuito de respeitar o limite o editor pode colocar frases sem significado ou com significado vazio, poderá cortar a frase pelo meio e retirar o objeto direto de uma frase que o exemplo deveria ser direto e indireto... As citações que o ITZAK colocam nos verbetes por ele editados esta fora de contexto, pois estas podem retirar a atenção do leitor do verbete que é a idéia central. -- Felipe Sousa Nascimento @ 22:18, 29 Julho 2006 (UTC)

Conteúdo da imagem[editar]

Quanto ao conteúdo a, imagem:

Opção 01: Deverá ser exclusivamente uma foto, pintura, caricatura ou representação da(s) coisa(s) significada(s) (13)[editar]

  1. ValJor 21:40, 18 Julho 2006 (UTC)
  2. Cadum 21:58, 18 Julho 2006 (UTC)
  3. Schoenfeld 22:41, 18 Julho 2006 (UTC)
  4. EusBarbosa 23:05, 18 Julho 2006 (UTC)
  5. Luan msg 23:29, 18 Julho 2006 (UTC)
  6. Marcelo Silva 23:34, 18 Julho 2006 (UTC) - Alguma excesão ou outra poderá ser votada, mas em suma é isso.
  7. Diego UFCG 14:05, 19 Julho 2006 (UTC)
  8. Brunosantosrodri 15:09, 19 Julho 2006 (UTC)
  9. Waltter Manoel da Silva -discussão- 25 julho 2006 19:38 (UTC);
  10. -- Felipe Sousa Nascimento @ 07:08, 26 Julho 2006 (UTC)
  11. -- Jonas TomaziniWiktionary-logo-en.png>>> Diga lá! Loading.gif 20:54, 26 Julho 2006 (UTC)
  12. -- --JoseLuizFilho 21:16, 26 Julho 2006 (UTC) Acredito que opção 2 abra espaço à vaidades, quando permite a inserção de figuras correspondentes aos autores dos exemplos. Opção 1 é a mais sensata!
  13. SallesNeto BR 18:56, 29 Julho 2006 (UTC)

Opção 02: Poderá ser uma foto, pintura, caricatura ou representação que represente a coisa significada ou o(s) autor(es) do(s) exemplo(s) e fraseologia(s) (1)[editar]

Limitando-se apenas por restrições do software e pela sensatez vigiada do editor

  1. --ITZAK 21:39, 18 Julho 2006 (UTC)


Comentários[editar]

"...representação da(s) coisa(s) significada(s)" ou da ação significada, como em queca, como o nosso amigo Walter faz questão que os outros vejam. -- Felipe Sousa Nascimento @ 07:11, 26 Julho 2006 (UTC)

Comentários gerais[editar]

Confirmo que acatarei as decisões dessa soberana Assembléia , mas confesso que, por enquanto, estou decepcionado com o assim chamado espírito wiki, de fazer e deixar fazer.--ITZAK 00:02, 19 Julho 2006 (UTC)

Cara, eu não quero ser duro... mas acontece que o espírito Wiki de fazer e deixa fazer é bem diferente de libertinagem irresponsável. Não podemos esperar sentados que os usuários tenham bom senso e não podemos ousar em discutir verbete a verbete, caso a caso, o que pode e o que não pode. No futuro os problemas aumentarão, se hoje temos dois vândalos daqui um ano teremos duzentos - e então faremos o que? Fazer e deixar fazer? Eu acho que não hein... -- Marcelo Silva 00:09, 19 Julho 2006 (UTC)
Não agüentarei duzentos vândalos como os dois, você e o FredMaranhão, que já existem. Prometi a mim mesmo que sairei do projeto antes que isso aconteça.--ITZAK 01:30, 19 Julho 2006 (UTC)
Bom... aí você perde a razão por insultar a mim e ao FredMaranhão, acho que a sanção de insultos que foi votada na Wikipédia deveria valer aqui também (será que vale?). Só posso dizer ITZAK que a comunidade conhece um vândalo de longe, quanto a isso você pode ficar tranqüilo. -- Marcelo Silva 01:46, 19 Julho 2006 (UTC)
O que foi exatamente que lhe fiz para merecer tanto ódio ? O ódio é um veneno que destrói o vaso que o contém. Sê tu como o sândalo que perfuma o machado que o fere.--ITZAK 01:40, 19 Julho 2006 (UTC)
Quem foi que disse que eu tenho ódio de você? Faça o que você quiser mas não coloque palavras na minha boca, isso eu não vou admitir! -- Marcelo Silva 01:46, 19 Julho 2006 (UTC)
Seu veneno escorre pelo vídeo do meu computador.--ITZAK 02:07, 19 Julho 2006 (UTC)Você me chama de libertino, irresponsável,vândalo etc, por motivos fúteis. Diga-me qual é o motivo ? É porque ilustrei versos de Dante com uma foto do autor ? É porque citei o autor, "desobedecendo" a Wikimédia ou seja quem for ? Qual é o teu problema ? Conta p'rá mim. Não quero vê-lo tão triste assim. Tenho a certeza de que o motivo é fútil e passageiro. Vou dar um tempo esperando suas melhoras.--ITZAK 02:13, 19 Julho 2006 (UTC)
Você me insultou me chamando de vândalo, libertino, irresponsável e sei lá que mais. Quem insultou primeiro ? Como eu deveria chamar pessoas que apagam imagens e links de páginas que me custaram trabalho. Quem apagou não estava escudado em normas claramente estabelecidas. Prova disso é que a comunidade aceitou fazer uma votação. Não seria mais correto vocês me convencerem a apagar as tais imagens e os tais links ? Não seria mais respeitoso ? Uma autoridade do Wikcionário determinou que esse "vandalismo" (que nome usar ?) fosse revertido mas isso não aconteceu até agora. Porque mandar reverter algo que não é vandalismo ? Agora vocês estão prestes a vencer as eleições soberanas. As imagens de Dante serão apagadas. Vamos ter que contar os caracteres dos exemplos que usarmos, não é isso ? Vamos desobedecer a WikiMedia citando autores terceiros e respectivas bibliografias, não é isso que vai acontecer ? E você me culpa por esta confusão. Eu sózinho tumultuei o wikiciconário. Ora, tenha paciência.--ITZAK 02:39, 19 Julho 2006 (UTC)
Não te chamei de vândalo, nem de "libertino" e nem de irresponsável, a menos que te serviu o chapéu (e não foi a minha intenção). Meu Deus ITZAK ou você é muito imaturo ou está aqui unicamente para causar problemas, primeiro exigia direitos e clamava por uma votação democrática, agora que tem a votação que pediu diz que não tumultuou o Wikcionário sozinho e que, usando-se da votação como argumento, tinha razão em suas edições pois nada havia sido decidido a respeito e eu não poderia ter feito aquela reversão (correção - pra falar a verdade). E agora o que você quer mais? Dramatizar sua situação, dizer que foi vítima e que eu tenho ódio de você? Sendo que é tudo mentira? Ah cara, largue do meu pé, se estão votando contra as suas idéias "liberais" eu nada posso fazer (e nem quero também). Um abraço! -- Marcelo Silva 02:56, 19 Julho 2006 (UTC)
O que quero mais ? A implementação do espírito wiki. Fazer e deixar fazer. Não apague, acrescente. Cadastre seus próprios verbetes corretamente, preferencialmente a criticar os dos outros. Isto me atraiu no projeto wikcionário, porém, trabalhar de graça para depois perder tudo por causa de uns poucos invejosos não me atrai. Sofri enorme desgaste para provar uma coisa certa. Os verbetes podem e devem trazer citações de autores consagrados. Ainda vou provar que as páginas podem trazer imagens do(s) autor(es) citado(s). "Quem tem fé no que faz é coberto até de ridículo" (Rui Barbosa).--ITZAK 11:14, 19 Julho 2006 (UTC)
Uma discussão interminável... terminará se um dos intervenientes se calar. Normalmente é o mais inteligente quem o faz. Quem toma a iniciativa?
A verdade é que o ITZAK, pela forma como afrontou toda a gente, criou os anti-corpos suficientes para não conseguir levar a água ao seu moinho. Mas, pessoalmente, eu prefiro os colegas que defendem os seus pontos de vista, mesmo que de forma obstinada, àqueles que impõem pela calada métodos que a comunidade reprovará.
Como parte da comunidade reprovo o cerceamento ao uso de imagens de autores bem como a limitação rígida à estrutura e extensão das citações e fraselogias. Tenho o direito e dever de dizer isso agora para não vir a dizer depois. Mesmo perdendo a votação não perco o direito à livre manifestação de meu pensamento.--ITZAK 11:33, 19 Julho 2006 (UTC)
Não afrontei ninguém. Apenas paguei um alto preço por ter opiniões próprias. O restante do seu parágrafo tem a minha concordância.--ITZAK 11:20, 19 Julho 2006 (UTC)
O que me parece é que a dificuldade desta e de outras discussões (algumas ainda pendentes...) não está em tomar a decisão (mais votação, menos votação, tudo se decide). O problema é divulgar de forma clara as regras fixadas (o actual método depende demasiado de pesquisa voluntária...) e fazê-las cumprir.
É por isso que gosto do espírito wiki. Quanto menos normas, melhor.--ITZAK 11:20, 19 Julho 2006 (UTC)
Não haverá maneira de ultrapassar isto? -- Cadum 10:17, 19 Julho 2006 (UTC)
Há uma maneira calar de se ultrapassar isso: é fazendo-se o seguinte. ISSO VALE PARA TODOS!!!

REGRA DE OURO:

1- Abster-se de fazer insultos e ofensas, abster-se de revidar, não tomar as críticas pelo lado pessoal.
2- Não pré-conceber, não adivinhar ou pressupor más intenções sobre os atos dos outros.
3- Procurar criticar os fatos, a página, o texto, não a pessoa que o fez ou editou.
4- Em casos de impasse: votar... e aceitar o resultado da votação.
Veja-se em Usuário Discussão:Eusbarbosa que o Sr Marcelo Silva confessa a intenção de desacatar a votação que legitimar citações usando seu suposto direito de editor para substituir por exemplos todas as citações que encontrar. Se é assim, valerá a pena fazer citações ? O primeiro editor está sendo respeitado ?--ITZAK 18:32, 19 Julho 2006 (UTC)
Se não adotarmos esse procedimento vamos acabar inviabilizando esse projeto, ou então algumas medidas drásticas terão que ser tomadas para que isso não aconteça.EusBarbosa 12:39, 19 Julho 2006 (UTC)
Por falar em medidas drásticas, acho que já está na hora de pensarmos em CheckUser, e talvez, sanção de insultos. -Diego UFCG 14:11, 19 Julho 2006 (UTC)
Por falar em insultos, acuso o Sr Marcelo Silva que anda me chamando de vândalo, sock puppet, libertino, irresponsável. Veja-se por exemplo Usuario Discussão: Eusbarbosa.--ITZAK 18:41, 19 Julho 2006 (UTC)
Isso mesmo Diego, por mim começamos a votação do Check User e da sanção de insultos hoje ainda. -- Marcelo Silva 14:38, 19 Julho 2006 (UTC)
Diego, o checkuser é um legítimo instrumento de defesa dos projetos wikimedia. Eu proponho imediata adoção por você, por já ser administrador e burocrata, além de uma pessoa sensata, confiável e consciente. Não é preciso votação para isso, pois não? Quanto à sanção de insultos podemos até votar, mas como burocratas, creio que podemos atuar desde já contra aqueles que exagerarem e, após avisados, reincidirem.EusBarbosa 14:58, 19 Julho 2006 (UTC)
Deveríamos aproveitar e decidir de vez também as regras para direito a voto. Concordo com o que o EusBarbosa disse logo acima, e pelo menos quanto ao checkuser acho que podemos considerar consenso? --Schoenfeld 15:44, 19 Julho 2006 (UTC)
Sou da opinião de que as edições do ITZAC não podem, nem devem, ser proibidas mesmo que uma votação "legitime" a "proibição".
O ITZAC terá que compreender que qualquer artigo pode, e deve, ser melhorado tendo como finalidade a adequação ao uso final deste projecto.
Em poucas palavras, este projecto visa a obtenção de um dicionário da língua portuguesa para o mundo lusófono com um nível de qualidade e de universalidade o mais alto que seja possível.
As edições do ITZAC, na minha opinião, não têm o mínimo de qualidade que se pode exigir para este projecto e, mais cedo ou mais tarde, terão que ser revistas e melhoradas podendo até ser apagadas.
Embora os administradores não tenham mais direitos que qualquer outro editor, devem, na minha opinião, discutir entre si os pontos de vista como os do ITZAC e mostrarem, sem margens para discussões, se os consideram adequados, ou não, para a qualidade final do projecto. Seria suficiente saber-se se, na óptica dos administradores, as edições do ITZAC são exemplos para serem seguidos ou se são exemplos que não deverão ser seguidos.
Jtlopes 22:00, 19 Julho 2006 (UTC)
Prezado Jtlopes. Em linhas gerais aceito suas palavras. Apenas faço constar que quem apagou imagens das minhas edições não fez nenhuma melhoria; não substitui a imagem por outra mais adequada, não alterou nada no texto embora a página esteja como esboço. Apenas alegou que a imagem não tinha nada a ver com o verbete e eu aleguei que a imagem tinha tudo a ver com o autor da citação. Daí em diante fui fuzilado por terceiros querendo me provar que eu estava fora das normas da casa, o que mostrou-se falso. Não me oponho a melhorias no texto. Que tal apresentar cada verso na versão original ? Não me oponho a isso. Mas simplesmente apagar é contrário às normas de etiqueta do wikcionário (Não apague, acrescente; é o que o novato deve ler no seu primeiro dia de atividade). Eu lí, respeito esta norma e quero que a respeitem. Obrigado pela atenção.--ITZAK 00:02, 20 Julho 2006 (UTC). Outrossim, quando iniciei essa atividade não me foram informados os padrões de qualidade mínimos aceitáveis para o meu trabalho, o que torna isso uma questão subjetiva. Alguns editores limitam-se a fornecer o título da página e a separação silábica, deixando o resto do trabalho para os demais, ao que me pareceu.--ITZAK 01:32, 20 Julho 2006 (UTC)
Além do mais, todos os meus verbetes estão na categoria ESBOÇO, convidando qualquer editor a fazer melhorias. Não obstante devo dar o meu melhor pois se eu pressuponho que meu trabalho será refeito por superiores posso fazer qualquer porcaria que o resultado final será o mesmo. Isto eu não faria. Quem não gostou do que fiz precisa entender que tentei fazer um bom trabalho. As normas de etiqueta do wikicionário proíbem pressupor coisas negativas de terceiros. Saudações.--ITZAK 12:21, 20 Julho 2006 (UTC)
Onde digo" Que tal apresentar cada verso na versão original ?" preciso fazer uma correção. Que tal apresentar o verbete traduzido para várias línguas, começando pela língua original do autor citado ?--ITZAK 12:24, 20 Julho 2006 (UTC)

Pessoal devemos ter em mente que tudo o que estamos votando hoje não é eterno, nada é eterno. Devemos ser livres e libertar. -- Felipe Sousa Nascimento @ 07:20, 26 Julho 2006 (UTC)