Wikcionário:Princípio da imparcialidade

Origem: Wikcionário, o dicionário livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Transcrito da Wikipédia. Em adaptação.

O princípio da imparcialidade é um princípio adotado pelo Wikcionário para lidar com assuntos controversos. Segundo este princípio, as entradas do Wikcionário devem ser imparciais. Isto é, devem ser escritas numa forma com a qual ambos (ou todos) os lados envolvidos possam concordar com ela. Por exemplo, ao lidar com temas religiosos, a entrada deve estar escrita de forma a que seguidores da religião em questão, seguidores de outras religiões e ateus/agnósticos possam aceitá-la.

Os verbetes do Wikcionário devem representar as diferentes visões sobre um assunto, incluindo-as e definindo claramente onde há conflitos e quais são os lados da disputa. Isto significa que:

  • os factos devem ser apresentados como tal
  • nenhuma entrada pode conter referências a opiniões sem que primeiro sejam apresentados factos incontestáveis.
  • as opiniões devem ser apresentadas como tal (ou seja, uma opinião deve ser classificada como opinião e deve ser atribuída)
  • Nos temas controversos, devem ser apresentados os pontos de vista de ambos os campos em disputa.

A evitar[editar]

Adjetivos[editar]

Os adjetivos contribuem para tornar um artigo mais parcial porque muitas vezes implicam uma qualificação subjetiva.

Por exemplo, a palavra demagógica no texto seguinte:

Uma propaganda demagógica, que explorava habilmente essas frustrações, permitiu aos nazistas implantar-se na classe média e entre os operários.

torna-o parcial porque os próprios nazis poderiam não reconhecer que a sua propaganda era demagógica. Já para não falar das pessoas que foram convencidas pelos nazis, que certamente não achavam aquela propaganda demagógica. Se a achassem, teriam rejeitado as ideias nazis. Para além disso, o texto sugere que o sucesso dos nazis se deve essencialmente à demagogia, o que pode não ser consensual entre os historiadores.

Aquela frase pode ser transformada numa frase mais imparcial da seguinte forma:

  1. atribuir aquele ponto de vista a alguém: "Os (ou alguns, ou a maioria) historiadores consideram que uma propaganda demagógica, que explorava habilmente essas frustrações, permitiu aos nazistas implantar-se na classe média e entre os operários."

Exemplo prático[editar]

Na entrada galego tem de se expecificar que alguns estudiosos consideram o galego como variante do português, e outros consideram-no apenas nascido da mesma raiz.