Discussão:alho-porro

Origem: Wikcionário, o dicionário livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Discussões de 2005[editar]

No Brasil, quem escreve português, escreve alho-porro. Contudo, há quem escreva alho-poró numa língua que terá que ter nome.

Veja só, E-rocho, que se pode concluir que alho-porro, alho-poró e ádjo-puru são sinónimos.
Tire do verbete a bandeirola que este caso concreto não é de grafias diferentes.

Mira 21:14, 26 Setembro 2005 (UTC)

O/a Senhor/a não considera grafias diferentes. Qual o tal idioma falado no Brasil, caríssimo? Acho que a bandeirola fica lindamente, não concorda? Felicidades à família, e-roxo -discussão- 21:52, 26 Setembro 2005 (UTC)
Miséria!
Já não há ninguém que se entenda no Brasil em tupi
A bandeirola é um espantalho para os PALOP que se estão nas tintas para as grafias particulares dos brasileiros.

Mira 22:27, 26 Setembro 2005 (UTC)

Discussões de 2006[editar]

Família[editar]

Parece que alteraram a família a qual pertence este vegetal. Agora não lembro onde, ou mesmo se, vi algo especificamente sobre a alteração neste vegetal. Mas a Wikipédia e o Houaiss o registra como da Alliaceae. E w:Alliaceae fala algo sobre a nova classificação. -- Haomon 02:27, 27 Novembro 2006 (UTC)

Deleção da "definição" 3[editar]

A terceira definição não é definição de verdade, é só uma nota. Vou esperar uns dias e se ninguém se opuser, eliminarei-a.

--Valdir Jorge fala! Canadá 02:36, 27 Novembro 2006 (UTC)

Ok, está feito. Se alguém se interessar em saber, o trecho retirado dizia isto:
  1. Em Portugal, as moças solteiras que querem casar costumam brincar com o alho-porro silvestre sendo as festas de S. João no Porto uma tradição quase perdida dessas brincadeiras.
--Valdir Jorge fala! Canadá 02:12, 11 Dezembro 2006 (UTC)

Alho-porro X alho-poró[editar]

Dois substantivos compostos por justaposição dicionarizados na Língua Porguesa, para os seus 250 milhões de falantes. Tem origem céltica, chegando ao Português pelo latim "Allius porrum" (pedimos aos latinistas que expliquem melhor). Porra é uma arma antiga consistente em um bastão com empunhadura em um extremo e no outro uma forma ovóide ou esférica, impregnada com pontas de ferro piramidais ou cônicas, de tamanho que pudesse arrebentar, perfurando, a cabeça do inimigo. O alho, pela semelhança que tem com a arma, recebeu o nome de alho-porro. Este alho também deu origem ao nome (é calão) do orgão sexual masculino em ereção. O alho, ainda por semelhança - ele espremido expele um líquido leitoso - deu um sinônimo de esperma. Daquela arma derivam ainda porrada (pancada com porra) porrete e mais alguns vocábulos. Na evolução da língua, tais nomes tornaram-se pejorativos e os falantes - contrangidos por terem de falar porra em tantas situações - criaram o nome alho-poró, que vem a ser um EUFEMISMO para alho-porro. Como se pode verifificar, nas guerras lá pelo século V e IV aC, era muito utilizada a porra, resultando em muita porrada. Um produto final muito sanguinolento. Os historiadores dirão alguma coisa também, melhor esclarecendo.--antoniolac 23:46, 12 Dezembro 2006 (UTC)

porro é uma coisa
porra é outra coisa completamente diferente
fazendo fé na ABL, temos:
alho-poró s.m.; pl. alhos-porós;
alho-porro s.m.; pl. alhos-porros;
alho-porró s.m.; pl. alhos-porrós;
alho-porrô s.m.; pl. alhos-porrôs;
poró s.m. “alho-poró”; cf. poro;
porro (ô) adj. s.m.;
porro-bravo s.m.; pl. porros-bravos;
porro-hortense s.m.; pl. porros-hortenses
Pela lógica dos elefoanismos, concluo que porro=porró=porrô=poró.
Porró, porrô e poró pertecem à tal língua que os brasileiros falam todos os dias, mas que, por convenção, não devem escrever.
Opinei. Diabo e Santo

Esqueci-me de opinar sobre as bandeiras: concordo com Mira (M ou F?) não há razão para seu uso, principalmente por que só há uma Língua, O Português e, se o dicionário é em portugês, obviamente o uso de bandeiras só dificultará a atividade do consulente, nem está dentro dos parâmetros fixados na sua criação. Liberdade demais atrapalha. Assunto para ser repensado pelos responsáves pelo Wikcionário, se quiserem um dicionário.--antoniolac 22:34, 14 Dezembro 2006 (UTC)