Discussão:abandoná

Origem: Wikcionário, o dicionário livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Deve existir ou não?[editar]

... e eu até pensava que abandoná-lo era uma palavra, mas, pelos vistos, podem ser duas
Como o futuro será dispensar o hífen nas palavras compostas iremos ficar com abandonálo, mas para não agredir as regras da acentuação em vigor iremos passar para abandonalo - estou irado/maravilhado.
  • Variação do infinitivo
  • De abandonar, sem a consoante final -r. O acento agudo no último a se faz necessário para mantê-la oxítona
  • abandonar / abandonares / abandonar / abandonarmos / abandonardes / abandonarem não serão também variações do infinitivo (pessoal)?
Sou do entender que estas modernices do Waltter Manoel da Silva devem ser confirmadas pelos Administradores como corretas e que podem ser seguidas bem como as traduções para o inglês do Brasil. Iremos passar a ter verbetes como Inglês : to abandon him (en), to abandon it (en), Inglês : to abandon her (en), to abandon it (en), Inglês : to abandon them (en) como acabam de ser requisitados? o comentário precedente não foi assinado por Obreiro (discussão • contrib.)
Eu entendo o que você quer dizer, e tomo as seguintes posições:
Icon yes.png Concordo que é impróprio indicar traduções para esse termo. O costume que tenho adotado, e creio que os colegas wikcionaristas têm-no adotado também é inserir traduções apenas no verbete principal, e indicar na Forma Verbal qual inflexão de qual palavra ela é, sem traduzir. Há tempos verbais que não se podem traduzir para esse ou aquele idioma, ou cuja tradução simplesmente não é satisfatória.
Icon no.png Discordo que o verbetes deve deixar de existir. Um estrangeiro poderia muito bem tentar procurar por essa forma ao ver a construção "abandoná-los", por exemplo, num texto.
O que pensam os demais wikcionaristas? --Lipediga! Paraná 14h32min de 20 de janeiro de 2009 (UTC)
Primeiro de tudo, devo dizer que não são os administradores que devem decidir se tal ou tal verbete deva existir ou não. Os administradores apenas e tão somente cumprem o que a comunidade decidir em termos do que deve ser eliminado ou mantido.
Segundo: quanto às formas flexionadas, minha posição sempre foi de que o wikcionário só deveria catalogar as formas canônicas e todas as flexões só seriam listadas no verbete nas seções Declinação ou Conjugação.
Terceiro: sabendo que o que eu escrevi em Segundo é irrelevante pois as formas flexionadas não vão desaparecer mesmo, Icon yes.png Concordo que seja impróprio colocar as traduções nessas formas flexionadas.
--Valdir Jorge  fala!      Canadá
Meu blog de palavras cruzadas 17h31min de 20 de janeiro de 2009 (UTC)
Isso já é o cúmulo. Daqui a pouco vai existir os radicais dos verbos, os temas. Primeiro que não existe "abandoná" na língua portuguesa. O que existe é "abandoná-lo", "abandoná-los", "abandoná-la" e "abandoná-las". E essa previsão de mudanças na palavra deve ficar com os linguistas, não cabe isso para nós. Além do mais, não devemos abrigar pesquisas inéditas. Լսɑɴ fala! 22h58min de 17 de outubro de 2009 (UTC)
Houve uma votação bem sucedida para catalogar atrever-se. Talvez se essa discussão voltar `a tona decidam por renomear para a forma pronominal. Jesiel通信 00h58min de 27 de fevereiro de 2010 (UTC)
Não gosto muito de concordar com o D&S ;-), mas realmente essas "modernices do Waltter" às vezes passam dos limites. Por mim, elimina-se simplesmente. Só não proponho agora para eliminação votada pois já temos muitas palavras sendo votadas para eliminação atualmente.
--Valdir Jorge  fala!
Liberdade sim, anarquia não! 14h30min de 27 de fevereiro de 2010 (UTC)


Deletei a parte em português, acrescentei uma seção em espanhol e retirei a indicação de votação para eliminação.

Adm. Valdir Jorge fala!
Bur. contr

17h10min de 21 de Maio de 2010 (UTC)