Utilizador Discussão:Sampayu

Origem: Wikcionário, o dicionário livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Discussão 2008[editar]

Olá, Sampayu, bem-vindo ao Wikcionário !

Welcome to the Portuguese edition of Wiktionary. If you have trouble understanding Portuguese, please consider using Babel so we are aware of your difficulties.
O Wikcionário surgiu em 2004 e com o tempo foram estabelecidos vários princípios definidos pela comunidade. Por favor, reserve alguns minutos para explorar os tópicos seguintes antes de começar a editar no Wikcionário.
Leituras recomendadas
Crystal Clear app Startup Wizard.png Tutorial
Aprender a editar passo a passo num instante.
Crystal Clear app kedit.png Zona de testes
Para fazer experiências sem danificar o Wikcionário.
Crystal Clear app error.png O que o Wikcionário não é
Saber o que não se realiza no Wikcionário.
Reciclagem.png Tarefas
Onde pode receber propostas de tarefas no Wikcionário.
Crystal Clear action apply.png Livro de estilo
Definições de formatação normalmente usadas.
Nuvola apps ksirc.png FAQ
O que toda a gente pergunta.
Crystal Clear app lassist.png Políticas do Wikcionário
Regulamentos gerais a saber.
Crystal Clear action info.png Ajuda
Manual geral do Wikcionário.
Presa de decissions.png Versões da Língua Portuguesa

Veja as condições acerca das versões da língua portuguesa.

Crystal Clear app help index.svg Critérios de inclusão

Veja quais tipos de palavras podem ser incluídas no Wikcionário.

Importante!

Para facilitar a criação de verbetes seguindo as recomendações estabelecidas pela comunidade, leia também a pequena documentação existente em Predefinição:cria-verbete.

 Se você é já um editor com conhecimentos do código wiki, tenha em atenção as seguintes recomendações:

  1. coloque em outra(s) página(s) uma ligação para qualquer página que você criar, senão ela vai aparecer na lista de verbetes órfãos e algum outro usuário vai ter que corrigir/completar o seu trabalho;
  2. coloque saídas para outros verbetes, senão o seu verbete vai aparecer na lista de páginas sem saída e algum outro usuário vai ter que corrigir/completar o seu trabalho;
  3. categorize seu verbete, senão ele vai aparecer na lista de verbetes não categorizados e algum outro usuário vai ter que corrigir/completar o seu trabalho;
  4. crie as eventuais categorias novas que você usar em seu verbete, senão elas aparecerão na lista de categorias pedidas e algum outro usuário vai ter que corrigir/completar o seu trabalho;

Esta é a sua página de discussão, na qual pode receber mensagens de outros Usuários. Para deixar uma mensagem a um Usuário deve escrever na página de discussão dele, caso contrário ele não será notificado. No fim da mensagem assine com quatro tiles: ~~~~
  • Desejo-lhe uma boa estadia no Wikcionário!

Valdir Jorge fala! Canadá 09h16min de 16 de dezembro de 2008 (UTC)Reply[responder]

Algumas dicas[editar]

Olá Sampayu!

Algumas dicas:

  1. aqui no wikcionário os interwikis devem ser para a mesma palavra em outras línguas e não para a tradução da palavra. Assim, por exemplo, no verbete casa temos que colocar o interwiki para en:casa e não para en:house;
  2. não coloque interwikis para páginas que não existem nos wikcionários de destino (como fez com it:faglia);
  3. não coloque ligação para a wikipedia se a palavra não existe lá (como fez com lapso);

Bom trabalho!

--Valdir Jorge fala! Canadá 14h19min de 18 de dezembro de 2008 (UTC)Reply[responder]

Olá Sampayu!
Citação: Você escreveu: «Vixe, Valdir, agora fiquei meio confuso. :-\»
Não tem problema, é bem natural, as regras aqui são um pouco diferentes da wikipedia.
Citação: Você escreveu: «Então quer dizer que eu não posso pôr en:house?»
Pode, claro, mas só no verbete house, não no verbete casa.
Citação: Você escreveu: «Mas se eu quiser que a pessoa veja a grafia da palavra casa, em inglês, eu tenho que fazer o quê?»
Traduções vão na seção Traduçao. Assim, se você for ao verbete casa verá que consta lá a tradução para o inglês (e para várias outras línguas também).
Citação: Você escreveu: «Diga-me se é isto: eu tenho então que pôr en:casa, depois tenho que ir àquele artigo em inglês (en:casa), criar uma seção "Portuguese" e informar que casa é house?»
Bem, se você olhar o en:casa verá que já existe uma seção em português que diz que casa é house em inglês. Se você quiser melhorar o conteúdo do wikcionário em inglês, claro que é bem-vindo, mas eu recomendaria se concentrar mais aqui neste nosso projeto. Nós precisamos de bem mais ajuda do que o pessoal de inglês...
Citação: Você escreveu: «Removi o interwiki de it:faglia. Então, seguindo o raciocínio anterior, eu também não posso pôr it:falha, a menos que eu primeiramente vá em it.wiktionary.org e crie um artigo para "falha", correto?»
Correto. Só uma observação: ao retirar o it:faglia você também retirou o fr:falha, que é válido (a palavra existe no wikcionário em francês...)
--Valdir Jorge fala! Canadá 13h51min de 19 de dezembro de 2008 (UTC)Reply[responder]
Olá Sampayu!
Citação: Você escreveu: «Putz, agora tô até com medo de fazer coisa errada. :-P»
Não precisa ficar com medo, não. Aqui é um wiki, se a gente errar, sempre tem outros (ou nós mesmos!) que podem consertar depois.
Citação: Você escreveu: «Notei que muitas palavras estão faltando, nos outros dicionários. Pôxa vida... :-o»
Nosso projeto nunca vai "acabar", sempre tem alguma coisa nova a acrescentar. É da natureza da língua e do trabalho colaborativo... :-)
Citação: Você escreveu: «E agora, será que fiz alguma caquinha de novo?»
Não, agora parece que está bastante bom.
--Valdir Jorge fala! Canadá 19h46min de 19 de dezembro de 2008 (UTC)Reply[responder]

Re: Emoticons e assinatura[editar]

Olá Yuri!

Citação: Você escreveu: «Valdirrrrrr... me explica una cosita, por favor: como faço para personalizar a minha assinatura, de modo que aquele link discussão se torne algo como aquele fala! que aparece na sua assinatura?»

Dê uma olhada em Usuário Discussão:Luan/assinatura. Se precisar de mais ajuda, fique à vontade para perguntar.

Citação: Você escreveu: «Ah: notei que o Wikcionário estava só com 2 míseros emoticons , então fui lá na Wikipédia e catei mais alguns, rs. Eles estão lá na categoria predefinições de emoticons do Wikcionário. Dei uma melhorada na tabela e no texto.»

Ok, muito bom!

--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 13h31min de 20 de dezembro de 2008 (UTC)Reply[responder]

Erro de prosódia[editar]

Caro Sampayu,
Permito-me chamar-lhe à atenção que havendo um erro de prosódia ele tanto pode ser do lado dos brasileiros como do lado dos portugueses.
Tenho defendido aqui:
  • este Wikcionário não é dos brasileiros nem dos portugueses -- é da língua portuguesa;
  • que a divisão silábica de glossário é glo.ssá.ri.o;
  • que a partição de glossário para a translineação é glos.sá.rio;
  • que a classificação quanto ao número de sílabas de glossário é um políssilabo;
  • que a classificação quanto à posição da sílaba tónica de glossário é proparoxítona;
  • que proparoxítona eventual é uma coisa que não existe na língua portuguesa.
Bem. Você começou a mexer num problema polémico que ainda não conseguimos resolver em termos de comunidade...
Veja Wikcionário:Esplanada.
Um abraço. Diabo e Santo
Olá Yuri!
Não é sempre que eu concordo com o D&S, mas desta vez ele está em parte com a razão: indicar que a maneira como os portugueses fazem a sua divisão silábica como sendo "erro de prosódia" é inaceitável. É diferente do que nós brasileiros fazemos, mas é tão válido quanto. Eu pediria a você que revisse os verbetes que modificou e retirasse aquela indicação polêmica.
Em tempo: proparoxítona eventual foi uma solução intermediária que encontramos e é a que deve ser usada. Não é boa, mas é a melhor que há.
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 18h06min de 21 de dezembro de 2008 (UTC)Reply[responder]
Olá Yuri!
Estou sem tempo para discorrer longamente, por isso vou ser bem sucinto:
  1. em se falando das variantes da língua portuguesa eu prefiro construir pontes que nos unam do que paredes que nos separem; por isso vejo com muito maus olhos a modificação que fez em glossário: tanto quanto eu possa ver, a única diferença entre Brasil e Portugal é que nós não separamos o ri do o e eles separam; isso certamente não é suficiente para querermos segregar as variantes lingüísticas como você fez.
  2. sobre a questão ser um vespeiro: Icon yes.png Concordo plenamente.
  3. sobre usucapião na wikipedia: concordo que lá seja necessário haver blocos em separado para o Brasil e Portugal (e Angola, e Moçambique, etc), pois cada país tem uma legislação diferente; aqui no wikcionário falamos todos a mesma língua, só há pequenas variantes regionais com as quais temos que conviver; promover a segregação das variantes não ajuda em nada nosso projeto
  4. sobre colocarmos o assunto para votação: tenho evitado chamar votações sobre quaisquer assuntos pois nós temos uma infestação de fantoches não declarados neste projeto, o que poderia criar uma situação muito esquisita no caso de uma votação.
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 21h29min de 21 de dezembro de 2008 (UTC)Reply[responder]
Olá Yuri!
Sim, não nego que haja diferenças entre as duas variantes do português, mas eu reafirmo que sou da opinião que devemos tentar viver harmoniosamente com nossas diferenças. Senão vamos terminar fazendo o que algumas pessoas propuseram no passado: termos dois wikcionários em português, um para cada norma. Penso que os dois lados saíriam perdendo com isso.
Nunca tinha pensado do ponto de vista que você colocou (de uma pessoa acessando o wikcionário e obtendo informação que para a região onde ele vive seria errada). É realmente um problema espinhoso, para o qual não vejo muita solução. A não ser colocar algo no estilo das bandeirinhas que você colocou no seu exemplo...
Como você pode ver da resposta do D&S, ele é favorável a simplesmente eliminarmos a informação sobre divisão silábica, sílaba tônica e número de sílabas. Por motivos óbvios, discordo plenamente dele e espero que essa idéia dele não vingue jamais aqui. O projeto seria empobrecido por uma tal regra.
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 14h53min de 22 de dezembro de 2008 (UTC)Reply[responder]
Olá Yuri!
Citação: Você escreveu: «por exemplo: eu também acho absurdo que a gramática brasileira separe o dígrafo ss, na divisão silábica»
Bem, podemos achar o que quisermos, mas temos que seguir a norma, certo? Eu também acho que tem um monte de coisas que poderia ser melhorada na gramática portuguesa, mas sei que não tenho poderes de mudá-la, portanto aceito...
Citação: Você escreveu: «Eu acredito que fui feliz naquela minha sugestão das bandeirinhas»
Sim, gostei muito da idéia.
Citação: Você escreveu: «mas você é que é o administrador aqui»
Como você bem sabe, o administrador não tem o poder de decidir pela comunidade. Se você quiser propor seu esquema de divisão silábica para votação pela comunidade, vá em frente. Eu votarei a favor, com certeza.
Citação: Você escreveu: «Para que funcione, precisa se tornar um padrão.»
Icon yes.png Concordo. Só que eu saí "queimado" de algumas votações anteriores. Propus algumas idéias interessantes, mas algumas pessoas usaram a votação para perverter completamente a minha idéia, prefiro não ser mais o proponente de mais nada...
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 16h47min de 22 de dezembro de 2008 (UTC)Reply[responder]

Divisão silábica <> glossário[editar]

Caro Sampayu,
Pode tratar-me como melhor lhe aprouver que eu vou tentar dizer-lhe qual é a minha posição sobre os tópicos que aflorou:
  • Usucapião
  • É muito fácil dar-lhe um significando em termos de dicionário generalista, mas é mais complicado descrever o termo técnico e manter essa descrição actualizada para as normas (leis) dos países cuja língua oficial é o português. Quanto a mim, a Wikipédia falha porque dá a entender que só há dois países que têm o português como língua oficial.
  • A língua erudita portuguesa falada
  • Mais sotaque para lá ou para cá, o português falado é só um embora aqui e ali apareçam termos e construções de frases inesperadas onde é necessário o hábito para uma boa e rápida compreensão. Todos nós sabemos distinguir apenas pelo falar um caboverdiano, um angolano ou um brasileiro, mas todos se entendem.
  • A língua erudita portuguesa escrita
  • Uma língua e duas gramáticas é um absurdo quando se passa para lá da dupla grafia
  • É também um absurdo um dicionário generalista ir para lá das entradas correctamente escritas e dos significados possíveis confirmáveis
  • Defendo que devemos retirar de todos os verbetes a divisão silábica, a classificação do número de sílabas e a classificação quanto à posição da sílaba tónica
Não concordo com o seu exemplo de glossário. Estava melhor antes de o ter alterado.
Diabo e Santo 00h11min de 22 de dezembro de 2008 (UTC)Reply[responder]
Em Portugal, a separação silábica é glos-sá e glo-ssá sendo «glos-sá» apenas utilizada para a translineação
  • Penso que, quer em Portugal, quer no Brasil, o «ss» é um dígrafo e sendo um dígrafo um grupo de letras que simbolizam apenas um (1) som e o som «s» simbolizado por «ss» nunca poderá pertencer a duas sílabas.
Diabo e Santo
Quando tiver vagar, amanhã ou depois, agradecia que me explicasse o que é para si uma norma culta Diabo e Santo

Normas cultas à parte, pondo os pontos nos ii[editar]

sílaba - vogal ou grupo de sons pronunciados numa só expiração
  • a sílaba pode ser formada
  • por uma vogal, um ditongo ou um tritongo
  • por uma vogal, um ditongo ou um tritongo acompanhados de consoantes
divisão silábica - uma palavra tem tantas sílabas como vogais (tenha-se em atenção que as semi-vogais não são vogais e que no português não há símbolos gráficos para as representar)
translineação - divisão de uma palavra para quando se quer mudar de linha
  • regra geral: as palavras são separadas de acordo com a sua divisão silábica com ajustamentos que pode ver em[[1]] que se resumem em "não se separam" e "separam-se"
  • isto quer dizer que a divisão silábica não serve sempre para a translineação e que a divisão para a translineação nem sempre coincide com a divisão silábica o que me parece normal se se considerar que uma coisa é a fonética e outra coisa é a ortografia convencionada para a translineação que por acaso até consta nos nossos acordos ortográficos.
  • isto quer dizer que, no meu modo de entender, não há diferenças entre as gramáticas brasileiras e portuguesas no que diz respeito à divisão silábica e à divisão para a translineação das palavras
  • por razões que eu ainda não consegui entender há quem defenda com unhas e dentes que só existe uma divisão que dá para tudo -- a divisão para a translineação
agora, meu amigo, quando nas regras para a translineação se diz que não se separam os grupos terminados em -ia, -ie, -io, -oa, -ua, -ue, -uo é porque na divisão silábica se separam; idem para quando se diz que separam-se os pares de consoantes iguais (cç, rr, ss) e as letras dos dígrafos sc, sç, xc é porque na divisão silábica não se separam
como poderemos fazer no Wikicionário para agradar a gregos e a troianos?
  • quando a divisão silábica é igual à divisão para translineação faz-se o que é habitual fazer-se v.g.: ca.la.mi.da.de
  • quando as divisões não forem coincidentes indicam-se as duas possíveis v.g.: glo.ssá.ri.o (divisão silábica) ; glos.sá.rio ( translineação)
não tenho mais nada a acrescentar a não ser o de dizer que o meu amigo vai ter que decidir se existe uma ou duas devisões e proceder no futuro de acordo com a sua decisão neste projecto colaborativo
bem-haja por ter colaborado Diabo e Santo 18h31min de 22 de dezembro de 2008 (UTC)Reply[responder]

Boas-festas[editar]

Agradeço e retribuo os votos de boas-festas para si e todos os seus.
Também andei a pesquisar um pouco pelas gramáticas brasileiras e acabei por concluir (fonética à parte) que onde os portugueses desfazem os ditongos (e tritongos) sempre que o podem fazer os brasileiros dizem que não se desfazem.
  • o que ainda não entendi bem é se os brasileiros dizem que os ditongos não se desfazem seja qual for a posição do ditongo na palavra ou se isto só é válido para os ditongos no fim das palavras (rionorês s.m. / glossário)
  • também ainda não entendi bem o que se poderá fazer/dizer quando se confronta o ditongo -rio / rio- com as palavras rio e ri.
Boas festas e boas leituras Diabo e Santo

Discussão 2009[editar]

Expressões no wikcionário[editar]

Olá Yuri!

Citação: Na página de discussão do verbete nas coxas você escreveu: «Este verbete não devia existir. E o motivo é simples: isto não é um verbete, mas uma expressão, e expressões são mencionadas no verbete principal dela, ou seja, no verbete coxa.»

Eu já levantei esta lebre no passado, tentei fazer os outros verem o absurdo de catalogarmos expressões, mas não teve jeito, a maioria foi favorável a termos verbetes para expressões. Se você for ver a Categoria:Expressão (Português) ou Categoria:Locução Substantiva (Português) vai ver que cada uma delas tem centenas de "verbetes". Hoje seria impossível desfazer tudo isso, portanto penso que não devamos mexer nisto. Outro ponto a considerar é que os wikcionários em outras línguas também têm expressões e até frases completas...

--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 19h15min de 15 de janeiro de 2009 (UTC)Reply[responder]

Olá Yuri!
Citação: Você escreveu: «Pelo que consegui encontrar no Wikcionário em inglês, parece-me que o equivalente deste tipo de entrada de verbete corresponde à denominação Context label.»
Não, não. Veja, por exemplo en:Category:English idioms, en:Category:English phrasal verbs, en:Category:English phrases, en:Category:English prepositional phrases e en:Category:English proverbs.
Citação: Você escreveu: «É por isso às vezes me pergunto se o ideal na sociedade não seria uma democracia aristocrática (uma semi-democracia, em que os que têm aristoi teriam uma certa precedência sobre os demais, quando da tomada de decisões principais), ehehehehe»
O que você está propondo é uma meritocracia, um governo na qual aqueles que têm mérito têm precedência. O problema é que a maioria que não tem mérito chia um bocado quando se propõe algo nesse sentido... :-)
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 19h59min de 15 de janeiro de 2009 (UTC)Reply[responder]

Re: Votação[editar]

Olá Yuri!

Se quiser saber como criar uma votação, leia a página Wikcionário:Votações, especialmente a seção "Como criar a votação".

Na verdade, para mim, um problema maior ainda do que as expressões são as formas flexionadas. Não sei se você já percebeu, mas nós temos alguns contribuidores (um, em particular...) que adoram ficar criando verbetes do tipo uruguaios, uruguaia, uruguaias, fosse, fôsseis, fossem, fôssemos e por aí a fora. Se você quer lutar contra o desperdício de espaço em disco, penso que deveria começar com esses verbetes e não com as expressões.

De qualquer maneira, estamos aí se precisar de apoio técnico.

--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 01h27min de 22 de janeiro de 2009 (UTC)Reply[responder]

Yuri!

Vim aqui para o aconselhar e vejo que já está bem aconselhado, mas, mesmo assim, vou acrescentar umas coisitas insignificantes
  • Não se preocupe com o Jimmi Wales que ele sabe defender-se muito bem. Veja só que o Jimmi não deita fora a informação que se apaga quando eliminamos um ficheiro...
  • quanto às expressões veja, por exemplo, fim-de-semana e fim de semana e, se conseguir, leia também as discussões históricas sobre o assunto na Wikcionário:Esplanada e noutros espaços
  • Formas flexionadas à parte (porque nem sei o que isso possa ser) veja, por exemplo, côngrua e côngruo e tente pôr tudo num verbete único e defenda a escolha da palavra que eleger para servir de entrada
  • Vá até ao [[2]] e procura por (por exemplo: homem, homens e mulher)
  • Pode procurar por palavras ditas "flexionadas" que obtém uma resposta
  • Mas, se fizer duplo clique sobre qualquer palavra do texto do significado também obtém uma resposta caso não tenha um navegador muito antiquado -- há quem já esteja a disponibilizar informação para que o mesmo possa também acontecer aqui
Agora Yuri vou contar-lhe um segredo, mas por favor não diga nada a ninguém. Na última vez que fiz uma festarola com a filha do Jimmi ela contou-me que este wikicionário ainda há-de cumprir a sua maior finalidade -- quando se clicar duas vezes sobre qualquer palavra de qualquer artigo da wikipédia, ou textos do wikisource, o seu significado será disponibilizado em português.
Diabo e Santo

Re: Esplanada[editar]

Olá Yuri!

Citação: Você escreveu: «andei refletindo e achei mais sensato manter as argumentações, por hora, antes de partir para uma votação. Fui então à Esplanada, para argumentar sobre a questão das expressões idiomáticas, gírias etc., mas ao clicar em "Livro de estilo" notei que as discussões de lá datam de 2005. Eu cheguei a postar uns comentários lá, mas agora estou me perguntando se alguém vai ler. Eu os deixo lá mesmo ou devo postar comentários somente na página principal da esplanada?»

É, em 2005/2006 a comunidade era mais ativa, discutia mais (o que nem sempre é bom, mas...), agora está tudo muito parado em termos de participação. Por exemplo, estamos para eleger um administrador com só três votos, o que é o número mais baixo que eu já vi. Eu mesmo fui eleito com onze votos, outros até com mais.

Bem, para responder sua pergunta, penso que se quiser tentar ter respostas dos atuais contribuidores, o melhor lugar é a Esplanada. A página do livro de estilo fica bem mais escondida, é difícil encontrá-la.

Só uma coisa: no caso de verbetes do tipo madeira/Madeira, terra/Terra, Brasil/brasil, eu acho que precisamos de verbetes separados pois eles se referem a coisas completamente distintas. Basta que o verbete em maiúscula "aponte" (via "ver também") para o em minúscula e vice-versa.

--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 17h01min de 22 de janeiro de 2009 (UTC)Reply[responder]

Re: Desanimei[editar]

Olá Yuri!

Bem, eu já tinha chegado àquelas suas conclusões há algum tempo. Tem gente que adora criar verbetes flexionados, eu não gosto, portanto vou ajudar o wikcionário criando verbetes "verdadeiros", não vou criar formas flexionadas, mas se o pessoal quiser criá-las, não vou me opor. Acho errado, mas é o que a maioria quer.

Eu criei para mim uma lista de tarefas diárias, coisas que precisam realmente ser corrigidas, criadas, etc. Trabalho em cima dessa lista de listas e deixo os outros fazerem o que bem entenderem. Não vale a pena ficar lutando por uma ideia quando a maioria é contra.

Bem, espero que continue colaborando sempre que puder com nosso projeto.

--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 16h26min de 23 de janeiro de 2009 (UTC)Reply[responder]

Olá Yuri!
É, eu já tinha visto o caos em que está o wikcionário italiano. Aparentemente, eles copiaram grandes partes do wikcionário inglês e agora está tudo uma meleca. É por isso que eu sempre fui contra importar conteúdo de outras fontes. Prefiro muito mais irmos lentamente e calmamente criando verbetes de qualidade do que copiar uma montanha de coisas de outras fontes e aí deixar tudo uma bagunça.
Já quanto ao verbete amo no wikcionário italiano, eu acho que você fez errado. O verbete indicava claramente que os outros dois significados (amore e padrone) só valiam nos outros idiomas (esperanto e espanhol, respectivamente), mas do jeito que você fez parece que esses dois significados são válidos em italiano, o que não é o caso. O pior é que já foi um outro lá consertar e retirou a sua informação errada. O problema é que agora ninguém vai saber que o verbete já teve um dia uma seção para esperanto e outra para espanhol.
Veja, por exemplo, o caso do verbete slut que eu criei recentemente aqui no nosso wikcionário. Esse verbete tem significados bem diferentes em três idiomas diferentes. Estão todos lá indicados, com uma separação bem óbvia (facilita o caso aqui no nosso projeto o fato de que cada língua começa com uma grande tarja cinza, fica bem clara a separação entre os idiomas, coisa que não acontece no wikcionário italiano).
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 13h36min de 24 de janeiro de 2009 (UTC)Reply[responder]

Tentando responder a tudo e divulgar as minhas posições[editar]

Sampayu,
Você já escreveu muito e debruçou-se sobre tantos assuntos que receio não conseguir responder a todos, mas vou tentar. Vou repetir mais uma vez que o Sampayu é bem-vindo ao Wikcionário, tem todos os direitos de emitir opiniões, sugestões e de executar as melhorias que, em consciência e de acordo com as regras hoje em vigor, quiser fazer. Contudo, você acaba de chegar, acaba de entrar na nossa casa e quer de imediato mudar as cores das paredes, os tecidos dos cortinados, a disposição dos móveis, etc., etc..
  1. A Wikipédia e o Wikicionário são projectos diferentes que têm em comum a língua portuguesa. Na Wikipédia coleccionam-se artigos temáticos e no Wikionário coleccionam-se verbetes de palavras e expressões com a respectiva significação
  2. Dificilmente se irá dizer que Wikcionário será um calhamaço por ter muitos verbetes cabendo, portanto, no nosso projecto verbetes do tipo verbete/verbetes porque verbetes não é apenas o plural de verbete e verbete não é apenas um substantivo -- não é do conhecimento generalizado a existência do verbo verbetar
  3. Defendo ainda a existência de "palavras flexionadas" porque só essa existência irá permitir registar que a mesma palavra pode pertencer a dois verbos e que duas ou três palavras são o plural apenas de uma palavra.
  4. Que eu saiba, nunca discutimos aqui o conceito e funcionalidade do dicionário de verbos. Aqueles que entre nós defendem apenas a existência do verbete incorrer partem do princípio que pode existir quem não conheça o significado de incorrer nem de incurso (adj.e subst.) e que não existe ninguém que não saiba que incurso=incorrido do verbo incorrer. Os quadros com as conjugações são bem vindos embora nos verbos irregulares, abundantes e com dupla grafia aqui e ali são quase sempre deficientes em informação.
  5. Quando se pretende juntar ao verbete informação extra (existem dicionários de rimas) e se verbetes flexionados não forem disponibilizados a pobreza de informação será franciscana.
  6. enquanto puder continuarei a ignorar o conceito de norma culta por, à partida, não conceber a existência de norma inculta. Ou será que a luz-onda é diferente da luz-particula merecendo cada luz ter uma norma culta ou inculta?
  7. proparoxítona aparente. Seja qual for o adjectivo que se ponha a seguir a proparoxítona não nos podemos esquecer que o homem homossexual apenas vestido com um fio dental é sempre um homem, perdão, não nos podemos esquecer que uma proparoxítona é sempre uma proparoxítona com, pelo menos, três silabas sendo a silaba tónica a antepenúltima.
  8. Quanto à colocação de assuntos para serem votados pode fazer o que bem entender, mas para votar deverá primeiro verificar se já está em condições de o fazer. Gostaria de poder apreciar mais verbetes criados por si
Vou pôr este assunto na Esplanada para que todos possam criticar as diabruras e santidades de que sou feito.
Diabo e Santo

Re: Mais um questionamento.[editar]

Olá Yuri!

Citação: Você escreveu: «Valdir, me diz uma coisa: é normal que o Wikcionário tenha verbetes tais como linguagem de programação?»

Bem, agora eu diria que é normal, temos centenas, talvez milhares dessas expressões no wikcionário. Como eu já disse antes, se fosse depender de mim elas não existiriam, seriam parte dos seus verbetes constituintes. Mas como você já pode ver, há contribuidores que defendem com unhas e dentes o direito de essas expressões existirem. A esta altura do campeonato acho que o questionamento nem é mais válido. Essas expressões já estão catalogadas em nosso projeto e agora não tem mais sentido querer eliminá-las. São um fait accompli.

Citação: Você escreveu: «Só estou perguntando isto porque, sempre que me deparo com uma dessas locuções substantivas, fico me perguntando afinal qual vem a ser a diferença entre o Wikcionário e a Wikipédia...»

Esse é um questionamento bem válido e pela sequência de sua mensagem vejo que você ainda não captou bem a diferença. Recomendo ver por exemplo os verbetes maçã no wikcionário e na wikipedia. Ambos sem bem válidos e são bem diferentes. Não teria sentido querer modificar um por causa do outro. Ambos têm o direito de existir em cada um dos projetos.

Citação: Você escreveu: «Em outras palavras: por que criar o verbete linguagem de programação quando a Wikipédia já se encarrega de tê-lo na forma de um artigo (bem mais completo, diga-se de passagem)?»

Essa sua afirmação denota que você não captou mesmo ainda quais são os escopos de cada projeto. Não é possível comparar os dois verbetes e dizer que o da wikipedia é "mais completo". É como comparar alhos com bugalhos. Não estão nem na mesma esfera de conhecimento.

Citação: Você escreveu: «Outra dúvida: a predefinição {{wikipédia}} deve vir no cabeçalho ou no rodapé do verbete?»

Não acho que exista uma norma a respeito. Eu coloco no topo pois acho que tem mais a ver dar um destaque especial para essa ligação. Um link lá no fim do verbete fica difícil de ver. Links para projetos irmãos merecem destaque, devem vir no topo.

--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 01h01min de 13 de fevereiro de 2009 (UTC)Reply[responder]

Olá Yuri!
Citação: Você escreveu: «[...] fiz uma pequena edição na predefinição {{wikipedia}} (se não gostarem, reverto) [...]»
Quanto à eliminação do :, acho que é uma boa ideia, ele não tinha muita serventia mesmo.
Já quanto ao acréscimo da linha, gosto um pouco menos. O que você diz sobre sobrepor-se à linha é verdade, mas apenas em verbetes que não têm o quadro de índice (que são a minoria). Na maioria dos verbetes o que acontece é que o quadro de índice e o quadro da wikipedia agora estão desalinhados, quando antes eles estavam alinhados.
Isso é realmente algo pequeno, sem importância, não precisa nem reverter. Só queria te deixar de sobreaviso sobre mudar predefinições que afetam milhares de verbetes como é o caso da predefinição wikipedia.
E por falar nisso, comentários sobre as modificações que se faz devem ir na área de discussão do verbete (ou nesse caso, da predefinição) que foi afetado. Isso permite que outras pessoas participem da discussão.
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 13h25min de 14 de fevereiro de 2009 (UTC)Reply[responder]

Uso de numeração no quadro de traduções[editar]

Olá Yuri!

No verbete espessura você criou um quadro de traduções em que os cabeçalhos têm apenas o número (De 1, De 2, etc). O problema disso é que se alguém mais tarde modificar o verbete e acrescentar uma definição digamos entre as atuais definições 2 e 3, o quadro fica todo fora de esquadro. Eu sei que ninguém deveria fazer isso, novas acepções deveriam vir ao final, mas não há como impedir que alguém faça isso.

A norma não escrita que temos aqui é sempre colocar uma parte da definição também no quadro de tradução. Assim, ao invés de "De 1, De 2, etc" escreveríamos "De 1 (qualidade de espesso), De 2 (qualidade de grosso), etc". Dessa forma, se alguém acrescentar uma definição entre 2 e 3, o texto ainda vai remeter à definição correta. Se mais tarde ainda outro contribuidor visse que os números do quadro de tradução não batem com os números das definições, ele poderia até mudar de volta as definições ou corrigir a numeração no quadro de traduções.

Veja o quadro de traduções do verbete ponto como um exemplo de como fica.

P.S.: também seria bom acrescentar uma linha em branco (<br>) entre o quadro de traduções e a parte de camonismo. Do jeito que está parece que o quadro de camonismos faz parte das traduções...

--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 11h34min de 19 de fevereiro de 2009 (UTC)Reply[responder]

Re: Verbete espessura[editar]

Olá de novo!

Ainda sobre o verbete espessura: vejo que você retirou informação válida do verbete (traduções e exemplo de uso). Por favor não faça isso. Se quiser melhorar o verbete, acrescentar informações e retirar o que está claramente errado, tudo bem; mas retirar conteúdo válido não pode, vai contra a filosofia wiki.

Eu já consertei o verbete, coloquei de volta o que foi retirado indevidamente, não precisa fazer mais nenhuma modificação lá. Só queria te dar o toque para futuras modificações. Obrigado.

--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 10h21min de 20 de fevereiro de 2009 (UTC)Reply[responder]

Olá Yuri!
Citação: Você escreveu: «Valdir, una duda: qual o problema de usar ={{pt}}= no lugar de =Português=?»
Esta é uma questão filosófica. Tem gente que quando vê uma troca pela outra e outros que quando vêem a outra, trocam pela uma. Não há uma razão "científica" para pertencer a um grupo ou a outro, é quase uma questão de fé... :-)
Eu particularmente prefiro empregar predefinições quando elas trazem algo de novo e importante ao verbete. Assim, por exemplo, a predefinição {{etimologia}} além de colocar a palavra "etimologia" na tela ainda coloca o desenho de um livro, o que dá um destaque especial à seção. Já as predefinições de nomes de idiomas só fazem aparecer o nome do idioma na tela e nada mais.
Para mim, essas predefinições são "predefinições de preguiçosos", são para aqueles contribuidores que não querem escrever o nome inteiro do idioma. Eu, particularmente, uso a predefinição {{cria-verbete}} para criar meus verbetes, faço o sistema escrever os nomes dos idiomas para mim.
Um outro problema de usar essas predefinições de idioma veio à tona recentemente no caso do idioma feroico ({{fo}}). Esse idioma era conhecido como "feróico", mas com a implantação do Acordo o acento caiu. Ora, alguns "preguiçosos" haviam usado a predefinição na categorização dos verbetes, o que gerou uma confusão danada. Felizmente nós não temos muitos verbetes em feroico, senão seria um problemão.
Citação: Você escreveu: «Percebi que estou cometendo deslizes com muita frequência, por isto comecei a ler e seguir o modelo de verbete. Baseado nele, pus um exemplo para cada definição, e também informei os sinônimos.»
Olha, não quero ser chato, nem te desanimar, mas vejo que você retirou os códigos wiki (mais especificamente os #) e substituiu-os por números e eu penso que isso piora o verbete ao invés de melhorá-lo. Espero que não você não vá fazer isso em outros verbetes... Nosso modelo de verbete indica como o verbete deve parecer, não exatamente o código que se deve usar.
Se você editar nosso modelo, verá que ele usa # e não os números diretamente.
Citação: Você escreveu: «Outra duda: por que as decisões tomadas pela comunidade (as "regras não-escritas, porém consolidadas") não são incorporadas ao livro de estilo? Isso evitaria alguns deslizes, principalmente de usuários novatos (categoria na qual eu ainda me enquadro).»
Esta questão me coloca entre a cruz e a espada. Se eu não fizer as modificações necessárias em nosso livro de estilo, os novatos vão ter informações erradas. Se eu fizer, vai ter gente que vai me criticar dizendo que eu sou autoritário por estar modificando sem fazer consultas plenas à comunidade. É uma tristeza.
Citação: Você escreveu: «Lamento pela remoção daquelas traduções. Eu tentei descobrir qual era a correta posição de cada uma delas (se se referiam a grossura ou a densidade), mas não consegui. Como eu não conhecia a predefinição {{tradini-checar}} e não sabia a qual daquelas definições cada uma das traduções se referia, fiquei sem opções, daí a alternativa "excluir" me pareceu melhor que a alternativa "deixar como está".»
Não tem problema, você é novo aqui, é normal cometer pequenos erros assim.
Essa predefinição é nova, foi criada há menos de um mês. Antes eu usava um quadro à parte para esses casos (veja o verbete ato para um exemplo de como eu procedia até então).
Citação: Você escreveu: «Você me pareceu um pouco estressado, no último recado que escreveu pra mim. Tá tudo bem com você? Desejo-lhe que possa aproveitar o feriado de carnaval pra "espairar" um pouco.»
Desculpe-me se às vezes eu pareço rude. Se me conhecesse pessoalmente saberia que não sou assim. Mas este nosso meio de comunicação é frio, às vezes transmite umas imagens que não são exatamente o que a gente queria comunicar... ;-)
Quanto ao carnaval, esta é uma das épocas em que eu fico mais contente de estar bem longe do Brasil. Ô coisinha chata que é essa festa. Quando eu morava aí, essa semana do carnaval era um tédio para mim.
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 14h04min de 21 de fevereiro de 2009 (UTC)Reply[responder]

Recomendação de leitura[editar]

Olá Yuri!

Recomendo a leitura deste parágrafo.

--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 20h02min de 1 de março de 2009 (UTC)Reply[responder]

Olá Yuri!
Citação: Você escreveu: «Já que estou mexendo praticamente apenas na hierarquização das categorias, vamos ver se eu entendi o que consta naquela página que você me indicou»
As três primeiras afirmações com certeza estão corretas, mas eu não consigo ver de onde você possa ter tirado a quarta. No meu ver a Categoria:Verbo (Português) tem que estar sim dentro de Categoria:Classe Gramatical (Português).
Citação: Você escreveu: «Se o que digitei aí em cima estiver correto, como faço para eliminar as categorias que criei indevidamente, como por exemplo Categoria:Tema (Assamês) e Categoria:Tema (Náuatle)? Eu sei que primeiro é preciso recategorizar as subcategorias delas, mas depois de limpas como faço pra excluí-las?»
Não precisa fazer absolutamente nada. Elas vão aparecer na lista de categorias não usadas, que eu acompanho, e um dia desses eu as elimino.
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 01h02min de 2 de março de 2009 (UTC)Reply[responder]
Olá Yuri!
Puxa! Que "mensajão"! :-)
Bem, como você diz, seria melhor estarmos frente a frente, em frente a uma lousa (e de preferência com uma cerveja por perto...) para discutirmos isso, mas vamos ver o que podemos fazer com os meios que temos.
Compreendo bem sua argumentação sobre o enxugamento de nosso modelo de categorias. No entanto, o que você não sabe é que já tivemos paus homéricos discutindo esse assunto. Eu até já participei de uma das muitas tentativas de melhoria do sistema de categorização, até fizemos um bom trabalho, mas aí fomos forçados a parar por falta de consenso.
Que o nosso sistema de categorização está precisando de umas melhorias, não se discute. Qual a melhor maneira de fazer isso é que são elas.
Vejo que você é bem intencionado e quer melhorar o que percebe estar errado, mas modificações desta magnitude têm que ser discutidas antes, senão acaba acontecendo o que aconteceu: você modificou erroneamente diversas categorias por não saber como o wikcionário vê a questão das categorias.
Apesar de trabalhar em informática, não sou especialista em banco de dados, por isso não posso comentar sobre sua explicação. O que posso dizer é que esse "erro" que você aponta já aparece até mesmo no wikcionário em inglês. Penso que a redundância é proposital e não um descuido.
Bem, de toda forma, se quiser cuidar de nossas categorias, é bem vindo, mas deveria discutir um pouco antes na Esplanada. Outros podem ter ideias diferentes sobre como proceder.
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 19h39min de 2 de março de 2009 (UTC)Reply[responder]
Olá Yuri!
Vou citar pequenos trechos da sua mensagem para não encompridar desnecessariamente minha resposta.
Citação: Você escreveu: «descobri uma utilidade para a estrutura atual, que inclusive justifica a redundância relacional»
Boa! Eu sabia que tinha uma justificativa! :-)
Citação: Você escreveu: «eu preciso de organização, de sistemática, de disciplina, de padronização etc»
Sou um pouco assim também. Já fui criticado (inclusive aqui mesmo no wikcionário) por gente que quer "liberdade" e para os quais eu estaria cerceando-os ao insistir que seguissem determinadas regras. Oh well, que vai se fazer, não é mesmo?...
Citação: Você escreveu: «Por isso, quando eu venho aqui e não consigo sair criando e editando verbetes, é porque eu fico o tempo todo com a sensação de que a estrutura sobre a qual eu estou criando os verbetes e editando os já existentes está necessitando de mais atenção.»
Compreendo bem seu questionamento. Mas devo dizer que a categorização é apenas um dos muitos itens que compõem um verbete. Imagine a seguinte situação fictícia: você preferiria um verbete bem completinho, com etimologia, pronúncia, divisão silábica, etc mas sem categoria ou um verbete que não tivesse nada a não ser a categoria a que ele pertence? Eu fico mais com o primeiro caso.
Citação: Você escreveu: «Eu não conseguiria dormir tranquilo caso conseguisse criar mil verbetes em um único dia (quem me dera...) sabendo que os inseri em categorias sobre as quais eu não me sinto seguro, por desconhecer a maneira como estão estruturadas (e a correção de tal estrutura).»
O fato de a estrutura das categorias estar bagunçada não afeta o fato de que os verbetes precisam ser categorizados. O que quero dizer é que se você criasse mil substantivos em português, deveria classificá-los todos na categoria Substantivo (Português). O fato de que talvez essa categoria esteja mal classificada não afeta a validade dos verbetes. Talvez teríamos que recategorizar a categoria Substantivo (Português), mas os verbetes que estão dentro dela ainda estariam corretos.
Citação: Você escreveu: «Eu tenho uma certa aversão à Esplanada porque tive uma experiência traumática na Wikipédia»
Passei mais de uma vez por experiência semelhante aqui. É uma das mazelas da democracia ateniense que vivemos no mundo wiki. Às vezes se discute ad nauseam e não se faz nada de concreto a respeito.
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 02h54min de 4 de março de 2009 (UTC)Reply[responder]

Discussão 2010[editar]

Re: Etimologia[editar]

Olá Yuri!

Citação: Você escreveu: «Oi, Valdir, tudo bem? Há quanto tempo, né? Como vai você? Continua residindo no Canadá?»

Sim, ainda continuo no Canadá. Daqui não saio, daqui ninguém me tira...

Citação: Você escreveu: «Daí me surgiu a seguinte dúvida: qual é o critério quando estabelecemos a etimologia? Melhor explicando: nós usamos a primeira ascendência da palavra, usamos a mais antiga da qual se tenha conhecimento, ou ambas, ou todas...?»

Penso que devemos colocar a informação tão completa quanto possível, baseada em fontes fidedignas.

Citação: Você escreveu: «Como lá no verbete você colocou que a etimologia é francesa, estou deduzindo que o critério aqui é pegar a primeira ascendência da palavra. Mas isto é regra?»

Não. Eu uso o Aulete como fonte de etimologias e foi só isso que encontrei lá. Se sua fonte é boa e tem algo mais completo, pode acrescentar, com certeza.

Citação: Você escreveu: «Por outro lado, não sei até onde é interessante chegar à "primeira instância" da ascendência (porque obviamente o latim surgiu de outra língua, e assim sucessivamente...). Mas talvez seja interessante (ou não...), e, se possível, devamos colocar toda a "árvore genealógica" (digo: etimológica) da palavra, sempre que tal informação seja conhecida. Até porque "etimologia" vem do grego étymos (verdadeira), ou seja, é o estudo da verdadeira (entenda-se: a primeira) origem da palavra.»

Essa é uma questão interessante. Penso que devemos colocar a informação tão completa quanto possível, mas às vezes fica um tanto quanto longo: veja, por exemplo, a seção de etimologia do verbete meal no wikcionário inglês. Só ela já é maior do que alguns verbetes completos que temos aqui... :-)

Bem, não há regras definitivas para a coisa...

Até a próxima!

--Valdir Jorge  fala!
18h22min de 24 de novembro de 2010 (UTC)Reply[responder]

Discussão 2011[editar]

Re: Erros cometidos pelo Luckas-BOT[editar]

Olá Yuri!

Citação: Você escreveu: «Vim lhe informar que o robô criado pelo Luckas Blade está cometendo alguns equívocos. Eu já informei o problema ao Luckas Blade, mas quis avisá-lo porque se houver alguém no Wikcionário responsável pela administração dos robôs, seria interessante tal pessoa observar o que esse BOT anda fazendo.»

Não posso comentar sobre os outros problemas relatados pelos outros usuários, mas o que você reportou não procede. O fato do verbete senologia em inglês não ter a seção em português não impede que façamos a ligação interwiki com ele.

O que se pretende com os interwikis é ligar os verbetes com mesma grafia nos diferentes wikcionários. É óbvio que seria melhor que todos estivessem em sincronia, listando todas as línguas para as quais o verbete é válido, mas se estiver faltando alguma, não tem problema, sempre pode ser acrescentada mais tarde. Aliás, a presença dos interwikis pode até instigar alguém a querer melhorar os verbetes nos vários idiomas. Portanto o bot do Luckas não fez nada de errado nesse caso.

--Valdir Jorge  fala!
01h17min de 11 de janeiro de 2011 (UTC)Reply[responder]

Re.: Edição no verbete para-[editar]

Aquilo foi realmente um erro de minha parte. Não sei por que, mas quando eu editei aquele verbete achei que os exemplos não conferiam, mas olhando agora vi que eram todos válidos. Aceite minhas desculpas. --Jesiel 13h08min de 29 de abril de 2011 (UTC)Reply[responder]

Verbete vetor[editar]

Olá Yuri!

No verbete vetor você mudou o link para a wikipedia, trocou o geral por um específico. Só que nosso verbete aqui é geral, fala de vetor tanto como um termo de matemática como um termo de biologia, informática, etc. Penso que deveríamos fazer o link com o verbete geral de lá, como estava antes. Não concorda?

--Valdir Jorge  fala!
09h07min de 19 de maio de 2011 (UTC)Reply[responder]

Discussão 2013[editar]

Predefinição T[editar]

Olá, Sampayu!

Vi que criou a predefinição T. Legal! É uma predefinição muito útil! Mas a predefinição predefinição predef faz a mesma coisa. Acho que pode usá-la.

Saudações,

Dicionarista (Discussão) 05h05min de 7 de fevereiro de 2013 (UTC)Reply[responder]

Ah, não precisa pedir desculpas. Isto é comum. Eu mesmo criei uma predefinição (copiei do en.wikt para cá) que, igualmente, tinha a mesma finalidade ({{temp}})... Igualmente também, é agora apenas um redirect para a {{predef}}.
Dicionarista (Discussão) 05h17min de 7 de fevereiro de 2013 (UTC)Reply[responder]

Re: Dúvida.[editar]

Olá Yuri!

Citação: Você escreveu: «Nossa, há quanto tempo»

Sim, realmente. Mas como diz o ditado, "o bom filho à casa volta"... ;-)

Citação: Você escreveu: «como vai você?»

Vou bem, e você?

Citação: Você escreveu: «Você certamente percebeu que, depois dos primeiros meses que passei me dedicando ao Wikcionário (dezembro/2008 até mais ou menos março/2009), desisti de participar ativamente do projeto, principalmente por perceber que o pensamento da maioria destoa bastante do que eu acredito fazer sentido por ser o mais lógico.»

Bem, já tivemos longas discussões a respeito no passado, não vou recomeçá-las, só gostaria de dizer que você poderia muito bem participar do projeto sem precisar querer "consertar" o que o resto da comunidade decidiu. Há muitos verbetes a criar e outros tantos a consertar (com pequenos e grandes problemas), portanto dá para contribuir sem entrar em conflito com outros.

Citação: Você escreveu: «Foi o que me desanimou e por isto só de vez em quando apareço aqui para fazer uma ou outra edição. Mas fico feliz por saber que você consegue "sobreviver psicologicamente" dentro do projeto»

Bem, eu vim aqui para ficar, minha intenção sincera é que a língua portuguesa tenha um dicionário de alto nível e gratuito. Pode demorar, mas a gente chega lá!

Citação: Você escreveu: «mesmo com os desentendimentos que surgem, como por exemplo este aí que parece estar ocorrendo entre você e o Dicionarista»

Oh well, coisas da vida. Quem sobreviveu a um D&S, sobrevive a um Dicionarista. Por comparação, este é até um cara legal, se se considerar os anos de vandalismo desenfreado daquele.

Citação: Você escreveu: «(espero que vocês consigam se entender!).»

Acho difícil, mas coisas mais difíceis já foram alcançadas... ;-)

Citação: Você escreveu: «Bem, eu estou lhe escrevendo para primeiramente lhe dar o "alô" que dei aí em cima, e também para tirar uma dúvida com você: recentemente gravei em áudio a pronúncia da palavra inglesa geek, salvei o arquivo no Commons e o incluí na Wikipédia lusófona e também no Wikcionário anglófono, porém não sei se no Wikcionário lusófono vocês estão colocando "audio samples", tampouco onde (caso estejam). Você poderia me dizer onde é o local mais apropriado?»

Votamos a alguns anos atrás que não aceitaríamos mais arquivos multimídia aqui no nosso projeto. Portanto não é possível colocar arquivos de som aqui no pt.wikt. Mas se ele já está no Commons, então é só usá-lo aqui, não tem problema nenhum.

Citação: Você escreveu: «Procurei essa informação na ajuda de edição, mas, cá entre nós, a página inicial da ajuda está horrível!»

Olha aí um projeto para você encarar!

Citação: Você escreveu: «Acho que se se copiar para cá a ajuda do Wiktionary e traduzi-la para o português, fica muito melhor.»

Se for se propor a isso, crie uma página de proposta de modificação, não modifique diretamente lá naquela página.

Citação: Você escreveu: «A ajuda daqui tá parecendo uma cópia malfeita e (muito) incompleta da ajuda da Wikipédia, que é um projeto com finalidade diferente da do Wikcionário e por isto não devia estar servindo de referência para os editores deste projeto.»

Foi feito assim para evitar ter que traduzir tudo de novo. Na época tínhamos poucos contribuidores. E agora temos menos ainda...

Citação: Você escreveu: «Enfim: algum problema em eu adicionar ao verbete um arquivo de áudio contendo a pronúncia da palavra em inglês dos EUA/USA?»

Nenhum problema.

Citação: Você escreveu: «Devo usar alguma predefinição (como p.ex. a predefinição {{audio}})?»

Sim, use {{áudio}} (com acento).

Citação: Você escreveu: «Procurei verbetes com áudio, para usar como modelo, mas não encontrei»

Olhe aqui uma lista de verbetes que têm arquivos de áudio.

--Valdir Jorge  fala!
11h23min de 7 de fevereiro de 2013 (UTC)Reply[responder]

Olá!
Citação: Você escreveu: «Hoje em dia já não tenho tanto tempo livre quanto eu tinha em 2009...»
Mas vejo que continua gostando de escrever longas mensagens... ;-)
Citação: Você escreveu: «Creio que a maioria das pessoas (inclusive eu) acabem consultando fontes melhor organizadas e mais completas, como é o caso do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, do Multidicionário Michaelis e do Multidicionário Word Reference. Dois serviços interessantes que eu também uso, mais como apoio, são o Google Tradutor e o Text-to-Speech.»
Bem, o Wikcionário nunca vai substituir por completo outras fontes, mas gosto de pensar que um dia vamos ter um produto digno dos melhores do mercado, e que todos possam usar livremente. Ainda estamos longe disso, mas somos uma equipe minúscula que encara uma tarefa hercúlea.
Citação: Você escreveu: «De início, tentei umas coisas que não funcionaram, daí bateu um desespero porque sei que, cada vez que eu salvo as modificações de uma predefinição que é largamente usada, isso afeta todas as páginas que apontam para a predefinição.»
No futuro, copie o conteúdo da predefinição para uma predefinição com outro nome e faça os testes que quiser. Quando estiver tudo funcionando como o esperado, aí copie o conteúdo de volta para o local original. Você pode ate ter predefinições "suas" (algo como Utilizador:Sampayu/UsuárioBloqueado, por exemplo).
--Valdir Jorge  fala!
16h57min de 8 de Fevereiro de 2013 (UTC)

Dicas rápidas[editar]

Hi Yuri!

Algumas dicas rápidas para você:

  • nas definições, só coloque links para as formas canônicas dos verbetes, nunca para formas flexionadas;
  • não é preciso, nem é recomendável colocar links para todas as palavras de uma definição; escolha as palavras bases da definição (substantivos e adjetivos; verbos, também, se necessário); outros tipos de palavras (conjunções, pronomes, advérbios, artigos, etc) não devem levar links;
  • para o cabeçalho da seção etimologia use {{etimologia|pt}}; se for para outras línguas, mude o código de língua;
  • a etimologia tem que ter um número mínimo de links: uma etimologia com um monte de links parece mais uma árvore de Natal do que um texto sóbrio de dicionário;
  • a seção de etimologia deve vir antes da de pronúncia.

--Valdir Jorge  fala!
19h41min de 7 de fevereiro de 2013 (UTC)Reply[responder]

Sugestão (se eu não estiver enganado)[editar]

Olá, Sampayo!

Tudo bem?

Talvez este tópico (Magic words) possa lhe servir para fazer os ajustes que pretende na predefinição {{UsuárioBloqueado}}. (Se eu não estiver enganado...)

Saudações,

Dicionarista (contato)
00h45min de 8 de Fevereiro de 2013 (UTC)

Legal!
Dicionarista (contato)
00h53min de 8 de Fevereiro de 2013 (UTC)