Utilizador Discussão:Talianeto/Prospeto

O conteúdo da página não é suportado noutras línguas.
Adicionar tópico
Origem: Wikcionário, o dicionário livre.

PROSPETO[editar]

V I R T U A L

                                                         Honório Tonial

O que significa o vocábulo:Virtual.?

1 - Fiz uma pesquisa na Wikipédia, a maior enciclopédia livre do mundo, que merece toda a credibilidade. Go fato na risserca ntea Wikipédia, la pi granda insiclopedia lìbera del mondo, que la se mèrita tuta la credibilità. 2 – VIRTUAL é algo apenas potencial, todavia realizável.

     VIRTUAL el zé qualcosa solamente potensial, però realisàbile

3 – Virtual referir-se-ia a uma categoria tão verdadeira quanto real.

     Virtual volaria dir una categoria tanto verídica quanto real. 

4 - O Virtual não é oposto ao real.

     El Virtual nol zé mia el oposto del real.

5 – O Virtual pode ser oposto ao atual porque o Virtual carrega uma potencia de vir a ser; enquanto o real já é, existe. El Virtual el pol esser el oposto al atual parché el virtual el porta una potensa de vegner a esser;

     inquanto el atual romai el zé: el esiste.

6 - Virtual é como a assimilação de : realidade virtual, memória virtual, entidade virtual, presença virtual, viagem virtual, etc.

     Virtual el zé come la assimilassion de realità virtual, memória virtual , entità virtual, presensa       virtual,  viaio virtual, etc.

7 – O francês Piere Levy, em seu livro “O que é o virtual”, assim o define:

... O que é virtual? Com o desenvolvimento das comunicações computadorizadas em rede, se popularizaram os termos "virtual" e "virtualidade". Popularmente, chama-se "virtual" tudo aquilo que diz respeito às comunicações via Internet. Nesse sentido, a Wikipedia poderia ser chamada uma "enciclopédia virtual", embora essa acepção da palavra seja imprópria porque "virtual" implica o conceito de uma simulação, o que nem sempre é verdade. Em muitos casos de expressões como "amigo virtual" ou "universidade virtual" o adjetivo "remoto" ou "à distância" se encaixaria com mais propriedade. Pode-se ter uma idéia melhor sobre o termo "virtual" e suas implicações lançando mão da Semiótica peirceana, que estuda o relacionamento dos fenômenos do universo. [editar] Tudo é virtual? Um dos mais conhecidos autores a tratar do tema é o francês Pierre Lévy. Em seu livro "O que é o virtual?", ele define: "o virtual não se opõe ao real, mas sim ao actual. Contrariamente ao possível, estático e já constituído, o virtual é como o complexo problemático, o nó de tendências ou de forças que acompanha uma situação, um acontecimento, um objecto ou uma entidade qualquer, e que chama um processo de resolução: a actualização." (LÉVY, 1996, p.16) Lévy compara o virtual a um problema muito complexo ou a um acontecimento que precisa de uma solução. Esta solução é proporcionada pela atualização, que vem a ser o inverso da virtualização. Completando seu raciocínio, diz que a virtualização consiste em uma passagem do atual ao virtual, em uma "elevação à potência" da entidade considerada. A virtualização não é uma desrealização (a transformação de uma realidade num conjunto de possíveis), mas uma mutação de identidade, um deslocamento do centro de gravidade ontológico do objeto considerado: em vez de se definir principalmente por sua atualidade (uma "solução"), a entidade passa a encontrar sua consistência essencial num campo problemático. Verifica-se, portanto, que ocorre um círculo: a atualização soluciona um problema e a virtualização de uma solução gera um outro problema. Na tentativa de explicar melhor o que é "virtual", Lévy descreve a situação de uma empresa com departamentos longe da matriz. "A virtualização pode ser definida como o movimento inverso da actualização. Consiste em uma passagem do actual ao virtual, em uma 'elevação à potência' da entidade considerada. A virtualização não é uma desrealização (a transformação de uma realidade num conjunto de possíveis), mas uma mutação de identidade, um deslocamento do centro de gravidade ontológico do objecto considerado: em vez de se definir principalmente por sua actualidade ('uma solução'), a entidade passa a encontrar sua consistência essencial num corpo problemático" (LÉVY, 1996, p.17). Ele afirma que "a palavra virtual vem do latim medieval virtualis, derivado, por sua vez, de virtus, força, potência. O virtual tende a atualizar-se, sem ter passado, no entanto, à concretização efetiva ou formal", ou seja, é algo que não existe na forma física. Pode-se afirmar que o virtual é uma realidade que veio facilitar a vida do ser humano, pois através do virtual, que se encontra num suporte material (o computador), é possível obter várias informações (interagir) com outras pessoas. Para Lévy, o virtual é mediado ou potencializado pela tecnologia; produto da externalização de construções mentais em espaços de interação cibernéticos. Lévy usa o termo para criar especulação filosófica: fala de "virtualização" aplicada a, praticamente, todos os aspectos da vida humana: "Três processos de virtualização fizeram emergir a espécie humana: o desenvolvimento das linguagens, a multiplicação das técnicas e a complexificação das instituições" (LÉVY, 1996, p. 70). E assim por diante. Ao final do livro, fica-se imaginando que tudo é virtual. Em Pedagogia, é freqüente o uso de "virtual" na designação de sistema de colaboração em rede. Como em "ambientes virtuais de aprendizagem", por exemplo. Em informática, é muito usado para designar sistemas de animação tridimensional em tempo real: realidade virtual. "Virtual" também é um termo usado largamente para designar qualquer relacionamento mediado por redes de computador. A midia de informática, principalmente, ajuda a popularizar a "virtualidade", porque é uma palavra que sempre chama atenção, está sempre ligada a novas tecnologias e ao modismo tecnológico. [editar] Realidade

PROSPETO DE FUNDASSION DE ENTITÀ VIRTUAL


GIUSTIFICATIVA:

La informática, sto vero miràcolo e par mi un gran mistero, la permete na oportunità de creare um coligamento virtual dea grandessa che se vol. Sémplice instatània la pol girar el mondo intiero in pochi secondi.

Par  intermeso dea Internet podemo risgatar el passà, registrar el presente e progetar el futuro.

Ricevo la inspirassion al pensar in due persone: El onorévole pofessor Giovanni Meo Zílio ( in memória), par mi cognossesto quando de le sue risserche ntele diverse comunità onde abìtano i descendenti dei nostri imigranti – la maioransa Veneti, a Erechim, Gaurama, Viadutos, Marcelino Ramos ntel Rio Grande do Sul e Cascavel nel Stato del Paraná, Brasil. Um vero passionà par la tutela del nostro Talian Veneto. Rovilio Costa el zé un frate capucino, de star a Porto Alegre, capital del Rio Grande do Sul, professor dea Università Federal del Rio Grande do Sul (UFRGS), membro dea Academia Riograndense de Letras, scritor, giornalista, editor e diversi alti gradi de impegno. El ga scrito nte na targa, par mi ricevesta nte un incontro dei radialisti del Talian Veneto del Brasil, queste parole:- “Honório Tonial el se ga fato la biblia viva del nostro talian” Na lode o na sentença? Come meritàrla e mantégnerla :? Ai 83 ani de età son drio viver, laorar, respirar, insoniar e anca pregar Talian Veneto.. E in culminansa del me ogetivo desìdero fondar na entità che adesso propongo, Con el aiuto de tuti i Veneti del Mondo salvaremo el Talian Veneto..!



PROSPETO DE FUNDASSION DE ENTITÀ VIRTUAL


GIUSTIFICATIVA:

La informática, sto vero miràcolo e par mi un gran mistero, la permete na oportunità de creare um coligamento virtual dea grandessa che se vol. Sémplice instatània la pol girar el mondo intiero in pochi secondi.

Par  intermeso dea Internet podemo risgatar el passà, registrar el presente e progetar el futuro.

Ricevo la inspirassion al pensar in due persone: El onorévole pofessor Giovanni Meo Zílio ( in memória), par mi cognossesto quando de le sue risserche ntele diverse comunità onde abìtano i descendenti dei nostri imigranti – la maioransa Veneti, a Erechim, Gaurama, Viadutos, Marcelino Ramos ntel Rio Grande do Sul e Cascavel nel Stato del Paraná, Brasil. Um vero passionà par la tutela del nostro Talian Veneto. Rovilio Costa el zé un frate capucino, de star a Porto Alegre, capital del Rio Grande do Sul, professor dea Università Federal del Rio Grande do Sul (UFRGS), membro dea Academia Riograndense de Letras, scritor, giornalista, editor e diversi alti gradi de impegno. El ga scrito nte na targa, par mi ricevesta nte un incontro dei radialisti del Talian Veneto del Brasil, queste parole:- “Honório Tonial el se ga fato la biblia viva del nostro talian” Na lode o na sentença? Come meritàrla e mantégnerla :? Ai 83 ani de età son drio viver, laorar, respirar, insoniar e anca pregar Talian Veneto.. E in culminansa del me ogetivo desìdero fondar na entità che adesso propongo, Con el aiuto de tuti i Veneti del Mondo salvaremo el Talian Veneto..!










. ASVIRMONTAVE

REGOLAMENTO

CAPÌTOLO I Dea denominassion,capital e sèdia. Art. 1º – Deventa creada la Assossiassion Virtual Mondial del Talian Veneto. ASVIRMONTAVE § 1º - La entità la ga par finalità el recùpero, el registro, la atualizassion e el svolgimento dea língua dei descendenti dei imigrani italian nel mondo. § 2º - Questa língua la riceverà la designassion vocabular de TALIAN VENETO. Art.2º- .La ASVIRMONTAVE no la gavarà beni o capital monetário.

§ 1° - La feramenta doperada par mantegner la entità in funsionamento la sarà  la  informática:: sites, blogs, e-mails e altri recursi tecnolòichi

Art. 3º - La sua sèdia-riferensa la sarà la Biblioteca Cívica “MARIO DONADONI in Bovolone, Verona , Itália § 1º- I soci dea ASVIRMONTAVE i podarà participar del Conorso Letterario Internazionale in Lingua Veneta, anualmente.


CAPÌTOLO II

Requisiti par la amission, demission e esclusion dei soci virtuai Art. 4º Tuti i scritori e parlandi del Talian Veneto i pol partissipar dea ASVIRMONTAVE. § 1º - Na pìcola autobiografia del participante la servirà de inscrission de sócio. § 2º - I primi 100 ( cento ) partissipanti i sarà considerai SOCI FONDATORI. § 3° - Almanco na olta el mese el sócio el fará el suo registro de presensa, participando con notìssie, inviti, poesie, artícoli e altri Art. 5º I soci partissipanti i gavarà la libertà de demitirse a qualche tempo, sensa nessun comprometimento con la entità, bastando comunicar la decision a la Assemblèa. § 1º I soci che no i partissipa durante 3 ( tre) mesi consecutivi, sensa giustificativa expressa a la Assemblèa i sara considerai Esclusi.. § 2° El socio escluso el podarà ritornar a qualche tempo e el sarà considerà reincluso, con tuti i diriti de ogni partissipanti. . CAPÌTOLO III Modalità de partissipassion: Art. 6º Ogni partissipante poderá servirse de E-mail, Blog o altro veìcolo virtual de comunicassion. § 1º - Será libera la manfestassion, sempre rispetando la ètica e la moralità. § 2º - Prosa, poesia, provèrbii e altre forme de espression e comunicassion le poderá esser utilisade. Tanto individuae come coletive.

CAPÌTOLO IV Disposission Generale: Art..7º - Sarà question de onore e comprometimento de utilizare el idioma Talian Véneto ntea ASVIRMONTAVE. § 1º - Será acete parole che formano idiomatismi e neologismi specìfichi a ogni ponto geográfico e altre spessificità linguìstiche acete per le comunità parlante. Art. 8 º Tuti i partissipanti i poderá dar sugestion par perfessionar le regole ora proposte. § único. La Assemblèa Virtual la sarà continuamente presente , composta de tuti i parissipanti che i gavarà el comun impegno de mantegner vivo el parlar dei nostri antenati.


Erechim , desembre de 2008-12-18 Honório Tonial
                          Professor Pensionà e scritor  del Talian Veneto